Nome do Projeto
Análise da força de reação do solo durante a marcha nos meios aquático e terrestre em pessoas com síndrome de Down
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
31/07/2017 - 31/07/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Educação Física
Resumo
Pessoas com síndrome de Down podem ser beneficiadas por exercitarem-se no meio aquático, devido as diferentes características fisiológicas e biomecânicas desse meio, comparado aos exercícios realizados no meio terrestre. Destaca-se que não foi encontrado nenhum estudo na literatura pesquisada que comparou as respostas da força de reação do solo de pessoas com síndrome de Down durante a marcha entre os meios aquático e terrestre. Dessa forma, o objetivo do presente estudo será analisar e comparar as respostas da força de reação do solo (FRS) durante a marcha realizada por pessoas com e sem síndrome de Down nos meios aquático e terrestre em três intensidades. Para tanto, 16 indivíduos (oito homens e oito mulheres) com síndrome de Down e 16 indivíduos (oito homens e oito mulheres) sem síndrome de Down (Grupo controle) participarão desse estudo e serão pareados por idade, sexo e estatura. Em uma única sessão serão realizados os protocolos de testes nos meio aquático e terrestre, com a finalidade de coletar a variável dependente FRS vertical (FRS-V). O protocolo de testes será realizado com a execução da marcha no meio aquático ou no meio terrestre em três velocidades: auto-selecionada, uma abaixo da auto-selecionada e uma acima da auto-selecionada. Em cada velocidade, em ambos os meios, 10 passadas serão realizadas, respeitando um intervalo de 5 min entre as velocidades e de 30 min entre os meios. A ordem dos meios será contrabalanceada e das velocidades randomizada. Em ambos os meios, os sujeitos executarão a marcha com os pés descalços. Para a avaliação das FRS-V, tanto no meio aquático como no meio terrestre, será utilizada uma plataforma de força subaquática. A comparação da FRSV entre grupos, intensidades e meios será realizada através da ANOVA de três fatores para medidas repetidas. Para a comparação entre as intensidades, se necessário, será utilizado o teste complementar de Bonferroni para a localização das diferenças significativas. O índice de significância adotado será de α=0,05 e os dados serão processados no pacote estatístico SPSS versão 20.0.

Objetivo Geral

O objetivo geral do presente estudo será analisar e comparar as respostas de
FRS (FRS-V) durante a marcha realizada por pessoas com e sem síndrome de Down
nos meios aquático e terrestre em três intensidades.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALEXANDRE CARRICONDE MARQUES131/07/201731/07/2018
CRISTINE LIMA ALBERTON131/07/201731/07/2018
GABRIELA NEVES NUNES231/07/201731/07/2018

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
FAPERGS (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul)R$ 24.960,00

Página gerada em 14/11/2019 12:14:26 (consulta levou 0.080282s)