Nome do Projeto
Redes de interação baseadas em indivíduos de Schinus terebinthifolius Raddi (Anacardiaceae) e aves frugívoras no sul do Rio Grande do Sul
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
03/04/2017 - 30/03/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Biológicas - Ecologia
Resumo
Redes de interação têm sido amplamente utilizadas para descrever especializações de organismos interagentes. A maioria dos estudos utilizando redes de interações avaliam as relações entre plantas e frugívoros em nível de comunidade. Entretanto, foram detectadas variações nas estruturas de rede em nível populacional utilizando outros grupos de organismos interagentes. Assim, questiona-se como seria a topologia de uma rede de interações entre plantas e frugívoros em nível populacional, especialmente em termos de especialização (i.e., indivíduos que restringem suas interações com uma ou poucas espécies). Schinus terebinthifolius é uma espécie de planta abundante e com variação individual em escalas espaciais e em algumas de suas características fenotípicas. Assim, será testada a hipótese de que há variação individual na especialização de indivíduos de S. terebinthifolius. Os objetivos do presente estudo são: 1) descrever a especialização quanto aos consumidores de frutos e, consequentemente, descrever a topologia de rede baseada em indivíduos de planta, e 2) investigar os determinantes das possíveis variações individuais na especialização (i.e., diversidade de frugívoros). A área de estudo localiza-se no município do Capão do Leão, RS. A descrição da variação na especialização de indivíduos de S. terebinthifolius será obtida durante todo o período de frutificação dos indivíduos (presumivelmente de março a julho de 2017). Para isso, serão realizadas observações de frugivoria por aves nos indivíduos de S. terebinthifolius e obtidos dados espaciais e fenotípicos dos indivíduos amostrados. A variação individual de S. terebinthifolius será analisada por matrizes e modelos nulos, e descrita através do grau (d) e grau ponderado (d’). A percepção de um padrão de interação será realizada comparando valores observados com valores esperados por modelos nulos. Por fim, análise de verossimilhança será utilizada para investigar os determinantes da especialização. Todas essas análises serão realizadas no pacote dbipartite para R. Com isso, espera-se que os resultados finais possam contribuir com a compreensão da estrutura da especialização ao nível intra-populacional, utilizando-se interações mutualísticas ave-planta como modelo de estudo.

Objetivo Geral

Objetivo geral: analisar como a interação entre plantas e aves frugívoras molda a topologia de rede baseada em indivíduos vegetais de populações de S. terebinthifolius.
Objetivos específicos:
(i) Caracterizar a fenologia de S. terebinthifolius em áreas da Planície Costeira do extremo sul de Rio Grande do Sul;
(ii) Identificar as espécies de aves que consomem frutos de S. terebinthifolius;
(iii) Descrever a variação individual na especialização de S. terebinthifolius quanto aos seus consumidores frugívoros, usando a ferramenta de rede de interações;
(iv) Investigar os determinantes da variação individual na especialização de S. terebinthifolius quanto aos seus frugívoros.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
MAIARA VISSOTO4003/04/201730/03/2018
OLIVIER JEAN FRANCOIS BONNET103/04/201730/03/2018

Página gerada em 22/01/2020 15:28:48 (consulta levou 0.075075s)