Nome do Projeto
PROCESSO DE ENSILAGEM: AVALIAÇÃO DE ESTRATÉGIAS PARA OTIMIZAR A CONSERVAÇÃO DE FORRAGENS TRADICIONAIS E MAXIMIZAR A UTILIZAÇÃO DE SUBPRODUTOS NA AGROPECUÁRIA
Ênfase
PESQUISA
Data inicial - Data final
16/04/2019 - 15/03/2023
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Agrárias - Zootecnia - Avaliação, Produção e Conservação de Forragens
Resumo
No Brasil, o uso de forragem conservada, especialmente silagem, vem crescendo substancialmente nos últimos anos devido ao aumento do número de propriedades que mantém as vacas leiteiras estabuladas e o maior número de animais de corte terminados no confinamento. Neste sentido, é imprescindível avaliar estratégias que possibilitem maximizar o valor nutritivo das silagens, bem como avaliar possibilidades de utilização de subprodutos na agropecuária, com especial atenção à alimentação animal. Portanto, os objetivos inseridos neste projeto tem a finalidade de avaliar diferentes inoculantes bacterianos, filmes plásticos e uso de subprodutos (i.e., torta de oliva) na ensilagem de culturas tradicionais, além de avaliar o processo de ensilagem como ferramenta para conservar a torta de oliva, um subproduto do beneficiamento do azeite. Para atingir o objetivo proposto no presente projeto de pesquisa, três estudos contendo cinco experimentos serão realizados. No estudo 1, avaliar-se-ão diferentes inoculantes bacterianos na ensilagem do milho, trigo e capim. Os tratamentos para cada cultura serão: 1) forragem não tratada com inoculante (controle); 2) forragem inoculada com 1×105 unidades formadoras de colônia (ufc)/g de forragem de Lactobacillus buchneri; 3) forragem inoculada com 1×105 ufc/g de forragem de L. plantarum e 1×105 ufc/g de forragem de Pediococcus acidilactici; e 4) combinação dos tratamentos 2 e 3. No estudo 2, avaliar-se-ão dois tipos de filmes plásticos na cobertura da silagem de milho armazenada em silo superfície. Um filme plástico será de baixa permeabilidade ao oxigênio (45 μm de espessura composto de PE + EVOH) e o outro será um filme plástico padrão (lona dupla face com 125 μm de espessura e composta de PE). No estudo 3, avaliar-se-ão diferentes tratamentos para a conservação da torta de oliva na forma de silagem, como segue: 1) torta de oliva não tratada; 2) torta de oliva ensilada com inoculante bacteriano composto por 1×105 ufc/g de torta de L. plantarum e 1×105 ufc/g de torta de P. acidilactici; 3) torta de oliva ensilada com 10% de farelo de trigo; e 4) combinação dos tratamentos 2 e 3. Outros dois experimentos serão conduzidos para verificar a aplicação da torta de oliva como aditivo para silagem. O primeiro irá avaliar a dose de 5% (com base na matéria natural) em silagem de milho e capim e o segundo irá investigar diferentes doses deste subproduto (5, 10 e 15% com base na matéria natural) em silagens de milho e trigo.

Objetivo Geral

Objetivos gerais
• Avaliar diferentes inoculantes bacterianos e o efeito sobre a fermentação, valor nutritivo e estabilidade aeróbia de silagem de cereais e capim.
• Avaliar o impacto da utilização de diferentes filmes plásticos na cobertura de silos superfície em condições práticas sobre a fermentação, valor nutritivo e sanitário e estabilidade aeróbia de silagem de milho.
• Avaliar o processo de ensilagem como estratégia para conservar a torta de oliva e verificar o potencial de utilização da torta de oliva como aditivo para ensilagem de cereais e capim.

Objetivos específicos
• Verificar diferentes inoculantes bacterianos e sua combinação e identificar qual o melhor para cada tipo de silagem baseado nos produtos finais da fermentação, composição química, digestibilidade in vitro e estabilidade aeróbia.
• Verificar se o filme plástico de baixa permeabilidade ao oxigênio reduz as perdas de MS no processo de ensilagem e recomendar qual o é melhor tipo de filme plástico para vedar silos superfície em condições práticas com base nos produtos finais da fermentação, composição química, perfil de micotoxinas na massa ensilada e estabilidade aeróbia de silagem de milho.
• Avaliar se o processo de ensilagem é uma estratégia que permite a conservação da torta de oliva para utilização na agropecuária durante o período em que não há oferta deste subproduto.
• Avaliar o efeito da inclusão de torta de oliva sobre a modulação do processo fermentativo e consequências sobre as perdas que ocorrem durante a fermentação e após abertura dos silos, bem como sua influência sobre a estabilidade aeróbia de silagens de milho e capim.
• Determinar qual é a melhor dose de torta de oliva a ser utilizada na ensilagem de milho, trigo e capim.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANDRE WINK216/04/201915/03/2023
CARLA JOICE HARTER216/04/201915/03/2023
CARLOS EDUARDO DA SILVA PEDROSO216/04/201915/03/2023
GIOVANI FIORENTINI216/04/201915/03/2023
JOÃO PEDRO SOARES FALSON2016/04/201915/03/2023
LUCAS SILVA LEMÕES104/09/201931/03/2021
ROGERIO FOLHA BERMUDES216/04/201915/03/2023
TIERRI NUNES POZADA2016/04/201915/03/2023
YURI GABRIEL PRIETO DE VASCONSELOS201/08/202015/03/2023
YURI GABRIEL PRIETO DE VASCONSELOS2001/08/201931/07/2020

Página gerada em 19/11/2019 08:51:19 (consulta levou 0.098234s)