Nome do Projeto
Avaliação de Preservativos para Madeira Sólida e Painéis de Madeira Reconstituída
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
04/02/2019 - 17/12/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias - Recursos Florestais e Engenharia Florestal - Tratamento da Madeira
Resumo
A biodegradação é uma das principais restrições para a utilização de produtos de madeira. O tratamento preservativo da madeira consiste na aplicação de substâncias tóxicas aos agentes xilófagos, evitando a degradação da madeira. Tem se buscado, cada vez mais, a utilização de produtos que causem o menor impacto possível ao ambiente. Neste contexto, o objetivo do presente projeto é avaliar a eficiência de preservativos no controle do ataque de fungos e insetos a madeiras sólidas e painéis de madeira reconstituída. Para os estudos com madeiras sólida serão utilizadas amostras de madeira de Pinus sp., oriundos de povoamentos florestais com aproximadamente 26 anos de idade. Para os corpo de prova dos painéis reconstituídos serão obtidos partículas de madeira de Pinus geradas a partir dos resíduos de madeira serrada, os painéis de madeira reconstituída de MDP serão produzidos em uma pressa hidráulica no Laboratório de Paíneis de Madeira (LAPAM) do Centro de Engenharias (CEng). As amostras serão dimensionadas conforme a norma utilizada e a demanda experimental. As substâncias avaliadas como preservativos da madeira que serão utilizadas no estudo serão obtidas a partir de extrativos da madeira, extratos da casca e demais fontes de extratos vegetais de espécies florestais exóticas (Acacia mearnsii, Eucalyptus sp., Pinus sp.) mencionadas na literatura científica tendo alguma potencialidade para utilização como preservativos da madeira. Também serão investigadas soluções obtidas a partir de resíduos de materiais lignocelulósico e substâncias sintéticas e semi sintéticas. Os experimentos de testes acelerados serão conduzidos conforme as normas técnicas da American Society for Testing and Materials (ASTM) para avaliação do controle de fungos ASTM D-2017 (1994b) e para controle de cupins as normas ASTM D-1413 (1994a) e ASTM 3345-D (1999) e a norma alemã DIN 68800 (1994). Para a avaliação da eficiência dos preservativos serão realizados testes acelerados e testes de campo. As avaliações de testes acelerados serão realizadas no Laboratório de Biodegradação da Madeira do CEng. Para o teste de campo será estabelecido um campo de apodrecimento no CAP. A partir do presente estudos espera-se identificar substâncias com potencialidade de serem utilizadas como preservativos para madeira sólida e para painéis de madeira reconstituída.

Objetivo Geral

Objetivo Geral:
Avaliar a eficiência de novos preservativos no controle de agentes xilófagos em madeiras sólidas e painéis de madeira reconstituídos.

Objetivos Específicos:

1) Identificar substâncias naturais e sintéticas com potencialidade de controlar a ação de agentes xilófagos;
2) Verificar o efeito de preservativos no desenvolvimento de fungos xilófagos em madeira sólida;
3) Avaliar o dano causado e a mortalidade de cupins xilófagos em madeira sólida e em painéis de madeira reconstituída tratados com novos preservativos;
4) Determinar o método de tratamento mais eficiente para cada preservativo avaliado.


Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CINTIA BOLDT SOUZA404/02/201917/12/2021
ERIKA DA SILVA FERREIRA204/02/201917/12/2021
FELIPE DOS SANTOS CARDOSO604/02/201913/12/2019
GABRIEL ANTUNEZ BRAZ404/02/201917/12/2021
GABRIEL VALIM CARDOSO204/02/201917/12/2021
LUCAS OERTEL DA FONSECA604/02/201919/07/2019
ROBERTO SOARES MACHADO604/02/201913/12/2019
VINICIUS NAGATOMO MACEDO404/02/201919/07/2019

Página gerada em 17/11/2019 20:57:42 (consulta levou 0.081930s)