Nome do Projeto
Biologia da Polinização de Dicliptera squarrosa Ness (Acanthaceae) no Sul do Brasil
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/04/2018 - 31/12/2018
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Biológicas - Botânica
Resumo
Atualmente, as angiospermas são dominantes no mundo todo e um dos fatores mais importantes para que isso ocorresse foi a evolução do sistema reprodutivo que é fundamental para a perpetuação das espécies. Existem dois tipos de reprodução nesse grupo de plantas, a reprodução assexuada e sexuada. A primeira etapa da reprodução sexuada nas angiospermas é a polinização e a maioria das plantas nas regiões tropicais necessita de animais para a realização desse processo. Analisando a oferta de recursos em conjunto com os atributos da flor é possível delimitar as síndromes de polinização, que são baseadas na cor e forma dos verticilos florais, o tipo de recompensa ofertada e a ocorrência ou não de odores. Acanthaceae é uma família inserida na ordem Lamiales, considerada monofilética, que contém aproximadamente 240 gêneros e 3.250 espécies. Dentre eles podemos citar o gênero Dicliptera o qual está distribuído por toda a região tropical e subtropical do mundo. Dicliptera squarrosa é uma espécie encontrada desde o sul do Brasil até a região ocidental do Amazonas, sua ocorrência é descrita, predominantemente, em locais de solo arenoso, borda de matas e matas ciliares. Devido aos escassos trabalhos sobre biologia floral de espécies de Dicliptera, estudos sobre polinizadores e biologia reprodutiva auxiliam na otimização de metodologias para preservação, além de contribuir na compreensão de interações entre as plantas e seus polinizadores, justificando o presente trabalho. Supõe-se que os polinizadores efetivos de Dicliptera squarrosa sejam troquilídeos (beija-flores) e, portanto, a reprodução seja cruzada. Este trabalho visa determinar o polinizador efetivo e descrever o sistema reprodutivo de Dicliptera squarrosa. O estudo será realizado em uma área próxima à barragem da Eclusa, localizada no município de Capão do Leão, Rio Grande do Sul, Brasil. Para avaliar o sistema reprodutivo, cinco tratamentos serão realizados: autopolinização espontânea, autopolinização manual, polinização cruzada, agamospermia e controle. Observações focais serão feitas para determinar o polinizador específico, sendo avaliado o tempo e o comportamento durante a visita. Para medir volume de néctar uma microsseringa de 10µL será utilizada e sua concentração será medida através de um refratômetro manual.

Objetivo Geral

Objetivo Geral
Determinar o polinizador efetivo e descrever o sistema reprodutivo de Dicliptera squarrosa, em agrupamentos no município de Capão do Leão, Rio Grande do Sul, Brasil.

Objetivos Específicos
- Identificar o polinizador efetivo;
- Identificar os visitantes florais;
- Descrever o Sistema de Reprodução.
- Medir volume e concentração de néctar.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
FERNANDA SOUZA VICTORIA301/04/201831/12/2018
ISIS PAGLIA VITAL CHAVES1201/04/201831/12/2018

Página gerada em 26/08/2019 00:32:56 (consulta levou 0.070692s)