Nome do Projeto
Estruturas corporais e o desempenho produtivo de vacas e seus bezerros
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
16/05/2018 - 18/05/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias - Zootecnia
Resumo
O projeto de pesquisa trata de determinar o efeito da estrutura corporal das vacas de cria na produtividade do sistema produtivo. Para tanto usar-se-á vacas de cria de quatro grupos genéticos, sendo as mesmas avaliadas durante um ciclo de produção desde a parição até o diagnóstico de gestação subsequente. O desmame dos bezerros será realizado aos 63 dias. Durante o período de avaliação as vacas permanecerão em pastagem nativa em uma lotação média de 0,9 vacas/hectare. A idade das vacas vai variar de 3 a 9 anos.As vacas e bezerros serão pesados ao parto, desmame e final do período de acasalamento.O desempenho reprodutivo será avaliado através de ultrassonografia realizada 60 dias após o término do período reprodutivo. Posteriormente para as análises de eficiências dos sistemas todas as variáveis serão ajustadas pelos indicadores reprodutivos das vacas sendo feita uma análise de eficiência biológica ajustada aos resultados reprodutivos. As aferições de medidas biométricas serão realizadas com uso de fita métrica e esquadro, sendo sempre realizadas em tronco de contenção (LÔBO et al., 2002). Tanto nas vacas como nos bezerros as medidas avaliadas serão de altura do posterior ou da garupa, correspondendo à distância do sacro até a superfície do solo, sendo estas medidas tomadas com auxílio de um esquadro; perímetro torácico (Circunferência de tórax), perímetro de braço (Circunferência do braço) e comprimento do animal correspondendo à distância entre a cernelha e inserção da cauda, com auxílio de fita métrica.As produções de leite das vacas serão realizadas aos 21, 42 e 63 dias pós-parto sendo utilizado o método direto, por meio de ordenha mecânica. A ordenha das vacas deve iniciar 6horas da manhã seguinte, com a contenção das mesmas em tronco especial, evitando o estresse e desconforto animal. A ordenha, com duração média de cinco minutos, será realizada em dois quartos do úbere, um dianteiro e outro traseiro, para que os outros dois quartos fiquem disponíveis para o bezerro se alimentar.Os bezerros machos filhos das vacas serão avaliados durante sua recria até o abate aos 24 meses de idade em regime de pastagem ou de confinamento. Durante a fase de recria serão coletados somente serão coletados somente dados de desempenho dos para elaboração do modelo bioeconômico. O mesmo será elaborado com auxílio de software estatístico e levará os seguintes parâmetros: heterose do grupo genético; peso ao desmame; ganho em kg do desmame ao final da terminação, consumo

Objetivo Geral

OBJETIVO GERAL
Determinar o efeito da estrutura corporal de vacas de cria na produtividade do sistema. Gerando conhecimentos que contribuam para uma melhor compreensão sobre a escolha da estrutura corporal dos bovinos que melhor se adapte.

Objetivos específicos
- Avaliar a evolução da condição corporal de fêmeas do parto a desmama;
- Avaliar a produção de carne do conjunto vaca – bezerro;
- Relacionar o tamanho da estrutura corporal com a quantidade de kg produzido pelo conjunto vaca – bezerro;
- Determinar a produção de leite de vacas de diferentes tamanhos;
- Determinar o efeito da produção de leite da vaca no desenvolvimento dos bezerros
- Avaliar a eficiência reprodutiva desta primípara em sua segunda estação de acasalamento
- Relacionar o intervalo entre partos com a quantidade de kg produzidos pelo conjunto fêmea/bezerro desde o nascimento até a desmama.
- Determinar à viabilidade econômica do sistema em questão.
- Avaliar o desempenho dos diferentes grupos genéticos durante as fases de recria;
- Avaliar o desempenho dos diferentes grupos genéticos terminados em confinamento ou pastagem;
Avaliar as características da carne de acordo com o grupo genético e sistema de terminação;
- Desenvolver um modelo bioeconômico;
- Verificar quais as características produtivas de maior impacto econômico dentro de um sistema de recria e engorda;

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALLAN PATRICK TIMM DE OLIVEIRA1613/08/202018/05/2021
ARIONE AUGUSTI BOLIGON105/04/201615/05/2018
CARINA CRIZEL DA VARA816/05/201831/03/2020
CASSIO CASSAL BRAUNER105/04/201615/05/2018
CRISTIANO HAETINGER HUBNER105/04/201615/05/2018
DANIEL DUARTE DA SILVEIRA216/05/201818/05/2021
DEBORA BERGMANN BOCK2001/08/201931/07/2020
EDUARDO MADEIRA CASTILHO1603/09/201918/05/2021
FRANCO DE ALMEIDA OLLÉ813/08/202018/05/2021
FÁBIO SOUZA MENDONÇA105/04/201615/05/2018
GUILHERME POLETTI216/05/201818/05/2021
GUSTAVO DUARTE FARIAS405/04/201615/05/2018
ISABELLA DIAS BARBOSA SILVEIRA105/04/201615/05/2018
LEONARDO ROCHA DA SILVA216/05/201818/05/2021
OTONIEL GETER LAUZ FERREIRA105/04/201615/05/2018
PABLO TAVARES COSTA205/04/201615/05/2018
ROGER MARLON GOMES ESTEVES105/04/201615/05/2018
STEFANI MACARI105/04/201615/05/2018
TIAGO ALBANDES FERNANDES205/04/201615/05/2018
WILLIAN SILVEIRA LEAL405/04/201615/05/2018

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
Programa de Pós-Graduação em ZootecniaR$ 150.000,00

Página gerada em 03/12/2020 23:50:42 (consulta levou 0.085501s)