Nome do Projeto
A COLEÇÃO DE FONOGRAMAS DE 78 RPM DO ACERVO DA DISCOTECA L. C. VINHOLES, DO CENTRO DE ARTES DA UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS: IDENTIDADE SONORA
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/03/2016 - 31/12/2018
Unidade de Origem
Área CNPq
Linguística, Letras e Artes - Artes - Música
Resumo
A Discoteca L. C. Vinholes, do Centro de Artes da Universidade Federal de Pelotas (CA/UFPel) com acervo aproximado de 20 mil itens, entre CDs, fitas cassetes, VHS, LPs e acetatos de 78 RPM, foi criada em 1992 e constituiu seu acervo integralmente com doações da comunidade local e de algumas instituições. Foi nomeada em 2015, como Discoteca L. C. Vinholes, em homenagem ao compositor pelotense Luis Carlos Lessa Vinholes, quem doou seu acervo documental e fonográfico, incluindo uma pequena coleção de instrumentos musicais japoneses, equipamentos, partituras, fotos e itens pessoais. Localizada em duas salas do Centro de Artes, ocupa uma área de 78 m2 e possui equipe com um técnico administrativo, um professor coordenador e dois professores colaboradores. O acervo da Discoteca está sob a guarda e responsabilidade do Laboratório de Etnomusicologia, e possui vinculação com o Grupo de Pesquisas em Etnomusicologia, da UFPel. O acervo vem sendo tratado visando sua preservação e conservação, e registrado em catálogo no qual são identificadas categorias informacionais, como datação, formas musicais, compositores, intérpretes e gravadoras, entre outras. Desde sua criação, tem oferecido suporte aos acadêmicos de Licenciatura e Bacharelado em Música, Bacharelado e Mestrado em Antropologia, Design, e estudantes do ensino médio das redes pública e privada, em pesquisas e estágios, além de inúmeros projetos, como programas radiofônicos e audições comentadas. Cabe destacar que a chegada de novas doações e o consequente aumento do acervo, faz deste tratamento uma ação permanente com o objetivo de concluir e manter atualizado o catálogo deste acervo. Devido ao grande número de itens, metodologicamente foi dada prioridade de tratamento à coleção de LPs em vinil, realizado em projeto passado. Após a inserção destes dados no acervo, foi possível a realização de pesquisa que buscou a identificação da identidade da coleção. O projeto que é apresentado neste momento é basicamente uma reedição do anterior, agora voltado para a coleção histórica com cerca de 6 mil fonogramas de 78 RPM, visando também a identificação da identidade da coleção. Em etapas posteriores pretende-se dar o mesmo tratamento a outros itens do acervo, de modo a compor uma visão concreta da identidade ou identidades presentes no mesmo, o que poderá servir como elemento potencializador e orientador de ações futuras.

Objetivo Geral

Este projeto tem como objetivo principal a identificação da identidade da coleção de 78 rpm da Discoteca do CA / UFPel, através das características musicais de seu conteúdo. As categorias consideradas relevantes para a caracterização da coleção são as seguintes:
> datação do acervo;
> identificação das formas musicais constantes;
> identificação de compositores e intérpretes;
> relacionar gravadoras atuantes dentro do período temporal compreendido pelo acervo;
> datas de lançamento e ou relançamento;
> formações orquestrais/maestros;
> instrumentações;
> nacionalidades / etnias representadas.
Durante a análise, novas categorias poderão surgir, sendo agregadas as outras já determinadas, ampliando as definições identitárias buscadas na pesquisa.
Como objetivo secundário, gêneros musicais nacionais brasileiros com maior ocorrência serão analisados em algumas de suas características estéticas expressivas, tais como andamento, questões temáticas e de gênero, instrumentação, pertencimentos, técnicas interpretativas instrumentais e vocais. O aporte teórico para a análise dos dados vem da etnomusicologia e da etnografia histórica.
Ainda, como objetivo secundário busca averiguar a construção de novos sentidos, decorrentes da escuta contemporânea da coleção. Como as pessoas constroem sentidos e acionam memórias afetivas, sentimentos de pertença, entre outros aspectos? Enquanto coleção integrante de acervo institucional, ligado a cursos de licenciatura e bacharelado em música, como se dá a apropriação de novos sentidos individuais e coletivos entre os estudantes ligados a estes cursos, ao acionarem a escuta deste material, tanto para fins artísticos como de ensino.
Complementando os objetivos deste projeto, pretende-se realizar testes de digitalização desta coleção, visto que esta é uma necessidade que deverá ser investida em uma etapa posterior, em um futuro projeto, com objetivo de salvaguardar esta coleção, via digitalização.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
BRUNO SEXAS DE MORAES1231/07/201631/07/2017
EDUARDO MONTAGNA DA SILVEIRA401/03/201631/12/2018
GEORGIA DIAS BENTO1231/07/201631/07/2017
JOAO FRANCISCO PINHEIRO NETO1201/08/201731/07/2018
LUIS FERNANDO HERING COELHO401/03/201631/12/2018
RAFAEL HENRIQUE SOARES VELLOSO401/03/201631/12/2018

Página gerada em 18/09/2019 23:41:36 (consulta levou 0.068774s)