Nome do Projeto
Desigualdades socioeconômicas em saúde no Brasil
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
11/04/2016 - 10/04/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Sociais Aplicadas - Economia
Resumo
A despeito dos grandes investimentos para garantir a universalidade nos cuidados de saúde, estudos em vários países mostram o aumento ou não redução do grau das desigualdades socioeconômicas em saúde, o mesmo acontecendo no Brasil. O objetivo da pesquisa é analisar as desigualdades socioeconômicas em saúde no Brasil no período de 1998 a 2013, considerando as diferenças entre as regiões do País. As bases de dados a serem utilizadas são os suplementos de saúde da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) para os anos de 1998, 2003 e 2008, realizadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Para a mensuração da desigualdade em saúde no Brasil será utilizado o índice de concentração. Serão calculados índices padronizados por idade e sexo, e normalizados para três dimensões do estado de saúde dos indivíduos: subjetiva, funcional e clínica (por tipo de doença crônica) e utilizadas duas características socioeconômicas para classificar os indivíduos: renda domiciliar per capita e escolaridade. Também serão analisadas as tendências temporais das medidas de desigualdade ao longo de 1998 a 2013. Palavras-Chave: desigualdades socioeconômicas em saúde; Brasil.

Objetivo Geral

2.1 Objetivo Geral
Analisar as desigualdades socioeconômicas em saúde no Brasil, considerando as diferenças entre as regiões do País e comparando as tendências das medidas da desigualdade no período de 1998 a 2013.

2.2 Objetivos Específicos
- Apresentar uma revisão da literatura sobre as desigualdades socioeconômicas em saúde desde um ponto de vista teórico;
- Apresentar uma revisão de literatura sobre outras experiências;
- Estimar e a analisar a desigualdade socioeconômica em saúde usando uma medida subjetiva (a saúde autoavaliada);
- Estimar e a analisar a desigualdade socioeconômica em saúde usando uma medida funcional (a dificuldade de realizar alguma tarefa considerada habitual);
- Estimar e a analisar a desigualdade socioeconômica em saúde usando medidas objetivas (por tipo de doença crônica);
- Analisar as tendências das medidas de desigualdade no período de 1998 a 2013.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
MAIRA SALETE QUEVEDO PERES2011/04/201610/04/2018

Página gerada em 14/05/2021 08:07:07 (consulta levou 10.962944s)