Nome do Projeto
Ecologia e Conservação de Ecossistemas Não Florestais na Região Neotropical
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
30/06/2019 - 31/07/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Biológicas - Ecologia - Ecologia Aplicada
Resumo
Os ecossistemas não florestais (ENF) predominam em quatro dos seis biomas no Brasil e cobrem proporções consideráveis dos dois biomas dominados por florestas (Amazônia e Mata Atlântica). Sua biodiversidade é comparável à das florestas, e além disso, as ENF fornecem serviços ecossistêmicos essenciais, incluindo fornecimento de água e armazenamento de carbono. A importância global da ENF brasileira já é reconhecida por vários critérios em avaliações globais. A Caatinga é classificada como um centro de diversidade de plantas e uma região de crise, o Pantanal como uma área de wilderness e o Cerrado como um hotspot de biodiversidade. Mal conhecidos fora e até mesmo dentro do Brasil, os campos do Pampa estão entre os campos naturais com a maior riqueza de espécies do mundo. No entanto, a conversão da ENF do Brasil ocorre em taxas alarmantes em todos os biomas. Como nas regiões florestais, a conversão em ENF é fortemente impulsionada pela demanda global por commodities, e a agricultura é o maior impulsionador da conversão de terras no Brasil. A conversão recente nos biomas da ENF é de magnitude semelhante à perda da floresta amazônica. Neste contexto, este projeto pretende entender os impactos ecológicos e socioambientais de: 1) a expansão de plantios não nativos nas ENF no extremo norte e extremo sul do Brasil; e 2) o manejo de agro-ecossistemas convencionais e orgânicos nos campos naturais da região Sul do Brasil.

Objetivo Geral

Objetivo 1: Investigar como a substituição da vegetação nativa por plantios comerciais tem influenciado a biodiversidade e as comunidades locais e tradicionais em áreas de ENF na região Neotropical.

Metas relacionadas
1.1. Entender o uso atual de áreas de ENF no extremo norte e extremo sul do Brasil por populações locais e tradicionais, incluindo as perspectivas deles sobre:

i) a importância das áreas de ENF,
ii) o avanço dos plantios de grãos sobre áreas de ENF, e
iii) as aspirações destas comunidades para o futuro,

com a visão de contribuir para o planejamento de um desenvolvimento sustentável nas regiões norte e sul do Brasil.

1.2. Comparar índices de biodiversidade entre áreas de vegetação nativa e plantios comerciais


Objetivo 2: Entender os impactos ecológicos e socioambientais de manejo de agro-ecossistemas convencionais e orgânicos nos campos naturais da região Sul do Brasil.

Metas relacionadas
2.1. Construir uma tipologia de produtores rurais nos campos naturais da região Sul do Brasil.

2.2. Explorar a variação em estratégias de manejo da terra entre diferentes tipos de produtor.

2.3. Relacionar a variação em manejo á métricas de biodiversidade nas diferentes propriedades.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
BRUNA DA SILVA XAVIER801/03/201928/02/2021
GABRIELA BORCHARTT DA SILVA2001/10/201931/07/2021
LIVIA CABREIRA DA SILVA2001/08/201930/09/2019
WILLIAM DOUGLAS CARVALHO801/03/201928/02/2021

Fontes Financiadoras

Sigla / NomeValorAdministrador
The Rufford FoundationR$ 26.000,00

Página gerada em 13/04/2024 23:03:51 (consulta levou 0.039185s)