Nome do Projeto
Análise da Qualidade da Água na Bacia do Arroio do Padre/RS: subsídios para a gestão de recursos hídricos
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/01/2018 - 31/12/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas - Geografia
Resumo
A importância de se estudar a bacia hidrográfica do Arroio do Padre, apesar do seu tamanho reduzido, se deve ao fato dela concentrar as principais nascentes de alguns dos mananciais que abastecem os municípios de Pelotas e Arroio do Padre. Ao estabelecer relações entre os diferentes usos e ocupação da terra e a qualidade da água nesta bacia, teremos a oportunidade de identificar algumas das causas da degradação dos recursos hídricos, bem como determinar os reflexos das interferências antrópicas na qualidade da água como um todo. Além disso, a configuração de uso e ocupação da terra presentes na bacia do Arroio do Padre se repete nas bacias adjacentes de forma que, as informações aqui coletadas e produzidas podem servir de guia para elaboração de projetos de gestão integrado nas bacias vizinhas.

Objetivo Geral

Objetivo Geral:
Estabelecer as relações sazonais entre o uso e ocupação da terra e a qualidade ambiental dos recursos hídricos na bacia do Arroio do Padre, através da realização de análises da qualidade da água, com base nos parâmetros físico-químicos, microbiológicos, concentração de nutrientes e de carga de sólidos totais e em suspensão, com o intuito de identificar os principais impactos decorrentes das atividades antrópicas desenvolvidas na área da bacia sobre os cursos d’água.
Objetivos específicos:
 Fazer uma análise comparativa dos parâmetros de qualidade de água nas nascentes principais do Arroio do Padre e em duas seções pré-escolhidas do canal principal, uma no meio curso e uma próxima à foz, como forma de estabelecer a variabilidade espacial e sazonal destes parâmetros;

 Fazer uma análise temporal sobre a quantidade de sólidos totais e em suspenção nas nascentes e ao longo do canal principal do Arroio do Padre em função do calendário agrícola da região, como forma de quantificar a variabilidade sazonal destes parâmetros em função das condições locais de uso da terra;

 Identificar fontes potenciais de contaminação dos recursos hídricos na área da bacia, afim de estabelecer as possíveis relações entre as atividades antrópicas com os índices de qualidade da água;

 Contribuir para a estruturação de banco de dados georreferenciados que agregue em um só ambiente todos os dados qualitativos e quantitativos disponíveis, que possam servir de subsídios à gestão dos recursos hídricos na área da bacia.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
MAURICIO MEURER421/03/201631/12/2017
NELSON CICCONET221/03/201631/12/2017

Página gerada em 09/12/2019 21:51:12 (consulta levou 0.061366s)