Nome do Projeto
Avaliação de vacinas contendo antígenos recombinantes de Clostridium spp.
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
30/07/2018 - 01/06/2022
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Medicina Veterinária Preventiva
Resumo
As clostridioses são enfermidades de curso extremamente rápido e fatal, sendo que a principal medida de controle e profilaxia nos rebanhos é através de vacinação dos animais susceptíveis. As vacinas atualmente disponíveis no mercado são constituídas de toxinas de diversas espécies de Clostridium spp. inativadas com formaldeído (toxoides), assim com, no caso de C. chauvoei, pelas células vegetativas inativadas (bacterinas). Inúmeros trabalhos têm demonstrado a baixa eficiência dessas formulações vacinais multivalentes em induzir resposta imune protetora nos animais, além disso a produção dessas vacinas é bastante laboriosa. O nosso grupo tem demonstrado em trabalhos publicados em revistas de impacto internacional, que os antígenos produzidos em sistema heterólogo são potenciais substitutos dos toxóides convencionais. Trabalhos realizados por Milach et al. (2012), Salvarani et al. (2013) e Moreira et al. (2016) demonstraram a eficiência dos antígenos recombinantes alfa, beta e épsilon de C. perfringens em induzir títulos de anticorpos neutralizantes (superiores aos recomendados pelo MAPA) em coelhos, suínos, ovinos, bovinos e caprinos, e equinos (dados não publicados). Quanto aos antígenos recombinantes contra o botulismo em ruminantes, Cunha et al. (2012), Moreira Jr. et al. (2016) e Otaka et al. (2017) demonstraram que as BoNTs sorotipos C e D recombinantes são eficientes em induzir títulos de anticorpos neutralizantes em cobaios, bovinos e bubalinos. Diante dos resultados promissores obtidos nos trabalhos supracitados e em contato constante com uma indústria brasileira do ramo de vacinas veterinárias, os próximos passos das nossas pesquisas, visa a simplificação do processo de produção dos antígenos recombinantes que já foram validados (C. perfringens e C. botulinum), através da construção de moléculas quiméricas contendo vários antígenos, assim como, a utilização de células do sistema de expressão Escherichia coli diretamente na imunização de animais. Assim, seguindo a ordem racional de avaliação do potencial dessas novas formulações, o primeiro passo será a avaliação da inocuidade e imunogenicidade dessas formulações em modelos animais: camundongos para antígenos de C. perfringens e C. tetani e cobaios para antígenos de C. botulinum e C. chauvoei (normativa n. 23/2002 e 47/1997 do MAPA).

Objetivo Geral

Objetivo Geral
- Avaliar vacinas recombinantes para controle de clostridioses causadas por C. botulinum, C. tetani, C. chauvoei e C. perfringens em modelos animais.

Objetivos Específicos
- Expressar os domínios imunodominantes dos antígenos de C. botulinum (rHcC e rHcD), C. tetani (rTenT), C. perfringens (rCPA, rCPB e rETX) e C. chauvoei (rFliC e rCCA).
- Comparar a imunogenicidade dos antígenos completos em relação aos domínios
imunodominantes de cada toxina em modelo animal.
- Avaliar a inocuidade e imunogenicidade das vacinas em camundongos.
- Quantificar o título de antitoxinas específicas presentes nos animais.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANGELA NUNES MOREIRA130/07/201831/12/2022
JAQUELINE FREITAS MOTTA2030/07/201831/12/2022
MÁRCOS ROBERTO ALVES FERREIRA2030/07/201831/12/2022
RAFAEL AMARAL DONASSOLO830/07/201831/12/2022
RAFAEL RODRIGUES RODRIGUES830/07/201831/12/2022

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CNPqR$ 110.000,00
FAPERGS (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Sul)R$ 42.000,00

Página gerada em 14/11/2019 09:53:21 (consulta levou 0.087314s)