Nome do Projeto
Avaliação óssea mandibular por meio de Índices Radiomorfométricos
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
16/05/2016 - 15/05/2019
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Odontologia - Radiologia Odontológica
Resumo
Na realização de vários procedimentos odontológicos, a presença de osso saudável é essencial para atingir um prognóstico favorável. Diante desta premissa, o objetivo com este estudo será avaliar a densidade óssea mineral (DOM) da mandíbula por meio dos índices radiomorfométricos (IR), estimados em radiografias panorâmicas de pacientes de ambos os sexos, em diferentes faixas etárias e com variados graus de edentulismo. Adicionalmente, os valores de DOM serão relacionando à reabsorção do rebordo alveolar, ao uso de prótese e à perda óssea radiográfica periodontal. Em radiografias panorâmicas de 120 pacientes, de ambos os sexos, com idade igual ou superior a 30 anos, serão obtidos os índices radiomorfométicos (IR) cortical mandibular (ICM), mentual (IM), panorâmico mandibular (IPM), gôníaco (IG) e antigoníco (IA), assim como as medidas da reabsorção do rebordo alveolar (altura original da mandíbula - AOM - e porcentagem de osso reabsorvido - %AO) e da perda óssea radiográfica periodontal (área total de perda óssea na região posterior). Adicionalmente, será aplicado um questionário para coleta dos dados sócio demográficos dos pacientes, dos fatores de risco para diminuição da massa óssea, do diagnóstico de osteoporose, do grau de edentulismo, do uso de prótese e da condição periodontal. Os valores dos IR assim como dos dados radiográficos protéticos e periodontais e dos dados coletados nos questionários, serão avaliados por meio de estatística descritiva. A relação entre os IR e os dados radiográficos e sóciodemográficos serão avaliados por teste paramétricos ou não paramétricos adequados, de acordo com a distribuição normal dos dados, com intervalo de confiança de 95%.

Objetivo Geral

Objetivo Geral
Avaliar a densidade óssea mineral (DOM) da mandíbula por meio dos índices radiomorfométricos (IR), estimados em radiografias panorâmicas de pacientes de ambos os sexos, com diferentes faixas etárias e graus de edentulismo. Adicionalmente, será avaliada a associação entre os valores da DOM estimada pelos IR e a reabsorção do rebordo alveolar, o uso de prótese e a condição periodontal.
Objetivos Específicos
- Avaliar visualmente a DOM da mandíbula utilizando o Índice Cortical Mandibular (ICM).
- Avaliar a DOM da mandíbula utilizando as seguintes medidas específicas: Índices Mentual (IM), Panorâmico Mandibular (IPM), Goníaco (IG) e Antigoníaco (IA).
- Verificar se um dos 5 IR avaliados apresenta maior precisão na avaliação da DOM da mandíbula.
- Associar os IR avaliados aos: (i) fatores sociodemográficos relacionados ao indivíduo, (ii) ao grau de edentulismo, (iii) ao nível de reabsorção do rebordo alveolar, (iv) ao uso de prótese e (v) à condição periodontal do paciente.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALEXANDRE DE ROSSI416/05/201601/06/2016
CAROLINE LOPES SCHMALFUSS401/06/201615/05/2019
JOÃO PEDRO DO COUTO CAETANO416/05/201615/05/2019
MANUELA LONGO GOMES416/05/201615/05/2019
MANUELA LONGO GOMES1201/08/201731/07/2018
MATEUS DE AZEVEDO KINALSKI416/05/201615/05/2019
NOELI BOSCATO116/05/201615/05/2019
THIAGO MARCHI MARTINS116/05/201615/05/2019

Página gerada em 18/06/2021 03:08:48 (consulta levou 0.638237s)