Nome do Projeto
Biossegurança na educação: o cotidiano acadêmico como subsídio para implantação de um plano de gerenciamento de resíduos químicos e biológicos na Biotecnologia/UFPEL
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/10/2018 - 31/08/2021
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Resumo
Nas últimas décadas, é possível visualizar um avanço significativo no que tange a produção e gerenciamento de resíduos resultantes das mais diversas atividades humanas ao redor do planeta. Essa conscientização busca adotar estratégias que deem suporte ao desenvolvimento humano em consonância a preservação ambiental, haja vista que uma das principais preocupações junto a questão do gerenciamento de resíduos têm seu destino final na atmosfera. É fato que a geração de resíduos é intrínseca a praticamente toda e qualquer atividade humana, não sendo apenas exclusividade de alguns setores da sociedade, como a indústrias, por exemplo, e dessa forma laboratórios de ensino e pesquisa em escolas e universidades públicas e/ou particulares, bem como em institutos de pesquisa propriamente ditos, também são geradores de resíduos de notória diversidade, e, embora sejam produzidos em volume reduzido, os mesmos podem representar cerca de 1% do total de resíduos perigosos produzidos em um país desenvolvido. Tratando-se da necessidade real de gerenciar corretamente os resíduos oriundos das atividades acadêmicas que muitas instituições, a exemplo da UNICAMP, UFRGS, UFPR, USP - São Carlos e UNESP tem buscado implementar junto à comunidade estudantil projetos de gerenciamento de resíduos de laboratórios. Entretanto, muitos desses planos buscam ações de curto prazo, enfatizando apenas a segregação dos materiais em detrimento da neutralização ou possível reaproveitamento dos resíduos de forma efetiva. Os cursos de Graduação e Pós Graduação em Biotecnologia da Universidade Federal de Pelotas (UFPEL), localizado no campus Capão do Leão, atualmente contam com uma comunidade de aproximadamente de 200 alunos e 20 servidores e caracteriza-se por abrigar diversas áreas de conhecimento em suas atividades acadêmicas. Em virtude disso, os laboratórios da unidade onde são desenvolvidas atividades de ensino, pesquisa e extensão constituem uma fonte constante de geração de RSS, além dos mais diversos tipos de resíduos. Portanto, o presente trabalho propõe identificar e classificar dentre os RSS resultantes das atividades acadêmicas do curso de Graduação e Pós Graduação em Biotecnologia (UFPEL), os pertencentes aos grupos A e B de acordo com a resolução nº 358 do CONAMA, orientando quanto a correta destinação final de acordo com a legislação vigente, bem como, levantar dados que contribuam para a elaboração de um Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde na unidade.

Objetivo Geral

Subsidiar, desenvolver e implementar o Plano de Gestão de Resíduos de Saúde (PGRSS) nos cursos de Graduação e Pós-Graduação em Biotecnologia da Universidade Federal de Pelotas.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CAROLINE DE PAULA LOPES CORREA401/10/201831/08/2021
GABRIELA DE QUADROS DA LUZ201/10/201831/08/2021
JACKSON GABRIEL MORAIS BECKER201/10/201831/08/2021
LUCIANO DA SILVA PINTO101/10/201831/08/2021
LUCIARA BILHALVA CORREA101/10/201831/08/2021
MARIA LUIZA DE OLIVEIRA ZANINI201/10/201831/08/2021
PRISCILA MARQUES MOURA DE LEON101/10/201831/08/2021

Página gerada em 20/10/2019 18:37:45 (consulta levou 0.088534s)