Nome do Projeto
OCORRÊNCIA DE GEADAS NO ESTADO DO PARANÁ
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
03/09/2018 - 30/06/2019
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Climatologia
Resumo
A geada é um dos fenômenos climáticos que mais causam prejuízos para a atividade agrícola, sendo frequente no estado do Paraná durante o período de outono e inverno. A determinação da climatologia de geada esbarra no fato de que as séries de dados de temperatura mínima de relva são na maioria das vezes, curtas, incompletas ou inexistentes. Frente a este problema, pesquisadores têm sugerido a utilização de um valor de temperatura mínima de abrigo que represente o ambiente de ocorrência do fenômeno. O objetivo geral deste estudo é determinar a climatologia de ocorrência de geada no estado do Paraná através da utilização de dados de temperatura mínima do ar do abrigo meteorológico, tanto para ocorrência de geadas generalizadas como para geadas parciais e caracterizar o ambiente sinótico favorável ao fenômeno. Para a identificação dos eventos de geadas e para determinar a climatologia de ocorrência no período de 1999 a 2017, serão analisados dados de estações meteorológicas automáticas de superfície, do SIMEPAR (Sistema Meteorológico do Paraná), referente à temperatura mínima diária, umidade relativa do ar e velocidade do vento, nas cidades do estado do Paraná. A análise da dinâmica associada ao ambiente favorável aos casos de geada serão determinados a partir de dados de reanálises do National Center for Environmental Prediction – National Center for Atmosphere Research (NCEP/NCAR). Com este trabalho pretende-se obter um maior conhecimento da climatologia e da variabilidade de ocorrência de geadas no estado do Paraná. Espera-se identificar um padrão dinâmico recorrente favorável a ocorrência do fenômeno tanto para ocorrência de geadas generalizadas como para geadas parciais.

Objetivo Geral

O objetivo geral deste estudo é determinar a climatologia de ocorrência de geada no estado do Paraná através da utilização de dados de temperatura mínima do ar do abrigo meteorológico, tanto para ocorrência de geadas generalizadas como para geadas parciais e caracterizar o ambiente sinótico favorável ao fenômeno.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
LEONARDO JOSÉ GONÇALVES AGUIAR103/09/201830/06/2019
LUCAS ALBERTO FUMAGALLI COELHO403/09/201830/06/2019

Página gerada em 16/10/2021 12:53:56 (consulta levou 0.040091s)