Nome do Projeto
Banco e chuva de sementes em uma área de mata de restinga no sul do Brasil
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
01/04/2019 - 01/04/2020
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Biológicas - Botânica
Resumo
O conhecimento dos processos ecológicos envolvidos na dinâmica de populações de plantas através do monitoramento e avaliação de áreas é extremamente importante para a definição de estratégias de conservação, manejo e restauração de ecossistemas. Assim, o projeto tem como objetivo principal caracterizar o estoque de sementes no solo (banco de sementes) e a incorporação (chuva de sementes) de espécies em uma área de mata de restinga no Horto Botânico Irmão Teodora Luis (HBITL), Capão do Leão, RS. A amostragem do banco de sementes do solo (BSS) será feita em dois momentos distintos: final do verão/2017 (BSS 1) e final do inverno/2017 (BSS 2). Serão feitas 50 coletas de amostras de solo (cada uma constitui-se como uma unidade amostral), a qual será retirada da superfície até 5cm de profundidade, com auxílio de um amostrador de 25cm x 25cm. As amostras de solo tomadas serão acondicionadas em sacos plásticos, rotuladas e transportadas para o local da instalação do experimento em casa de vegetação. De cada amostra coletada será disposto cerca de 2cm de solo sobre duas bandejas com uma base de vermiculita e colocadas a germinar em tratamentos distintos: sob incidência de luz natural e com recobrimento de sombrite (50%). A germinação será acompanhada semanalmente durante cinco meses, retirando-se das bandejas os indivíduos de espécies conhecidas. Ao final do quinto mês todos os indivíduos presentes nas bandejas serão retirados e/ou transplantados e o solo será revolvido, o qual será acompanhado por mais um mês. A partir dos dados obtidos serão realizadas análises de parâmetros fitossociológicos, diversidade específica, equabilidade e similaridades florísticas com a chuva de sementes e a vegetação presente no local de estudo. Para o estudo da chuva de sementes serão instalados 30 coletores na área. Cada coletor terá uma armação de madeira de 0,5m x 0,5m (0,25m²) e o fundo revestido com tela de náilon com malha de 1mm, estes ficarão a 30cm de altura do solo. O conteúdo de todos os coletores será coletado mensalmente, ao longo de um ano, embalado em sacos de papel e transportados ao laboratório para análise. Este material será triado em duas frações (1 – sementes e/ou frutos e 2 – restante do material). Para os dados encontrados no estudo da chuva de sementes serão efetuadas as mesmas análises descritas para o banco de sementes.

Objetivo Geral

O presente projeto tem objetivo de caracterizar o estoque de sementes no solo (banco de sementes) e a incorporação (chuva de sementes) de espécies em uma área de mata de restinga no Horto Botânico Irmão Teodora Luis (HBITL), no município do Capão do Leão, RS, assim como a relação de tais resultados com o componente arbóreo presente na área. Estes dados serão fundamentais para fins de manejo e restabelecimento da vegetação em ambientes florestais de restinga no sul do Brasil, que sofreram ou que venham a sofrer algum tipo de distúrbio, com vistas ao melhor conhecimento dos processos locais de regeneração. Além disso, auxiliar na formação acadêmica, proporcionando experiência tanto no desenvolvimento de atividades vinculadas a um projeto de pesquisa quanto na elaboração de trabalho para divulgação científica em eventos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
DENNER BALHEGO MOREIRA HAX427/03/201726/03/2020

Página gerada em 08/12/2019 19:21:48 (consulta levou 0.073278s)