Nome do Projeto
NÚCLEO DE PESQUISA EM ENSINO DE GEOGRAFIA FÍSICA: ANÁLISE DO CONTEXTO DO EXTREMO SUL DO RIO GRANDE DO SUL
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
12/12/2017 - 30/08/2019
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas - Geografia
Resumo
Esse projeto propõe a formação e consolidação de um núcleo de pesquisa sobre o ensino de Geografia Física e questões socioambientais no extremo Sul do Rio Grande do Sul. A relevância dessa abordagem nasce da constatação de pesquisas anteriores (PIBID - 2011 a 2016), que detectaram que as temáticas mais recorrentes de intervenção sugeridas pelos professores de Geografia nas escolas eram aquelas relacionadas aos aspectos físicos da Geografia, sendo que esses aspectos também foram apontados pelos alunos da educação básica como os mais “chatos” e difíceis. Com base neste pressuposto, pretende-se analisar a transposição didática dos conteúdos de Geografia Física desde o conhecimento científico até sua seleção e ensino nas escolas, e desta forma refletir sobre a relutância dos professores em abordar o tema, bem como a dificuldade na aprendizagem significativa dos alunos. Para o alcance dos objetivos e metas a metodologia da pesquisa foi dividida em dois eixos de ação que compreendem (1) o processo de transposição didática dos conteúdos de Geografia Física que implica na análise dos aspectos teóricos e metodológicos do ensino (levantamento bibliográfico por blocos temáticos, análise de documentos oficiais de ensino e entrevistas) e (2) trabalhos de campos no extremo sul do Rio Grande do Sul, a fim de detectar e mapear temas geradores de ensino na sala de aula, considerando o local de vivências dos alunos, além da organização e a confecção de recursos didáticos (flanelógrafos, jogos de tabuleiro, jogos de carta, maquetes, história em quadrinhos, vídeos, documentários, objetos de aprendizagem, entre outros) que auxiliem o trabalho do professor em sala de aula. O intuito é avaliar se esse material aproxima e auxilia professor e aluno no processo de ensino e aprendizagem dos aspectos físicos e socioambientais da Geografia. Pretende-se a partir dos encaminhamentos explicitados anteriormente mapear, analisar e avaliar as tendências didático-pedagógicas do ensino de Geografia Física no Brasil, e com base nesses resultados contribuir com referenciais de caráter científico e prático para formação e capacitação de professores e pesquisadores.

Objetivo Geral

OBJETIVOS E METAS A SEREM ALCANÇADOS
1. Compreender como se configura a transposição didática de temas referentes a Geografia Física do âmbito acadêmico/científico até o no contexto escolar.
2. Detectar e mapear lacunas na abordagem teórica metodológica dos aspectos físicos e socioambientais da Geografia nos cursos de formação de professores, e sua repercussão na educação básica.
3. Identificar por meio de trabalho de campo espaços formativos que propiciem ações educacionais adequadas e viabilizem o ensino e aprendizagem dos temas físicos nos anos finais do ensino fundamental.
4. Elaborar recursos didáticos de acordo com o contexto físico/ambiental do extremo sul do Rio Grande do Sul, a fim de avaliar sua inserção como mecanismo facilitador no processo de ensino e aprendizagem desses conteúdos.
5. Valorizar e incentivar o ensino de Geografia Física e de questões socioambientais no curso de Geografia da Universidade Federal de Pelotas, bem como consolidar parcerias com outras instituições de ensino como a Universidade Federal de Uberlândia (UFU) - Campus Pontal - Ituiutaba-MG que assim como a UFPel vem solidificando práticas no ensino da Geografia Física, e a UNESP/Presidente Prudente que como precursora no ensino de solos, pode concretizar um canal de comunicação e troca de experiências.
Com base no exposto, tem-se como meta criar as bases para a consolidação de um núcleo de pesquisa em ensino de Geografia Física. O intuito é possibilitar que novos projetos de pesquisa sejam desenvolvidos, assim como a possibilidade de aquisição de bolsas de iniciação científica até a elaboração de pesquisas de Mestrado, Doutorado e produções científicas.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ADRIANO LUIS HECK SIMON112/12/201730/08/2019
ANA LUCIA RODRIGUES DE OLIVEIRA1201/08/201431/07/2015
Ana Paula Melo Da Silva212/12/201730/08/2019
CAMILA PAULA DE SOUZA212/12/201730/08/2019
EDVANIA APARECIDA CORREA ALVES112/12/201730/08/2019
ERIKA COLLISCHONN112/12/201730/08/2019
GABRIELA KLERING DIAS212/12/201730/08/2019
IGOR ARMINDO ROCKENBACH212/12/201730/08/2019
José Luiz Lourenço Ribeiro212/12/201730/08/2019
Juliandersson Victoria Alexandre212/12/201730/08/2019
LUCIANO MARTINS DA ROSA212/12/201730/08/2019
LUIS EDUARDO AKIYOSHI SANCHES SUZUKI112/12/201730/08/2019
MAIARA MOREIRA BERDETE212/12/201730/08/2019
MAURICIO MEURER112/12/201730/08/2019
MAURÍCIO MENDES VON AHN1201/08/201431/07/2015
MOISES ORTEMAR REHBEIN312/12/201730/08/2019
ROSANGELA LURDES SPIRONELLO112/12/201730/08/2019
Rodrigo Torres Westendorff412/12/201730/08/2019

Página gerada em 20/11/2019 02:55:07 (consulta levou 0.306159s)