Nome do Projeto
Intenção de amamentar, duração do aleitamento materno e motivos para o desmame entre mães do sul do Brasil pertencentes a estudo multicêntrico de referência antropométrica infantil
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
13/03/2018 - 31/03/2019
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Nutrição
Resumo
A amamentação, de acordo com evidências científicas, é uma decisão que afeta diretamente a saúde, nutrição e o desenvolvimento da criança e a saúde materna, devido aos seus inúmeros benefícios. O Ministério da Saúde recomenda que o aleitamento materno, seja exclusivo até o sexto mês de vida da criança e complementado até dois anos de idade. Apesar de todas as comprovações científicas da importância da amamentação, sabe-se que a duração do aleitamento materno em vários lugares do mundo ainda está aquém do recomendado. Um forte preditor para a iniciação e duração da amamentação é a intenção de amamentar, desde que o contexto seja favorável, pois esta geralmente é estabelecida no início da gestação e muitas vezes pode ser modificada frente às reais dificuldades após o parto. A literatura mostra diferentes motivos para o desmame conforme a idade da criança, fato que pode nortear as estratégias de intervenção para cada realidade. Este projeto visa conhecer a prevalência de intenção de amamentar exclusivamente até os seis meses e de prolongar a amamentação até pelo menos os 12 meses e descrever a duração do aleitamento materno e os motivos para o desmame entre mães com intenção de amamentar do sul do Brasil. Para isso, utilizar-se-á de dados de estudo longitudinal, com crianças nascidas em quatro maternidades da cidade de Pelotas entre os meses de setembro de 2014 e fevereiro de 2015, participantes do estudo multicêntrico de referência antropométrica infantil, o qual contempla mais quatro países, que objetiva a construção de uma referência multicêntrica de composição corporal de crianças menores de 2 anos de idade. As crianças foram acompanhadas aos 3, 6,9, 12, 18 e 24 meses, para coleta de informações sobre a alimentação, desmame, morbidades, internações, medidas antropométricas e administração de deutério. Para avaliar os motivos para o desmame será aplicado um questionário, entre as mães que interromperam a amamentação no primeiro ano de vida, por meio de contato telefônico ou presencial. A identificação dessas mães foi feita através de um levantamento sobre a duração do aleitamento materno, durante os acompanhamentos e também por meio de contato telefônico, para as faltosas, onde foi perguntado em qual idade o bebê parou de mamar.

Objetivo Geral

 Apresentar a prevalência de intenção de amamentar exclusivamente até os seis meses entre mães de recém nascidos de Pelotas;
 Descrever a prevalência da intenção de amamentar por pelo menos 12 meses entre mães de recém nascidos da cidade de Pelotas;
 Descrever a duração do aleitamento materno entre mães com intenção de amamentar pertencentes a estudo multicêntrico de construção de referência antropométrica infantil;
 Descrever a duração do aleitamento materno conforme a escolaridade, situação conjugal, ocupação e número de gestações prévias de mães pertencentes a estudo multicêntrico de construção de referência antropométrica infantil;
 Descrever os motivos para o desmame entre as mães que desmamaram antes dos 12 meses.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
BIANCA DEL PONTE DA SILVA113/03/201831/03/2019
SHEILA AFONSO DO AMARAL213/03/201831/03/2019

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
International Atomic Energy Agency R$ 145.700,00

Página gerada em 24/01/2021 10:18:13 (consulta levou 0.086467s)