Nome do Projeto
Compostos fenólicos do bagaço da extração de azeite de oliva (Olea europea L.)
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
06/03/2017 - 05/03/2019
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos
Resumo
A extração do azeite de oliva origina grandes quantidades de resíduos sólidos e efluentes líquidos, pois, em média, apenas 21% do peso da azeitona correspondem a azeite, os 79% restantes consistem em água, casca, polpa e caroço. O volume e a constituição dos resíduos dependem do sistema utilizado, o qual pode ser clássico (através de prensagem), de duas ou de três fases. De acordo com a literatura, no processamento do azeite a maior parte dos compostos fenólicos presentes no fruto de Olea europea L. permanecem retidos no resíduo do processo extrativo, sendo que somente cerca de 2% destes compostos remanescem no produto final devido ao caráter polar destes compostos, os quais possuem grande afinidade química destes com o resíduo aquoso. No entanto, a elevada concentração de polifenóis no resíduo da extração confere-lhe elevada fitotoxidade no meio ambiente. Com a intenção resolver o problema de fitotoxicidade e ao mesmo tempo avaliar o potencial do bagaço como matéria-prima para a obtenção de fenóis, esta pesquisa foi proposta, tendo como objetivo otimizar a extração de compostos fenólicos do bagaço úmido obtido do processo de extração de azeite através de diferentes extratos etanólicos, afim de avaliar seu potencial biológico. Para a otimização da extração, serão preparados diferentes extratos etanólicos a partir do bagaço úmido, aplicando três variáveis: técnica, proporção de etanol e temperatura. Os extratos serão analisados quanto ao teor de compostos fenólicos totais por espectrofotometria. Os extratos que apresentarem maior concentração de compostos fenólicos serão analisados quanto ao seu potencial biológico; e para isto, serão realizadas análises de perfil de compostos fenólicos por HPLC, atividade antibacteriana e antioxidante, além de ensaios antitumorais in vitro, onde serão aplicadas análises de citotoxicidade, viabilidade e proliferação celular.

Objetivo Geral

Objetivo geral
Otimizar a extração de compostos fenólicos do bagaço úmido obtido do processo de extração de azeite de oliva através de diferentes extratos etanólicos, afim de avaliar seu potencial biológico.

Objetivos específicos
• Elaborar diferentes extratos etanólicos a partir do bagaço úmido;
• Avaliar teor de compostos fenólicos nos diferentes extratos;
• Selecionar os dois extratos com maior teor de compostos fenólicos para avaliação de potencial biológico.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
BRUNA WENDT BÖHMER MAAS2006/03/201705/03/2019

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CAPESR$ 1.800,00

Página gerada em 20/10/2019 06:11:18 (consulta levou 0.070405s)