Nome do Projeto
Caracterização fenotípica de cepas de Yersinia enterocolitica isoladas de alimentos de origem animal e outras fontes relacionadas
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/08/2017 - 31/07/2019
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias - Medicina Veterinária
Resumo
Yersinia enterocolitica é um importante patógeno causador de doença transmitida por alimentos e está entre as mais comuns bactérias formadoras de biofilmes, que são complexos ecossistemas de micro-organismos sésseis que se aderem a uma superfície sólida. A ação de sanitizantes pode ser menos efetiva sobre bactérias formadoras de biofilmes, fato que dificulta a desinfecção de superfícies e equipamentos. O estudo fenotípico de cepas de Y. enterocolitica isoladas de alimentos, verificando as características de cada cepa, como capacidade de formação de biofilme em diferentes superfícies e fatores que podem influenciar essa capacidade, bem como avaliando a sobrevivência da bactéria no ambiente propiciado pelos alimentos e a sua sensibilidade a sanitizantes, é de extrema importância para conhecer as características destes micro-organismos. Assim sendo, o projeto tem como objetivo caracterizar fenotipicamente cepas de Y. enterocolitica isoladas de peixes, leite, carne suína e outras fontes relacionadas a alimentos de origem animal. Serão utilizadas 44 cepas de Y. enterocolitica previamente isoladas de peixe, leite e ambiente da ordenha, suínos em diferentes pontos do fluxograma de abate e fezes de frango. Os isolados serão avaliados quanto à sua capacidade de produção de biofilme em placas de microtitulação, polietileno de alta densidade, poliestireno transparente, aço inoxidável e vidro. Também serão testadas após serem submetidas a diferentes estresses subletais e ao sanitizante hipoclorito de sódio nas concentrações de 2 ppm, 5 ppm, 20 ppm e 100 ppm. Nove cepas de Y. enterocolitica isoladas a partir de amostras de peixe inteiro, leite cru e superfície externa de carcaças de suíno serão testadas quanto à sua capacidade de sobrevivência em em peixe (filé de Micropogonias furnieri), leite integral UHT e paleta suína moída. Todos os isolados serão testados quanto à sensibilidade aos antimicrobianos através do método de difusão em disco.

Objetivo Geral

Geral
 Caracterizar fenotipicamente cepas de Y. enterocolitica isoladas de peixes, leite, carne suína e outras fontes relacionadas a alimentos de origem animal.

Específicos
 Verificar a capacidade dos isolados formarem biofilme;
 Submeter os isolados a diferentes tipos de estresse e verificar possíveis efeitos na formação de biofilme;
 Verificar a capacidade de formação de biofilme em diferentes superfícies;
 Verificar a sensibilidade a sanitizantes dos isolados imersos em biofilme e em forma planctônica;
 Verificar a capacidade de sobrevivência dos isolados de Y. enterocolitica em diferentes alimentos;
 Verificar a sensibilidade a antimicrobianos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
DEBORA RODRIGUES SILVEIRA201/08/201731/07/2019
JANAINA VIANA DA ROSA201/08/201731/07/2019
JULIA ROSIN DA SILVA3001/08/201731/07/2019

Página gerada em 17/11/2019 20:39:57 (consulta levou 0.072830s)