Nome do Projeto
Estimativa da radiação de onda longa em áreas de floresta e pastagem para o sudoeste da Amazônia
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/03/2017 - 28/02/2019
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Meteorologia
Resumo
A radiação de onda longa atmosférica (Lin) é uma importante componente no balanço de radiação e a mais difícil de ser medida. Ela pode ser medida diretamente através de pirgeômetros, os quais são sensores caros e sensíveis. Por ser uma medida cara e mais difícil de ser realizada, a Lin é frequentemente estimada através de modelos empíricos, baseados em variáveis mais comumente medidas, tais como temperatura e umidade do ar. Na Amazônia não existem muitas medidas regulares de radiação de onda longa atmosférica, por isso na maioria das pesquisas realizadas na região a radiação de onda longa é estimada ou obtida como resíduo a partir da equação do balanço de radiação. Uma inconveniência é que esses modelos empíricos apenas estimam a radiação de onda longa atmosférica para dias de céu claro. No entanto, na região Amazônica predominam as condições de céu nublado. Pesquisas apontam a necessidade de estimar a radiação de onda longa atmosférica para todas as condições de cobertura do céu, uma vez que as condições de céu nublado e parcialmente nublado são mais frequentes ao longo do ano na região Amazônica. O objetivo deste estudo é avaliar o desempenho de modelos empírico-analíticos na estimativa da radiação de onda longa atmosférica em todas as condições de cobertura do céu em áreas de floresta e pastagem no sudoeste da Amazônia. O presente estudo será realizado em dois sítios experimentais pertencentes à rede de torres do Experimento de Grande Escala da Biosfera-Atmosfera na Amazônia – LBA, em Rondônia. O sítio de pastagem está situado na Fazenda Nossa Senhora (FNS) (10º45'S; 62º21'W), próximo a Ouro Preto d’Oeste, e o sítio de floresta está localizado na Reserva Biológica do Jaru (REBIO Jaru), município de Ji-Paraná (10o4’48’’ S; 61o55’48’’ W). O trabalho irá basear-se em dados coletados, no período de junho de 2005 a maio 2008. Com esta pesquisa espera-se encontrar um modelo empírico-analítico que possa estimar satisfatoriamente a radiação de onda longa atmosférica em todas as condições de cobertura do céu, em áreas de floresta e pastagem no sudoeste da Amazônia. Assim, fornecendo informações que ainda são escassas e muito relevantes para a região de estudo.

Objetivo Geral

O objetivo deste estudo é avaliar o desempenho de modelos empírico-analíticos na estimativa da radiação de onda longa atmosférica em todas as condições de cobertura do céu em áreas de floresta e pastagem no sudoeste da Amazônia.
Com os seguintes objetivos específicos:
1) quantificar a magnitude e sazonalidade da radiação de onda longa atmosférica;
2) analisar a influência da temperatura do ar, pressão de vapor d’água e índice de claridade na magnitude da radiação de onda longa atmosférica;
3) avaliar o desempenho de 15 modelos empírico-analíticos na estimativa da radiação de onda longa atmosférica.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
GUILHERME ALVES BORGES1201/08/201631/07/2017
ÁLVARO VASCONCELLOS DE ÁVILA1220/06/201728/02/2019

Página gerada em 25/01/2021 20:26:07 (consulta levou 0.089576s)