Nome do Projeto
Museu Arqueológico e Antropológico da UFPel
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
19/03/2018 - 31/12/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Sociais Aplicadas
Eixo Temático (Principal - Afim)
Cultura / Comunicação
Linha de Extensão
Patrimônio cultural, histórico e natural
Resumo
O Museu Arqueológico e Antropológico da UFPel (MUARAN-UFPel) tem a missão de incentivar o interesse público, a sistematização e divulgação do patrimônio arqueológico e etnográfico, suas interpretações e usos culturais, além de apoiar pesquisas multidisciplinares que envolvam coletivos humanos, sítios, registros e acervos que testemunham a presença indígena e a escravidão, bem como suas consequências sociais na região de Pelotas. O MUARAN está em fase de implantação, ainda não tem sede própria, mas muitas de suas ações estão acontecendo desde 2014. A promoção de oficinas, cursos e exposições itinerantes, são atividades que significam a primeira "abertura” do Museu Arqueológico e Antropológico da UFPel aos seus diversos públicos, antes mesmo da inauguração de sua sede.

Objetivo Geral

Incentivar o interesse público, a sistematização e divulgação do patrimônio arqueológico e etnográfico, suas interpretações e usos culturais, além de apoiar pesquisas arqueológicas, antropológicas e multidisciplinares que considerem os testemunhos da presença indígena e da escravidão, bem como suas consequências sociais, na região de Pelotas.

Justificativa

Priorizar indígenas e afrodescendentes nas ações do MUARAN se justifica de dois modos: em primeiro lugar, ambos não foram incluídos diretamente nas missões de outros museus locais, em segundo lugar, indígenas e afrodescendentes motivaram pesquisas regionais de arqueologia pré-colonial, etno-arqueologia, etnologia; e arqueologia da escravidão desenvolvidas por docentes, técnicos e discentes da UFPel.
A criação de um Museu, a um só tempo, Universitário e Regional, constituído como tribuna de povos indígenas e afrodescendentes, justifica os esforços de implantação do MUARAN, a perpetuação de sua existência, e a manutenção de sua estrutura aberta e inclusiva.

Metodologia

Por não possuir sede própria, o MUARAN se estrutura atualmente como "Museu-ação social", mantendo uma agenda de atividades normalmente definidas como "ações extra-muros", das quais é possível destacar oficinas, mostras itinerantes e cursos de extensão universitária.
As ações do MUARAN junto às escolas de ensino médio e fundamental se configuram como meio lúdico e colaborativo de divulgar os cursos e áreas de conhecimento diretamente implicados nas ações do Museu.
Ao apoiar projetos de ensino, pesquisa e extensão nas áreas de Museologia, Conservação-Restauração, Arqueologia e Antropologia, o MUARAN promove a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão.
Ao promover e co-organizar cursos, debates e mostras itinerantes, o MUARAN fomenta o conhecimento acerca da presença de indígenas e afrodescendentes na região de Pelotas, combatendo sua invisibilização e discriminação.

Indicadores, Metas e Resultados

São indicadores legítimos para levantar as ações do MUARAN: O número total de alunos(as) e pessoas sem vínculo com a UFPel envolvidos em ações do Museu; 2- O número total de ações desenvolvidas no ano. Como resultado se espera que ações e envolvidos contribuam para o combate à invisibilização e discriminação de negros e indígenas.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
DANIEL MAURICIO VIANA DE SOUZA1
DIEGO LEMOS RIBEIRO4
JAIME MUJICA SALLES1
MÁRCIO DILLMANN DE CARVALHO
PEDRO LUIS MACHADO SANCHES3
SARAH MAGGITTI SILVA1

Página gerada em 22/11/2019 16:08:55 (consulta levou 0.086830s)