Nome do Projeto
Modelagem matemática do fluxo de emergência de plantas daninhas na cultura da soja em função das práticas de manejo
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
02/03/2018 - 01/03/2022
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Agrárias - Agronomia - Matologia
Resumo
A soja é um dos principais cultivos do Brasil, sendo a competição com plantas daninhas um dos principais fatores limitantes da produtividade da cultura. O surgimento de biótipos de plantas daninhas resistentes e o aumento da pressão social para reduzir a utilização de agrotóxicos criou a necessidade de desenvolver ferramentas para otimizar a aplicação de herbicidas e melhorar o controle de plantas daninhas. Desse modo, o objetivo deste projeto é gerar modelos de previsão do fluxo de emergência de Bidens pilosa, Digitaria ciliaris, Ipomoea grandifolia, Sida rhombifolia e Urochloa plantaginea em função da temperatura e umidade do solo e das práticas de manejo adotado na cultura da soja. Para tal, serão realizados estudos em laboratório, casa-de-vegetação e a campo da UFPel, no período compreendido entre setembro de 2016 a dezembro de 2019. O primeiro estudo determinará as temperaturas cardeais e potencial hídrico para predição do modelo de emergência. O segundo, terceiro e quarto determinarão a profundidade e influencia da umidade do solo e cobertura vegetal na emergência de plantas daninhas. Já, o quinto e sexto determinam o fluxo de emergência em função da época de semeadura e manejo herbicida e o sétimo complementa com a taxa de crescimento e desenvolvimento dessas espécies. O oitavo compara o fluxo de emergência em função da rotação de culturas e preparo do solo, sendo que o nono complementa com a avaliação da produção e dispersão de sementes e o décimo com a avaliação da longevidade do banco de sementes. Os resultados obtidos permitirão obter informações para predizer o fluxo de emergência das principais espécies de plantas daninhas da cultura da soja, bem como recomendar práticas de manejo para o seu controle em diferentes épocas de semeadura e sistema de cultivo.

Objetivo Geral

Identificar qual a temperatura e umidade do solo que propicia o início do principal fluxo de emergência de Bidens pilosa, Digitaria ciliaris, Ipomoea grandifolia, Sida rhombifolia e Urochloa plantaginea em função das práticas de manejo adotado na cultura da soja e gerar modelos de previsão do fluxo de emergência dessas espécies.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
EDINALVO RABAIOLI CAMARGO102/03/201801/03/2022
JULIANO GAZOLA102/03/201801/03/2022
LUIS ANTONIO DE AVILA102/03/201801/03/2022
RENAN RICARDO ZANDONÁ 1002/03/201801/03/2022

Página gerada em 18/09/2019 15:01:47 (consulta levou 0.106100s)