Nome do Projeto
Percepção de produtores e consumidores de carne ovina frente ao bem-estar animal
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
03/06/2019 - 01/05/2020
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias - Zootecnia - Ecologia dos Animais Domésticos e Etologia
Resumo
O consumo de carne ovina no Brasil aumentou de 0,55 kg/habitante/ano em 2003 para 0,62 kg/habitante/ano em 2013 (FAO, 2013). Apesar desse aumento progressivo do setor, o mercado consumidor desse produto ainda é bastante reduzido, uma vez que a oferta é sazonal, sem padronização e com excesso de gordura nas carcaças (FERRÃO et al., 2009). Tais entraves afetam as atitudes dos consumidores, sendo importante uma análise de mercado para entender o padrão de produto que o consumidor está buscando (MERCIO, 2013). Dessa maneira, os produtos oriundos da criação de ovinos vêm suprindo apenas uma pequena parcela para o consumo interno, onde o cordeio é a categoria de maior demanda (DUTRA et al., 2013). Segundo Vieira et al (2010) observa-se um crescimento do consumo de carne ovina por parte dos grandes centros urbanos, principalmente na região Sudeste. O mercado para esses produtos apresentam dois seguimentos, o primeiro relacionado ao consumo com caráter regionalizado e mais tradicional associado ao baixo custo, e o segundo devido ao consumo gourmet, por parte de consumidores com maior poder de compra (MARTINS et al, 2016). O Brasil atravessa um período de diferenciação se tratando da carne ovina, apresentando canais de comercialização e distribuição de produtos que buscam atender as mais diversas exigências dos consumidores, que ao adquirirem um produto, optam por qualidade, certificação e características nutritivas e organolépticas especificas. Essa diversidade possibilita o estabelecimento de processos de coordenação da cadeia produtiva, visando à melhora econômica do segmento produtivo, permitindo o desenvolvimento de todos os elos da cadeia (HOLANDA JÚNIOR, 2003). Pesquisas científicas vêm sendo amplamente utilizadas para auxiliar na melhoria de informações para o consumidor, especialmente em relação à qualidade, segurança alimentar e estabilidade do produto. Pesquisas científicas vêm sendo amplamente utilizadas para auxiliar na melhoria de informações para o consumidor, especialmente em relação à qualidade, segurança alimentar e estabilidade do produto. Deste modo está pesquisa visa compreender os fatores ligados à percepção de produtores e consumidores de carne ovina, frente a aspectos relacionados ao bem-estar animal.

Objetivo Geral

Investigar o conhecimento de produtores e consumidores de carne ovina frente a aspectos relacionados com o bem-estar animal, bem como seus hábitos de consumo, e a aceitação de produtos que garantam o bem-estar, buscando encontrar estratégias que promovam o consumo de carne ovina.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CRISTIANO HAETINGER HUBNER203/06/201901/05/2020
DAMÁSIA SOUZA CAETANO DA SILVA503/06/201901/05/2020
DIULIA SARAIVA RODRIGUES503/06/201901/05/2020
ISABEL LENZ FONSECA503/06/201901/05/2020
JERRI TEIXEIRA ZANUSSO203/06/201901/05/2020
JOAO PEDRO PEREIRA DA SILVA503/06/201901/05/2020
MABEL MASCARENHAS WIEGAND203/06/201901/05/2020
NIEDI HAX FRANZ ZAUK203/06/201901/05/2020
RENATA ESPÍNDOLA DE MORAES1503/06/201901/05/2020
ROBERTA FARIAS SILVEIRA503/06/201901/05/2020
SABRINA KOMMLING503/06/201901/05/2020
VICTORIA DE LIMA BORGES503/06/201901/05/2020
WILLIAN SILVA BARROS103/06/201901/05/2020

Página gerada em 18/09/2020 14:02:08 (consulta levou 0.091827s)