Nome do Projeto
ELABORAÇÃO E CARACTERIZAÇÃO DE MICROCÁPSULAS DE BIOPOLÍMEROS CONTENDO ÓLEO ESSENCIAL Melaleuca alternifolia E DETERMINAÇÃO DE SUA CAPACIDADE ANTIOXIDANTE E ANTIMICROBIANA
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
02/07/2018 - 31/07/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Multidisciplinar - Interdisciplinar - Meio Ambiente e Agrárias
Resumo
Vários estudos têm proposto finalidades mais eficientes para destino correto dos resíduos, tanto os industriais como os agroindustriais. O Brasil é um dos maiores produtores e exportador de sucos cítricos. A alta produtividade deste cultivo e o processamento dos frutos geram grandes quantidades de resíduos, formados por restos de cascas, polpa e membranas. A pectina é um estabilizante natural derivado de frutas cítricas que formam um grupo heteromolecular de polissacarídeos encontrados na parede celular das células vegetais e nas camadas intercelulares. Atualmente desenvolvem-se estudos sobre metodologias que otimizem processos de geração, coleta, destinação, tratamento e beneficiamento dos resíduos gerados em diversas áreas como na de citros e de crustáceos. Na industrialização dos crustáceos, é gerada uma grande quantidade de resíduo altamente perecível, já que grande parte do corpo dos animais (carapaça, cabeça e patas) não é destinada ao consumo humano. Entre os compostos que podem ser obtidos a partir de resíduo dos crustáceos, destaca-se a quitina, que pode ser transformada em quitosana. A quitosana é um polissacarídeo, derivado da quitina, a qual constitui a maior parte dos exoesqueletos dos insetos, crustáceos e parede celular de fungos. . As indústrias de cosméticos e farmacêuticos estão em busca por compostos bioativos que possam vir a ser utilizados como carreadores de drogas e produtos dermatológicos. Para que o uso de bioativos seja possível é necessário um modo de proteger, prolongar e controlar a liberação do composto, sendo a microencapsulação um dos métodos utilizados. O uso de polímeros naturais como matéria de revestimento em processos de microencapsulação encontra-se em destaque por apresentarem baixo custo, serem atóxicos, biodegradáveis e biocompatíveis,. As micropartículas são sistemas poliméricos esféricos de tamanho variando entre 1 e 1000 µm. e a escolha do material encapsulante necessita de um método aplicável para formar as microcápsulas, o que depende do tipo do polímero e como o produto irá atuar. Os óleos essenciais são reconhecidos por suas propriedades benéficas à saúde e são empregados em tratamentos alternativos e complementares aos medicamentos. A Melaleuca (Melaleuca alternifolia), é uma espécie arbórea da família Myrtaceae, oriunda da Austrália, utilizada por aborígenes há mais de 80 anos. Seu principal produto é o óleo essencial, de grande importância econômica sendo utilizado em muitas formulações tópicas.

Objetivo Geral

O presente projeto tem como objetivo a elaboração e caracterização de microcápsulas formuladas a partir dos biopolímeros pectina e quitosana.
Após a obtenção das microcápsulas por coacervarão simples, o óleo essencial de Melaleuca altemofolia será microencapsulado e submetido a testes de resistência e liberação controlada, bem como para determinação de sua capacidade antioxidante e de seu potencial antimicrobiano perante as cepas de Escherichia coli, Staphylococcus aureus e Klebsiella pneumoniae.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALESSANDRA MACHADO DE OLIVEIRA2002/07/201831/07/2018
LIGIA FURLAN202/07/201831/07/2018

Página gerada em 07/08/2022 22:21:09 (consulta levou 0.043457s)