Nome do Projeto
Influência de variáveis climáticas no padrão de distribuição Neotropical das espécies de mutucas (Diptera: Tabanidae)
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
20/01/2017 - 19/07/2019
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Biológicas - Ecologia
Resumo
Alterações climáticas podem apresentar impacto significativo sobre a distribuição das espécies, por isso, compreender tal padrão é importante para prever novas áreas de ocorrência das mesmas. A família Tabanidae, popularmente conhecida como “mutucas”, apresenta capacidade de atuar como vetora de organismos patogênicos como Trypanosoma evansi e T. vivax que causam a anemia infecciosa equina e tripanossomoses. Este trabalho pretende identificar quais variáveis climáticas são determinantes na distribuição das espécies de Tabanidae (Diptera) da região Neotropical, bem como identificar a riqueza de espécies nas áreas geográficas dessa região. Para determinar a distribuição de mutucas para o tempo atual e para o futuro na região Neotropical, utilizaremos 19 camadas bioclimáticas, e os modelos globais de circulação 1) CCCMA_cgcm3; 2) ukmo_Hadcm3, onde testaremos 2 cenários, a2 e b1, para cada um deles. A partir dos resultados obtidos poderemos inferir como as mudanças climáticas podem influenciar na distribuição destes insetos, possibilitando definição de estratégias de prevenção e controle de doenças em animais cujos agentes são transmitidos por tabanídeos.

Objetivo Geral

Objetivo geral
Verificar os padrões climáticos que determinam a distribuição de Tabanidae e a distribuição das principais espécies para o tempo atual e para o futuro na região Neotropical.

Objetivos específicos
• Listar as espécies de Tabanidae conhecidas para a região Neotropical;
• Elencar as regiões com maior ocorrência de mutucas na região Neotropical;
• Determinar padrões entre as áreas de ocorrência das espécies de Tabanidae;
• Quantificar e modelar estatísticamente a distribuição de tabanídeos em áreas neotropicais.
• Listar as espécies identificadas nas coleções Pe. Jesus Santiago Moure do Departamento de Zoologia da Universidade Federal do Paraná (DZUP); Museu de Ciências Naturais, Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul (MCNZ); Museu Nacional do Rio de Janeiro (MNRJ) e Institudo Oswaldo Cruz (IOC), Rio de Janeiro; Museu de Zoologia, Universidade de São Paulo (MZSP); e da Coleção de Invertebrados do Instituto Nacional de Pesquisas Amazônicas (INPA).

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALICE SILVEIRA DA SILVEIRA1220/01/201519/01/2017
ALICE SILVEIRA DA SILVEIRA1201/08/201530/09/2015
GRATCHELA DUTRA RODRIGUES1201/08/201731/07/2018
LARISSA FALKEMBERG DE MELO1201/08/201731/07/2018
LARISSA FALKEMBERG DE MELO1201/08/201631/07/2017
NATALIA VICENZI1201/08/201631/07/2017
NATALIA VICENZI1201/10/201531/07/2016
ROBERTA MARQUES4020/01/201519/01/2017

Página gerada em 23/10/2019 23:15:52 (consulta levou 0.107225s)