Nome do Projeto
Museu Arqueológico e Antropológico da UFPel
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
19/03/2018 - 31/12/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Sociais Aplicadas
Eixo Temático (Principal - Afim)
Cultura / Comunicação
Linha de Extensão
Patrimônio cultural, histórico e natural
Resumo
O Museu Arqueológico e Antropológico da UFPel (MUARAN-UFPel) tem a missão de incentivar o interesse público, a sistematização e divulgação do patrimônio arqueológico e etnográfico, suas interpretações e usos culturais, além de apoiar pesquisas multidisciplinares que envolvam coletivos humanos, sítios, registros e acervos que testemunham a presença indígena e a escravidão, bem como suas consequências sociais na região de Pelotas. O MUARAN está em fase de implantação, ainda não tem sede própria, mas muitas de suas ações estão acontecendo desde 2014. A promoção de oficinas, cursos e exposições itinerantes, são atividades que significam a primeira "abertura” do Museu Arqueológico e Antropológico da UFPel aos seus diversos públicos, antes mesmo da inauguração de sua sede.

Objetivo Geral

Incentivar o interesse público, a sistematização e divulgação do patrimônio arqueológico e etnográfico, suas interpretações e usos culturais, além de apoiar pesquisas arqueológicas, antropológicas e multidisciplinares que considerem os testemunhos da presença indígena e da escravidão, bem como suas consequências sociais, na região de Pelotas.

Justificativa

Priorizar indígenas e afrodescendentes nas ações do MUARAN se justifica de dois modos: em primeiro lugar, ambos não foram incluídos diretamente nas missões de outros museus locais, em segundo lugar, indígenas e afrodescendentes motivaram pesquisas regionais de arqueologia pré-colonial, etno-arqueologia, etnologia; e arqueologia da escravidão desenvolvidas por docentes, técnicos e discentes da UFPel.
A criação de um Museu, a um só tempo, Universitário e Regional, constituído como tribuna de povos indígenas e afrodescendentes, justifica os esforços de implantação do MUARAN, a perpetuação de sua existência, e a manutenção de sua estrutura aberta e inclusiva.

Metodologia

Por não possuir sede própria, o MUARAN se estrutura atualmente como "Museu-ação social", mantendo uma agenda de atividades normalmente definidas como "ações extra-muros", das quais é possível destacar oficinas, mostras itinerantes e cursos de extensão universitária.
As ações do MUARAN junto às escolas de ensino médio e fundamental se configuram como meio lúdico e colaborativo de divulgar os cursos e áreas de conhecimento diretamente implicados nas ações do Museu.
Ao apoiar projetos de ensino, pesquisa e extensão nas áreas de Museologia, Conservação-Restauração, Arqueologia e Antropologia, o MUARAN promove a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão.
Ao promover e co-organizar cursos, debates e mostras itinerantes, o MUARAN fomenta o conhecimento acerca da presença de indígenas e afrodescendentes na região de Pelotas, combatendo sua invisibilização e discriminação.

Indicadores, Metas e Resultados

São indicadores legítimos para levantar as ações do MUARAN: O número total de alunos(as) e pessoas sem vínculo com a UFPel envolvidos em ações do Museu; 2- O número total de ações desenvolvidas no ano. Como resultado se espera que ações e envolvidos contribuam para o combate à invisibilização e discriminação de negros e indígenas.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
DANIEL MAURICIO VIANA DE SOUZA2
MARIANA BRAUNER LOBATO
PEDRO LUIS MACHADO SANCHES2
SARAH MAGGITTI SILVA1

Página gerada em 24/07/2024 16:22:58 (consulta levou 0.116757s)