Nome do Projeto
Acinetobacter baumannii: caracterização molecular e fenotípica de isolados clínicos obtidos em hospital do município de Pelotas, RS, Brasil e avaliação de novas estratégias terapêuticas
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/05/2017 - 01/05/2020
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Biológicas - Microbiologia
Resumo
A. baumannii é uma bactéria Gram-negativa oportunista que causa doenças como pneumonia, infecções do trato urinário, infecções respiratórias e meningite. É comumente encontrado na microbiota da pele humana, tendo especial importância no ambiente hospitalar, onde algumas espécies foram isoladas de leitos, bancadas, equipamentos médicos, sistemas de circulação de ar e ventiladores. A disseminação por meio das mãos da equipe de saúde frequentemente não é detectada. Quando as infecções tornam-se aparentes, é provável que o número de pacientes colonizados já esteja elevado, de modo que se tornam tardias as precauções para evitar um surto. Soma-se a isto a inerente variabilidade genética de A. baumannii, acarretando desenvolvimento de resistência à terapêutica com antibacterianos. Devido a estas características A. baumannii compõe o grupo denominado “ESKAPE”, que ameaça a eficácia dos fármacos antibacterianos mais modernos. Muitos antibióticos lançados nas últimas décadas, que são em sua ampla maioria de origem natural ou semissintética, tem sua utilidade limitada e em pouco tempo tornam-se obsoletos. Com base nisto, nosso estudo propõem-se a caracterizar genética e fenotipicamente isolados clínicos de A. baumannii obtidos em um hospital da cidade de Pelotas e avaliar a atividade antibacteriana de compostos químicos sintéticos e naturais frente a estes isolados.

Objetivo Geral

Caracterizar genética e fenotipicamente isolados clínicos de Acinetobacter baumannii e avaliar a atividade antibacteriana de compostos químicos sintéticos e naturais contra os isolados obtidos de hospital da cidade de Pelotas, RS, Brasil.
- Estabelecer um banco de isolados de A. baumannii obtidos de amostras clínicas provenientes de um hospital da cidade de Pelotas-RS;
- Realizar o teste de sensibilidade aos antimicrobianos;
- Caracterizar fenotipicamente os micro-organismos isolados quanto à presença de cabapenemases e metalo-β-lactamases;
- Identificar a presença de genes associados à resistência aos carbapenêmicos e metalo-β- lactamases;
- Estabelecer a relação clonal entre os diversos isolados (intra e inter-hospitalar) através da técnica de PFGE (eletroforese em gel de campo pulsado);
- Avaliar a capacidade formadora de biofilme dos isolados obtidos;
- Determinar a concentração inibitória mínima (CIM) de compostos sintéticos e compostos naturais de contra os isolados de A. baumannii;
- Avaliar a concentração bactericida mínima (CBM) com base nos resultados da CIM para os compostos químicos naturais e sintéticos;
- Caracterizar a cinética de atividade antibacteriana dos compostos teste;
- Verificar a capacidade de inibição apresentada pelos compostos químicos sintéticos e naturais na capacidade formadora de biofilme dos isolados de A. baumannii;
- Avaliar o efeito sinérgico antimicrobiano entre os compostos químicos sintéticos, naturais e antibacterianos comerciais comumente utilizados na terapêutica contra os isolados de A. baumannii e sua capacidade de formar biofilme.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
BEATRIZ BOHNS PRUSKI101/05/201701/05/2020
CLÓVIS MOREIRA JR.101/05/201701/05/2020
FABRICIO ROCHEDO CONCEICAO101/05/201701/05/2020
HENRIQUE QUEIROZ SIMÃO1201/08/201828/02/2019
LUIZA DE SOUZA KERN101/05/201701/05/2020
MÁRCOS ROBERTO ALVES FERREIRA101/05/201701/05/2020
RAFAEL OLIVE LEITE101/05/201701/05/2020
SUÉLEN CAVALHEIRO AMARAL101/05/201701/05/2020

Página gerada em 22/07/2019 13:17:54 (consulta levou 0.070412s)