Nome do Projeto
Relação entre o consumo de alimentos ultraprocessados e a saúde bucal na infância e adolescência
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
13/02/2019 - 31/12/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde - Saúde Coletiva
Resumo
Alimentos ultraprocessados são produtos elaborados a partir de formulações industriais e contém ingredientes de uso exclusivo da indústria, como realçadores de sabor, aditivos e conservantes. Tipicamente, apresentam alta densidade energética, alta carga glicêmica, baixo índice de fibras e micronutrientes, além de concentrar altas quantidades de tipos não saudáveis de gorduras, açúcares e sódio. Quando consumidos com frequência, esses alimentos tornam-se extremamente prejudiciais à saúde. Seu consumo está cada vez mais presente na dieta da população mundial e brasileira. A grande maioria dos alimentos ultraprocessados contém açúcares em sua composição. A relação causal entre açúcares e cárie é bem estabelecida na literatura. Embora a sacarose seja o açúcar mais estudado na relação com a saúde bucal, evidências atuais apontam que outros carboidratos fermentáveis, provenientes de alimentos ultraprocessados, desempenham papel importante. Considerando as mudanças no padrão alimentar da população, as evidências sobre a relação entre açúcares e saúde bucal em termos de dose-resposta, frequência, quantidades e tipos de alimentos mais associados, assim como o papel de intervenções em nível individual e populacional têm sido questionadas na literatura e lacunas no conhecimento vem sendo discutidas recentemente. Ademais, as pesquisas desconsideram o conceito mais recente sobre o grau de processamento de alimentos. Torna-se relevante conhecer o papel dos alimentos ultraprocessados no desenvolvimento de problemas bucais, traduzindo informações relevantes de forma mais simples, além de fornecer recomendações para a população na mesma linguagem utilizada por outras áreas da saúde.

Objetivo Geral

Este projeto tem por objetivo analisar as evidências atuais sobre a relação entre o consumo de alimentos ultraprocessados e a saúde bucal na infância e adolescência. Para tanto, propõe-se uma combinação de resultados provenientes de: a) revisão sistemática, b) análises de dados longitudinais de um estudo de intervenção comunitário randomizado e controlado, e c) análises longitudinais de um estudo de coorte de nascimentos. A partir deste projeto de pesquisa, espera-se preencher lacunas no conhecimento, gerando um conjunto de evidências que poderão embasar protocolos relevantes para a prática de intervenções a nível clínico e populacional, bem como reforçar as ações de caráter multidisciplinar e intersetorial no combate às principais doenças crônicas do Brasil.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALUISIO JARDIM DORNELLAS DE BARROS113/02/201931/12/2021
JULIANA DOS SANTOS VAZ113/02/201931/12/2021
MARIA BEATRIZ JUNQUEIRA DE CAMARGO213/02/201931/12/2021
MATHEUS DOS SANTOS FERNANDEZ2001/08/201931/07/2020
MAURÍCIO SANTOS DE SOUZA813/02/201931/05/2019
NATHALIA RIBEIRO JORGE DA SILVA1212/01/202031/12/2020
THAIS MARTINS DA SILVA113/02/201931/12/2021

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
CNPqR$ 29.600,00

Página gerada em 26/01/2020 19:37:43 (consulta levou 0.086057s)