Nome do Projeto
Materiais Didáticos de Ciências e Biologia: em busca da qualificação da educação numa perspectiva transformadora e inclusiva
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
02/02/2019 - 01/02/2020
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas - Educação - Ensino-Aprendizagem
Resumo
São muitas as questões que afligem as escolas de Educação Básica, os professores e os formadores de professores em nosso país. Dentre elas enfatiza-se a relação entre a teoria e a prática, a inovação pedagógica, o processo de inclusão escolar e a aprendizagem dos alunos que na sociedade atual tem se alterado permeada pelas tecnologias, bem como, pelas mudanças nas formas de educar e compreender da juventude. Manter a escola inalterada face a tantas mudanças nos parece ampliar a sua ineficiência como locus de produção de conhecimento e construção da cidadania. Ao mesmo tempo como provocar mudanças, rever práticas e conceitos sem que os professores estejam abertos à inovação e sem que os alunos estejam envolvidos? E, ainda, que formação de professores se torna necessária neste contexto? Investigações realizadas pelo núcleo de pesquisa em recursos didáticos para o ensino de Ciências e Biologia, Trabalhos de Conclusão de Curso (TCC) desenvolvidos por alguns alunos da licenciatura em Ciências Biológicas e pesquisas realizadas por mestrandos do Programa de Pós-Graduação em Ensino de Ciências e Matemática vêm demonstrando o quanto a utilização de diferentes recursos didáticos no espaço escolar, dependendo de como é mediado pelo professor, podem contribuir para o melhor entendimento e socialização do conhecimento científico. Várias pesquisas apontam (Krasilchik e Marandino, 2004; Galiazzi et al 2008; Bizzo, 2009; Marandino et al 2009; Duso e Hoffmann, 2013) a importância de estratégias metodológicas diferenciadas e a necessidade de superação de aulas predominantemente expositivas, centradas na figura do professor e priorizando a memorização. A que se considerar também a importância de estudos, planejamento e confecção de recursos didáticos adaptados para pessoas com necessidades educativas especiais, que possam constituir em suporte para as práticas e aprendizagens na Educação Básica e no Ensino Superior. Urge superar a concepção de inclusão escolar como impossível de ocorrer devido a incapacidade de aprender dos alunos com necessidades educativas especiais (NEE), pois conforme Fernandez (2001) somos todos essencialmente humanos. Todos têm um potencial e uma modalidade particular de aprender, permeada por subjetividades, vivências, desejos. Neste contexto, conhecermos o universo particular das diferentes NEEs, através de estudos e produção de material pedagógico específico, diminui o preconceito e qualifica a formação inicial e continuada de professores.

Objetivo Geral

Objetivo Geral
• Oportunizar o planejamento, criação e elaboração de recursos didáticos para o Ensino de Ciências e Biologia, objetivando auxiliar na construção de conhecimentos nas escolas de Educação Básica, bem como estabelecer um espaço de troca de saberes, de fortalecimento das relações teórico-práticas e de qualificação da formação inicial e continuada de professores.
Objetivos específicos
• Estabelecer as interfaces entre ensino, pesquisa e extensão, através de ações e projetos voltados para a construção de inovações na prática pedagógica, seja no campo universitário quanto na educação básica;
• Instituir um espaço de produção, criação, armazenamento e registro de acervo de recursos didáticos para o Ensino de Ciências e Biologia, bem como de investigação sobre finalidades e possibilidades que apresentam;
• Possibilitar a produção de recursos didáticos para o Ensino de Ciências e Biologia, numa perspectiva inovadora, construtiva, criativa e inclusiva, que possibilitem a alunos e professores a qualificação de suas práticas;
• Oportunizar aos professores de Ciências e Biologia, da educação básica do Município de Pelotas, um espaço pedagógico para a visita dos alunos, para produção e empréstimos de materiais didáticos, programas e recursos envolvendo diferentes conceitos, bem como de permanente reflexão da práxis;
• Disponibilizar subsídios / material para que os acadêmicos do curso de Licenciatura possam criar material didático para o ensino de Ciências e Biologia, como forma de promover a criatividade e estimular a adoção de estratégias diferenciadas em sala de aula;
• Proporcionar o empréstimo do acervo para as aulas dos cursos de Bacharelado e Licenciatura em Ciências Biológicas, dando suporte às disciplinas do curso, bem como aos projetos de ensino e extensão do curso de Licenciatura;
• Estabelecer parceria com programas como o PBID / Biologia e outros projetos voltados ao ensino, bem como, com a pós-graduação em Ensino de Ciências e Matemática (PPGECM/UFPel) na construção de estratégias e produção de recursos didáticos adaptados ou não;
• Manter permanente registro e observatório sobre recursos e práticas utilizados em diferentes contextos (grupos de pesquisa, práticas de professores, resultados de pesquisas, mídias, publicações, entre outros), analisando, registrando e socializando suas concepções e possibilidades;
• Desenvolver pesquisa acadêmica sobre recursos didáticos adaptados para pessoas com necessidades educativas especiais

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
MILENE SOARES DIAS501/02/201701/02/2019
Priscila Krüger Voigt501/02/201701/02/2019
RITA DE CASSIA MOREM COSSIO RODRIGUEZ301/02/201701/02/2019
ROBLEDO LIMA GIL301/02/201701/02/2019
STHÉFANI BORGES BREGUE501/02/201701/02/2019

Página gerada em 09/12/2019 22:02:55 (consulta levou 0.085431s)