Nome do Projeto
Centro de Estudos, Tratamento e Acompanhamento de Traumatismos em Dentes Permanentes - CETAT
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
20/02/2018 - 20/02/2020
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências da Saúde
Eixo Temático (Principal - Afim)
Saúde / Educação
Linha de Extensão
Saúde humana
Resumo
Projeto em funcionamento initerrupto desde 2004, que visa o atendimento clínico de pacientes com dentes permanentes traumatizados, enfatizando os casos de avulsão dentária, bem como a discussão científica à luz da literatura atual, sobre o tema. O atendimento clínico é semanal, e as atividades teóricas específicas mensais. A abrangência do projeto envolve Pelotas e todos os municípios da região sul e o Serviço tornou-se uma referencia no atendimento clínico , bem como numa referencia direta dos casos atendidos na emergência do PS -Municipal e PS da região. Conta com a presença de estudantes de graduação envolvendo alunos do 1o ao 10o semestre da FO, estudantes de PG e professores de diversas áreas da especialidade, proporcionando um atendimento diferenciado e de qualidade, tanto do ponto de vista curativo, quanto preventivo.

Objetivo Geral

Realizar o atendimento de pacientes que sofreram avulsões e outros traumatismos dentários e promover discussão e estudo sobre o tratamento de pacientes portadores de traumatismo alvéolo­dentário em dentes
permanentes, dando ênfase aos casos de avulsão, permitindo o treinamento de alunos de graduação e pós­graduação no atendimento à população

Justificativa

A necessidade de proservação em reimplantes dentários está muito bem estabelecida na literatura específica, a fim de detectar o mais precocemente possível as necessidades de intervenções terapêuticas, minimizando seqüelas e preservando por maior tempo possível o dente traumatisado (Andreasen 1994, Mello, 1998). A seqüência do tratamento de pacientes que sofreram traumatismo dento­alveolar, requer uma equipe multidisciplinar envolvendo as diferentes especialidades da odontologia, a fim de obter resultados revisíveis, aprimorando os índices de sucesso.Como a demanda de pacientes é muito extensa, detectou­se a necessidade de criar um espaço para prestar este tipo de atendimento. O número de pacientes aumenta com o passar do tempo,m visto que a maioria segue em acompanhamento por no mínimo 5 anos. Além disso, campanhas de divulgação à comunidade, como o projeto de extensão Salve o Seu Dente, também deste Departamento, orientam as pessoas como procederem em casos de avulsão dentária. Uma das orientações dadas é a necessidade de procurarem atendimento imediato pós­trauma, e estes, na maioria das vezes não são prestados em postos de saúde públicos. Portanto, a faculdade acaba tornando­se um centro de referência para o atendimento destes pacientes, no município de Pelotas. A realização de discussão de casos de alta complexidade, envolvendo especialistas em diversas áreas da odontologia também está prevista, buscando introduzir todos os avanços tecnológicos apresentados pelos centros de excelência em pesquisa e estudos de traumatismo dento­alveolar do mundo inteiro, buscando qualificar cada vez mais o atendimento dos nossos pacientes.Dessa forma também é possível que os alunos da odontologia aperfeiçoem seus
conhecimentos técnicos­científicos nesta área, que com certeza será um dos grandes desafios de suas
clínicas quando cirurgiões­dentistas, especialistas ou clínicos gerais.

Metodologia

As atividades clínicas ocorrem, uma vez por semana durante 4 horas, nas terças-­feiras a partir das
18 horas. Os pacientes são atendidos pelos alunos de graduação (do 1o ao 10o semestre da FO) e pós­-graduação, supervisionados pelos professores envolvidos no projeto. Todo o tipo de atividade clínica necessária ao tratamento das avulsões e demais traumatismos dento-alveolares são realizadas, tais como, proservação, acompanhamento clínico e radiográfico, contenções, terapias com hidróxido de cálcio, restaurações, exodontias, enxertos, dentre outros. São atendidos os pacientes que já vinham sendo tratados junto à disciplina de traumatologia BMF e novos pacientes que chegam semanalmente através de encaminhamentos do PS­Municipal, Postos de Saúde e Prefeituras vizinhas. Está prevista uma reunião por mês para realização de discussões dos casos atendidos e outras atividades teóricas.. Pesquisas e estudos de caso a partir da casuística do projeto também podem ser realizadas.

Indicadores, Metas e Resultados

em 10 anos, 604 pacientes atendidos, 1322 dentes traumatizados tratados;
anualmente temos um ingresso médio de 64 pacientes novos no Projeto de Extensão;
semestralmente temos uma média de 150 consultas, sendo a média de 2,5 consultas por pacientes em cada semestre;
Os tipos de traumas atendidos com maior freqüência no serviço são fratura coronária não complicada com 385 casos, representado 16,8% dos atendidos casos, seguida pela avulsão, com 252 casos (13,7%).
Em 2017 foram relaizados 250 atendimentos para 120 pacientes.
Tambem houve apresentqço de diversos trabalhos cientificoa e publicacao de artigos

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALEXANDRA RUBIN COCCO
ANDRESSA DE OLIVEIRA RICKES
ANTONIELLE ARGOUD ZACOUTEGUY
BHÁRBARA MARINHO BARCELLOS
CAROLINA XIMENDES DOS SANTOS
CAROLINE FERNANDES E SILVA
CONRADO RICHEL GOULART
CRISTINA BRAGA XAVIER6
DANIEL DEAMICI CHAVES
EDUARDO LUIZ BARBIN4
FABIO GARCIA LIMA4
GABRIEL BITTENCOURT DAMIN
GISELLE DAER DE FARIA
IVA EMA FONSECA CAMPOS4
JOHN VICTOR JUNIO BATISTA FERREIRA SILVA
JOSUE MARTOS4
KAROLINE VON AHN PINTO
KERIAN DOROTHY REHBEIN
LARISSA SILVEIRA PINTO
LAYLLA GALDINO DOS SANTOS
LETICIA KIRST POST4
LUCIANE GEANINI PENA DOS SANTOS
PAULA FERNANDES E SILVA
RAQUELE SOARES DE MATOS
RICARDO HENZEL ISLABAO4
RODRIGO KONSGEN ROSSALES
RODRIGO MOREIRA DARLEY
ROSA GLADES SILVEIRA PAES
SARA ALICE ZAGO JEZIORSKI
TALITA FREITAS DA SILVA
TALITA FREITAS DA SILVA
TIAGO MARTINS FEIJÓ MIGUELIS

Página gerada em 24/08/2019 23:39:33 (consulta levou 0.102029s)