Nome do Projeto
Capacitação técnica em avaliação de bens culturais móveis e integrados para fiscais do IPHAN
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
08/10/2018 - 14/12/2018
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Multidisciplinar
Eixo Temático (Principal - Afim)
Educação / Cultura
Linha de Extensão
Educação profissional
Resumo
Curso de curta duração, a ser realizado em cooperação técnica entre a UFPel e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) e a UFMG, é destinado à capacitação técnica de fiscais do IPHAN, profissionais responsáveis por verificar o estado de conservação dos bens protegidos, identificando manifestações patológicas decorrentes da falta de conservação e/ou intervenções realizadas sem autorização do referido instituto.

Objetivo Geral

Capacitar os fiscais para identificar manifestações patológicas em bens culturais móveis e integrados de natureza histórica e/ou artística dos seguintes suportesMadeira (escultura, retábulos, pinturas, móveis); Pintura em tela; Pintura mural (alvenarias, estuques); Metais; Cerâmicas (azulejos: dos coloniais aos industrializados); Gesso; Papel; Vidro. Além disso os o curso deve capacitar os fiscais para identificar intervenções não autorizadas/inadequadas e verificar projetos de intervenção em bens móveis encaminhados ao IPHAN (apenas referente à adequação da documentação do projeto encaminhado).

Justificativa

A conservação e restauração de bens culturais móveis enquanto área de formação em nível de graduação é bastante recente Brasil. O curso de Conservação e Restauração de bens Culturais Móveis da UFPel recentemente completou 10 anos e, em todo o país há apenas 3 cursos em Universidades Federais. A área apresenta demanda cada vez maior e ainda não suprida pelos egressos das instituições de ensino.
O corpo de fiscais do IPHAN é formado por profissionais de diferentes áreas (administração, engenharias, arquitetura, etc.) de modo que não possuem competência técnica para avaliação do estado de conservação de bem cultural sob tutela do Estado.

Metodologia

O curso será ministrado em dois módulos, o primeiro à distância através da utilização da plataforma Moodle da UFPel e acontecerá do dia 15 de outubro a 11 de novembro. Este primeiro módulo está organizado para acontecer em 4 semanas com carga horária diária de 3 horas, incluindo os sábados e totalizando 60 horas. Neste módulo o fiscais receberão conteúdo introdutório sobre diferentes tipologias e suportes de bens culturais, divididos em 4 unidades (uma unidade por semana). Ao final de cada unidade os alunos deverão desenvolver uma atividade reflexiva sobre bens culturais da sua cidade.
O módulo presencial acontecerá cidade de Belo Horizonte entre os dias 02 a 13 de dezembro, no laboratório de conservação do IPHAN dessa cidade e com visitas a museus e instituições de guarda de acervos para atividades práticas. O módulo presencial tem 8 horas diárias de atividades, incluindo 4 horas num domingo, totalizando 74 horas.

Indicadores, Metas e Resultados

Participação de 26 técnicos do IPHAN no módulo à distância e no módulo presencial do curso.

Página gerada em 22/10/2021 12:20:12 (consulta levou 0.142521s)