Nome do Projeto
Validação de uma equação brasileira para predição da massa livre de gordura através da bioimpedância elétrica em uma população de idosos
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
05/11/2018 - 31/08/2019
Unidade de Origem
Área CNPq
Ciências da Saúde - Nutrição
Resumo
A bioimpedância elétrica é um dos métodos para estimativa da composição corporal mais utilizado, por ser relativamente barato, de fácil manuseio, portátil e não invasivo, se comparado com métodos mais sofisticados como a absorciometria por dupla emissão de raios-x. Ela é um método duplamente indireto, isso significa que a massa livre de gordura e a gordura corporal são estimadas a partir de um método de referência, como a absorciometria por dupla emissão de raios-x, por uma equação preditiva que utiliza dados da bioimpedância elétrica. Existem diversas equações, pois a precisão do método é afetada por diversas situações fisiológicas como concentração de eletrólitos, comprimento dos membros, distribuição da água corporal, que podem variar de acordo com idade, gênero e etnia. A aplicabilidade da bioimpedância elétrica em idosos é ideal, pois esta população sofre uma mudança na composição corporal, onde pode ocorrer o aparecimento de doenças crônicas devido ao aumento da massa gorda, além da sarcopenia por perda de força e massa muscular, sendo necessário o desenvolvimento de uma equação específica para prognósticos. Com isso o objetivo deste projeto é testar a validade da equação recentemente desenvolvida para população brasileira para predizer a massa livre de gordura em uma população de idosos brasileiros da cidade de Pelotas - RS. A partir de um estudo transversal onde serão utilizados dados secundários de uma subamostra com idosos de 60 anos ou mais (N=192), coletados de março a outubro de 2014. Para o presente estudo serão utilizados os dados de gênero, idade, cor da pele, peso, altura, índice de massa corporal, resistência e reatância obtidas a partir de aparelhos unifrequenciais e multifrequenciais de bioimpedância elétrica. Logo estes valores serão aplicados na equação brasileira preditiva de massa livre de gordura separada por sexo. Os dados de composição corporal dos idosos derivados da absorciometria por dupla emissão de raios-x serão utilizados como referência para a validação da equação de bioimpedância elétrica. Os dados serão analisados no pacote estatístico STATA 14.0. As variáveis categóricas serão descritas usando frequências absolutas e relativas, e as continuas serão descritas como média e desvio padrão (mediana e intervalo interquartil no caso de variáveis assimétricas). A comparação dos valores de porcentagem de massa livre de gordura encontrados a partir da equação brasileira e as equações de Genebra e NHANES III serão realizadas atrav

Objetivo Geral

Testar a validade de uma equação brasileira para ser usada na BE unifrequencial para predizer a MLG em uma população de idosos, usando como método de referência o DXA.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
NATALIA RODRIGUES CARDOZO405/11/201831/08/2019
THIAGO GONZALEZ BARBOSA E SILVA105/11/201831/08/2019

Página gerada em 23/08/2019 17:04:40 (consulta levou 0.063629s)