Nome do Projeto
ESTUDO INTERBIO-21st: Classificação Funcional de Fenótipos de Crescimento Anormal Fetal e Neonatal
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/01/2018 - 31/12/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Epidemiologia
Resumo
O Estudo INTERBIO-21st visa avaliar os fenótipos de recém-nascidos pretermos para entender melhor a relação entre as causas de CIUr/PIG e as síndromes de nascimento pretermo. É baseado em hipóteses previamente apresentadas no Estudo INTERGROWTH-21st, que sub-grupos fenotípicos, ao invés de outros definidos por peso ao nascer e idade gestacional somente, são necessários para determinar o estado nutricional do recém nascido e para medir a efetividade de intervenções para prevenir e/ou tratar os efeitos de um ambiente intrauterino adverso. Além disso, o estudo visa a produzir uma descrição mais functional destas síndormes. A redefinição de grupos de recém nascido se originará da avaliação de uma combinação de fatores em gestações com desfechos normais e anormais. Estes fatores incluem saúde materna; padrões de Crescimento fetal; padrões de Crescimento de órgãos fetais; composição corporal de recém nascidos; níveis de micronutrientes e dados de experimentos epigenéticos. Serão caracterizadas inicialmente a variabilidade genética normal e variablidade normal ao longo do epigenoma em gestações não complicadas, e estes dados serão comparados com a variabilidade observada em uma amostra de gestações de alto-risco. Em uma série de estudos caso-controles, serão avaliados os efeitos de fatores adversos ambientais e nutricionais (e outros biomarcadores), que, possivelmente, interagem com fatores genéticos e o epigenoma nos sub-grupos de CIUR/PIG e parto pretermo. A rigorosa caracterização clínica e laboratorial dos fenótipos dos recém nascidos e suas diferentes etiologias em relação com morbidades, especialmente aquelas comuns em locais de escassos recursos deve levar ao melhor manejo clínico de gestações e complicações do recém nascido. Isto irá contribuir para a seleção de intervenções preventivas estratégias de rastreamento através do aumento de sua especificidade.

Objetivo Geral

O objetivo é conduzir um estudo de teste de hipóteses, prova de conceito, comparando 500 neonatos com peso ao nascer normal e 500 a termo com CIUR/PIG (usando amostras de sangue de cordão e placenta) provenientes de amostras retiradas das amostras coletadas no contexto dos Estudos Fetal e Neonatal do INTERBIO-21st. Este sera o primeiro de uma série de experimentos utilizando amostras coletadas para o INTERBIO-Bank.
Pretendemos acessar os padrões de metilação de DNA em ~100 imprinted genes previamente implicados no crescimento fetal. Nossa hipótese é que a deficiência de micronutrientes maternos, particularmente de folatos e outros fatores methyl doadores, resulta em prejuízo ao crescimento fetal, desenvolvimento e desfechos da gestação, através de metilação alterada do DNA.
Nós iremos então correlacionar estes padrões de metilação com dados da gestação (desfechos clínicos, crescimento fetal), nutricionais (estudos de micronutrientes), e neonatais (crescimento, desenvolvimento, e composição corporal) que nos permitirão:
1. Estudar os efeitos de fatores nutricionais e ambientais no epigenoma;
2. Desenvolver novas definições fenotípicas de BPN e outros desfechos adversos da gestação.
Se validados, os resultados podem mostrar ações baseadas no conhecimento para acessar problemas subjacentes, como nutrição pobre e infecções, levando a melhores desfechos. Os dados irão, além disso, servir para definir variabilidade normal no epigenoma e auxiliary no desenho de futuros epigenome-wide estudos, quando os custos forem menores, o que inevitavelmente ocorre com tecnologias avançadas.
No longo prazo, gostaríamos também de correlacionar estes achados epigenéticos com single nucleotide polymorphism (SNP) genotipando dados de um GWAS dada a crescente evidência de que a regulação epigenética é influenciada por fatores genéticos e dados recentemente publicados implicando variantes no ADCY5 e próximas ao CCNI com crescimento fetal e peso ao nascer.
Objetivos Epecíficos
Planejamos estudar os perfis de metilação dos ~100 imprinted genes que tem até hoje sido implicados no crescimento fetal, apesar de que a lista final de genes candidatos será retirada de nossa própria busca sistemática na literatura, assim como de bases de dados existentes, como http://www.geneimprint.com and http://igc.otago.ac.nz.
Quando possível, iremos analisar sangue do cordão e tecido placentário separadamente para comparar os perfis de metilação de ambos os tecidos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CAROLINA SILVEIRA DA SILVA1201/08/201731/07/2018
CAROLINA SILVEIRA DA SILVA301/01/201731/12/2017
DENISE MARQUES MOTA123/03/201631/12/2016
IANDORA KROLOW TIMM SCLOWITZ105/04/201531/12/2016
ISABEL OLIVEIRA DE OLIVEIRA105/04/201531/12/2016
MARCELLA MALDONADO GARCIA1201/08/201531/07/2016
SABRINA OLIVEIRA DA COSTA101/01/201731/12/2017

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
Fundação Bill & Melinda GatesR$ 1.200.000,00

Página gerada em 07/12/2019 07:31:48 (consulta levou 0.085446s)