Nome do Projeto
Avaliação da atividade da enzima gamaglutamiltransferase urinária como meio auxiliar de diagnóstico de lesão renal em cães atendidos no HCV-UFPEL
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
26/05/2016 - 26/05/2017
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Clínica Animal
Resumo
Será realizada a análise da enzima GGT e a urinálise em amostras de urina de 60 cães que não apresentam sinais clínicos de injúria ao trato urinário e, de 60 cães que tenham a amostra de urina encaminhada ao laboratório com suspeita clínica de afecção do trato urinário, atendidos no Hospital de Clínicas Veterinária da Universidade Federal de Pelotas (HCV-UFPel). As amostras de urinas serão processadas em até 30 minutos, quando em temperatura ambiente após a coleta ou em até 2 horas se refrigeradas. A urinálise será efetuada conforme a metodologia descrita por Matos e Matos (1988), que divide o exame em etapas de execução: exame físico, químico e de sedimento. Serão considerados indicativos de lesão renal e possibilidade de desenvolvimento de insuficiência renal aguda os seguintes parâmetros: densidade de 1.008 a 1.012 e/ou presença de cilindrúria e/ou proteinúria Também serão efetuadas as dosagens das concentrações séricas das enzimas creatinina e uréia destes animais. Para tais análises é requerido o soro, proveniente de amostras de sangue colhidas em tubo sem anticoagulante, separado por centrifugação a 2500 rpm durante 5 minutos após formação do coágulo. As análises das enzimas séricas e urinária serão efetuadas por meio de ensaio colorimétrico enzimático em automação, no equipamento modelo Cobas C111 da marca Roche. Todas as amostras serão processadas no Laboratório de Patologia Clínica Veterinária UFPel.

Objetivo Geral

Objetivo geral:

• Avaliar a atividade da enzima GGT urinária e, assim verificar a possibilidade de sua utilização como método de diagnóstico de lesão renal em cães.


Objetivos específicos:

• Disponibilizar um exame a ser solicitado na rotina da clínica veterinária que represente uma melhoria na qualidade e rapidez no diagnóstico de lesão renal aguda.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANA RAQUEL MANO MEINERZ117/05/201617/05/2017
FELIPE ROSA CUNHA117/05/201617/05/2017
HELEN CABALDI FRANZ117/05/201617/05/2017
JESSICA HELLEN BASTOS LAVADOURO117/05/201617/05/2017
LIANNA FERNANDES DE CARVALHO117/05/201617/05/2017
LUCIANA AQUINI FERNANDES GIL117/05/201617/05/2017
LUIS EDUARDO BARCELLOS KRAUSE117/05/201617/05/2017
MARTA ZIELKE117/05/201617/05/2017
THAIANE ALBUQUERQUE DE OLIVEIRA117/05/201617/05/2017

Página gerada em 19/07/2019 15:57:03 (consulta levou 0.065274s)