Nome do Projeto
Associação entre a relação Testosterona/Cortisol com a porcentagem de fibras musculares rápidas e potência em atletas de futebol
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
22/05/2018 - 31/12/2019
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Educação Física
Resumo
O treinamento de potência é essencial para melhorar as funções orgânicas e fisiológicas . É necessária que a prescrição do treinamento seja individualizada e baseada em evidências, para melhora de performance e diminuir o risco de lesões nos atletas praticantes. Em atletas de ponta são necessárias avaliações constantes ao longo da temporada para o controle da prescrição de exercícios e treinos de forma individualizada, de acordo com as características fisiológicas de cada atleta. O teste físico, juntamente com a análise sanguínea, podem traçar bons parâmetros para caracterizar cada atleta, com o objetivo de direcionar o trabalho para melhorar funções exclusivas . A análise da relação testosterona/cortisol é importante para o rastreio hormonal e metabólico do atleta durante a temporada, sendo um preditor de carga de treino, associando se o atleta tem uma predominância de aumento (mais testosterona - anabolismo) ou diminuição (mais cortisol – catabolismo) de massa magra, e certamente este fator está relacionado com maior potência, e possivelmente, maior performance. O objetivo deste trabalho é associar a relação testosterone/cortisol com as características de potência e porcentagem de fibras musculares rápidas em atletas de futebol professional. Este projeto insurge de um projeto de extensão denominado “Projeto Futebol: Alto Rendimento”, coordenado pelos pesquisadores autores deste projeto de pesquisa. Com isto, o projeto será realizado com atletas profissionais do Grêmio Esportivo Brasil que fazem parte do plantel que disputa a série B do Campeonato Brasileiro de 2018 e que disputarão o Campeonato Gaúcho da primeira divisão em 2019. A coleta de dados será no centro de treinamento da equipe participante, com utilização de tapete de contato (Jump System 1.0®, CEFISE, Nova Odessa, Brasil), e a coleta de sangue faz parte da rotina de acompanhamento dos atletas, será realizada por Laboratório de Apoio ao Clube e independe deste estudo.

Objetivo Geral

Objetivo geral
O objetivo deste trabalho é associar a relação testosterone/cortisol com as características de potência e porcentagem de fibras musculares rápidas em atletas de futebol professional.
Objetivos específicos
a) Identificar a transferência de força do squat jump para a potencia no contramovimento jump em atletas profissionais.
b) Relacionar a potência muscular e o percentual de fibras musculares do tipo II do vasto medial no teste de saltos múltiplos com a relação testosterona/cortisol em atletas profissionais.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CAMILA BORGES MÜLLER222/05/201831/12/2019
ERALDO DOS SANTOS PINHEIRO222/05/201831/12/2019
RAFAEL BUENO ORCY222/05/201831/12/2019
TAIRÃ GONÇALVES SOARES222/05/201831/12/2019

Página gerada em 20/08/2019 09:17:32 (consulta levou 0.076441s)