Nome do Projeto
Sistemas de Inteligência Territorial e suas aplicações em Cadastros Multifinalitários: Estudo de Caso no Município de Rio Grande
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
31/05/2018 - 31/07/2020
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geodésia
Resumo
Inicialmente, é fundamental entender que os sistemas territoriais, alvo de ocupação, uso, subsistência, exploração econômica, e de todos os processos estabelecidos pelas presença das sociedades humanas, são extremamente complexo, de difícil modelagem, de dinâmica irregular, e atualmente pressionado pelas políticas de sustentabilidade. Assim, o desenvolvimento da tecnologia da informação espacial é extremamente estratégico na gestão desses ambiente físico, desse instituto jurídico, desse produto de alto valor econômico. A desqualificação da informação sobre o território é altamente comprometedora da qualidade de vida da população nele vivente. O Município de Rio Grande, primeiro a ser ocupado nessas terras segundo os padrões de organização contemporâneos, possui características muito interessantes para a observação do fenômeno de qualificação da tecnologia da informação aplicada a gestão pública: possui mais de 200 mil habitantes, território extenso e heterogêneo com grande orla oceânica e lagunar, extensas áreas agrícolas de cultivares diversos, sítios históricos e de alto valor ambiental. Suas bases de dados são, no entanto, obsoletas, ainda analógicas, e de crítica insuficiência. Além disso, sofreu um processo de crescimento urbano acelerado e desordenado nas últimas décadas, e, mais recentemente, passou por recente boom imobiliário em função de grandes investimentos exógenos. Um observador técnico, com caráter crítico, observa facilmente as carências estruturais elementares, a notória degradação ambiental, o crescente processo de segregação social e um dos maiores déficits habitacionais do estado. Quando a administração municipal, democraticamente empossada, preocupa-se com esse cenário e empreende no sentido de abordar a questão do conhecimento e da inteligência do território, com compromisso na economicidade do sistema, na responsabilidade territorial e na qualificação sócio-ambiental, assume a autoridade que lhe é transferida pela sociedade e propicia momento inédito à academia de investigar os efeitos que uma grande transformação estrutural na tecnologia da informação disponível nessas instâncias irá produzir.

Objetivo Geral

Acompanhar o ciclo completo de concepção, contratação, execução e consolidação da implantação de um Sistema de Informações Territoriais no município do Rio Grande, permitindo a intervenção seletiva, com aplicação de tecnologia da informação, de métricas territoriais precisas e do conteúdo técnico-científico cadastral, para produção de resultados que estejam conformes as Diretrizes Nacionais para Cadastros Territoriais Multifinalitários. Produzir, a curto prazo, avaliação e medida quali/quantitativa dos impactos da obra cadastral nos processos administrativos locais, tendo em vista as temáticas tributárias, fundiárias, socioeconômicas, de infraestrutura urbana e rural, da qualidade ambiental e da imagem do gestor público ao assumir a responsabilidade de desenvolver tal complexo sistema numa instância municipal de médio porte em grave cenário de defasagem da base de informações em uso.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANA LUIZA BERTANI DALL'AGNOL431/05/201831/07/2020
ANDREA SOUZA CASTRO131/05/201831/07/2020
ARTHUR SPEROTTO PERUZZO2031/05/201831/07/2020
DANIEL BAPTISTA DE MEDEIROS1231/05/201831/07/2020
LARISSA LOEBENS1231/05/201831/07/2020
LOUISE HOSS2031/05/201831/07/2020
MAURIZIO SILVEIRA QUADRO131/05/201831/07/2020
WILLIAN CEZAR NADALETI131/05/201831/07/2020

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
Fundação de Apoio à Universidade do Rio GrandeR$ 1.073.200,00

Página gerada em 22/09/2019 22:19:12 (consulta levou 0.073311s)