Nome do Projeto
EFA SUL- Formação de professores e corporeidade
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
26/02/2018 - 31/12/2019
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas
Eixo Temático (Principal - Afim)
Educação / Meio ambiente
Linha de Extensão
Formação de professores
Resumo
Muitas EFA’s, hoje, se caracterizam por proporem uma construção popular de respostas aos grandes problemas vividos pela população do campo, buscando o resgate de sua condição de sujeitos históricos e a valorização da cultura camponesa, promovendo sua intervenção no processo de transformação da realidade, pautada num projeto educativo e de sociedade alicerçado nos princípios do desenvolvimento local sustentável. Após uma série de encontros e debates específicos, o grupo organizou a realização da I Conferência sobre Pedagogia da Alternância e Educação Popular do Campo, em 06 de junho de 2014, no município de Canguçu/RS. A Conferência, que reuniu representantes de organizações da agricultura familiar, professores e alunos da zona rural, universidades, organizações governamentais e não governamentais, decidiu pela criação de uma Comissão Pró-EFASUL, grupo encarregado de operacionalizar a criação da EFA na Região Sul. Nesse encontro foi definido, também, o formato de escola que o Fórum busca implementar na região: um projeto de desenvolvimento regional, com foco na valorização da agricultura familiar e da agricultura camponesa através de uma proposta de educação transformadora. Para dar sustentação à EFASUL, em 2014 criou-se a Associação Escola Família Agrícola da Região Sul – AEFASUL. É uma associação civil, pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos ou econômicos, com sede na localidade Glória, 1º distrito de Canguçu, tendo sua base no Fórum da Agricultura Familiar da Região Sul do Estado/RS. Nesse encontro, diversos parceiros reiteraram seu apoio à proposta, dentre eles a EMBRAPA, EMATER, IF Sul-Riograndense, Prefeituras de Canguçu, Pelotas, Fetraf, Fetag, Furg, Ufpel, dentre outras. Será ofertado um curso de Ensino médio, técnico agrícola com certificação via IFSUL Em razão do curso estar funcionando com uma turma, o projeto visa trabalhar questões pedagógicas da educação popular, especificamente com atividades corporais e lúdicas e com assessoramento pedagógico aos docentes.

Objetivo Geral

Dentro da proposta maior da Escola Familiar Agrícola que é contribuir para a formação de adolescentes, jovens e suas famílias em uma escola comunitária pautada nos princípios da Educação do Campo que, através da metodologia da Pedagogia da Alternância e das experiências individuais e coletivas, busca proporcionar uma formação integral e de qualidade. Associada ao mundo do trabalho do campo, busca auxiliar o jovem a desenvolver o seu projeto profissional e de vida junto à sua família, enquanto sujeito histórico que contribui e constrói um processo de desenvolvimento local sustentável e solidário do seu meio, visando a sucessão familiar é que se propõe este projeto:
-Desenvolver atividades de formação pedagógica com os professore e atividades com os alunos, jovens e adultos, da instituição práticas corporais e lúdicas, no intuito de possibilitar um aprendizado global.

Justificativa

O projeto justifica-se por trabalhar com a educação popular e possibilitar trocas de experiências entre a universidade e a educação básica.

Metodologia

Serão realizadas formação permanente com o corpo docente.

Serão realizadas oficinas com os alunos do ensino médio privilegiando o lúdico e a corporeidade.

Indicadores, Metas e Resultados

Espera-se que as atividades desenvolvidas possam fortalecer a instituição comunitária e que a Universidade possa apreender esse processo para a ampliação das trocas de experiências pedagógicas.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ELIAS KRUGER ALBRECHT
LILIAN MARTINA EINHARDT LEITZKE
PATRICIA WEIDUSCHADT4
RENATA BRIÃO DE CASTRO

Página gerada em 30/06/2022 17:34:03 (consulta levou 0.071182s)