Nome do Projeto
Avaliação da presença de Pythium insidiosum em imaturos e adultos de Culex quinquefasciatus
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/10/2018 - 01/10/2020
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências Biológicas - Microbiologia - Micologia
Resumo
Pythium insidiosum é um importante oomiceto patógeno de mamíferos que causa a pitiose, uma doença grave, de rápida evolução e difícil tratamento, endêmica em regiões de clima quente. A enfermidade é descrita em vários Países, sendo frequente em humanos na Tailândia e equinos no Brasil. Em seu ciclo biológico, P. insidiosum utiliza plantas aquáticas para desenvolvimento e reprodução assexuada produzindo zoósporos infectantes, que são liberados nas águas. Relatos prévios apontam a recuperação de P. insidiosum de larvas de Culex quinquefasciatus na Índia e de larvas de Aedes aegypti no Brasil. Estes relatos sugerem que este oomiceto apresenta afinidade por hospedeiros invertebrados, podendo utilizar larvas de mosquitos para completar seu ciclo de vida e expandir seu nicho ecológico. Na pitiose em animais, comumente observa-se que as lesões cutâneas nas espécies afetadas ocorrem em regiões que estão em maior contato com a água; todavia, relatos de infecção em animais e humanos sem histórico de contato com ambientes aquáticos, induzem a questionamentos a respeito da presença de outras fontes de infecção, incluindo os culícideos como uma provável fonte de infeção. Considerando que Culex quinquefasciatus tem ampla distribuição no RS, que suas larvas são aquáticas e compartilham o mesmo nicho ecológico com P. insidiosum, torna-se relevante estudar a participação destes insetos na epidemiologia da pitiose, bem como no ciclo biológico de P. insidiosum. Desta forma, elaborou-se o presente estudo que busca averiguar in vitro e no ambiente se larvas de C. quinquefasciatus em seus diferentes estágios podem ser infectadas com zoósporos de P. insidiosum, bem como se o oomiceto está presente na fase adulta do mosquito

Objetivo Geral

Objetivo geral
Verificar se P. insidiosum é capaz de infectar larvas e adultos de C. quinquefasciatus.

Objetivos específicos
- Avaliar, em condições experimentais controladas, se larvas de C. quinquefasciatus em diferentes estágios são infectadas com os zoósporos de P. insidiosum;
- Avaliar se a presença de zoósporo de P. insidiosum em condições experimentais controladas, afeta o desenvolvimento, taxa de mortalidade e motilidade das larvas de C. quinquefasciatus;
- Verificar, em condições experimentais controladas, se a fase adulta de C. quinquefasciatus é infectada por P. insidiosum;
- Pesquisar a presença de P. insidiosum em larvas de culicídeos oriundos de criatórios naturais na região sul do Rio Grande do Sul;
- Monitorar a presença de P. insidiosum em ambientes aquáticos onde se encontram os criatórios naturais de culicídeos na região sul do Rio Grande do Sul.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CAROLINA LITCHINA BRASIL501/10/201801/10/2020
CAROLINE QUINTANA BRAGA3001/10/201801/10/2020
CRISTIANE TELLES BAPTISTA501/10/201801/10/2020
DAIANE DRAWANZ HARTWIG101/10/201801/10/2020
ELVIA ELENA SILVEIRA VIANNA101/10/201801/10/2020
GIOVANA MANCILLA PIVATO801/10/201801/10/2020
JÚLIA DE SOUZA SILVEIRA501/10/201801/10/2020
MICHAELA MARQUES ROCHA501/10/201801/10/2020

Página gerada em 19/10/2019 19:18:44 (consulta levou 0.077787s)