Nome do Projeto
Geotecnologias na educação básica
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
01/01/2017 - 31/12/2020
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Exatas e da Terra
Eixo Temático (Principal - Afim)
Tecnologia e Produção / Educação
Linha de Extensão
Metodologias e estratégias de ensino/aprendizagem
Resumo
Segundo os Parâmetros Curriculares Nacionais (PCNs), a formação do aluno deve principalmente ter em foco capacitar os estudantes na utilização de diferentes tecnologias e prepará-los para a área científica. Atualmente, os projetos envolvendo análise espacial e mapeamentos são ferramentas para subsidiar decisões, tanto no que se refere às áreas urbanas como rurais, além de contribuir com materiais didáticos para uso no ensino fundamental e médio, possibilitando novos recursos para o ensino da cartografia escolar. Diante do exposto, este projeto visa integrar a Universidade Federal de Pelotas com a comunidade escolar, fazendo-se cumprir um dos fundamentos da Universidade, que é a Extensão Universitária, através da inserção Geotecnologias nas atividades de ensino e aprendizagem da educação básica.

Objetivo Geral

Desenvolver atividades didáticas a partir da utilização de Geotecnologias, para contribuir no processo de ensino e aprendizagem da educação básica.

Justificativa

Atualmente o uso de novas tecnologias no ensino constitui uma demanda relevante dos programas oficiais de educação, despertando no aluno o interesse pelos conteúdos ministrados. Nesta perspectiva, o projeto visa proporcionar diferentes fontes de informação e recursos tecnológicos com a finalidade de adquirir e construir conhecimentos teóricos e práticos, resultando em indivíduos com pensamento crítico/reflexivo acerca do espaço vivido e suas representações. Sendo assim, a abordagem de Geotecnologias na educação básica mostrará de maneira prática como os conteúdos, principalmente da Geografia e matemática, estão diretamente relacionados com o seu cotidiano, desde o estudo das imagens de satélite, localização e leitura da paisagem, como também cálculos de área, distâncias e transformações de unidades, todos estes trabalhados de maneira lúdica e com a manipulação de recursos tecnológicos, fazendo com que o aluno construa seu conhecimento com maior interatividade.

Metodologia

A metodologia baseia-se na difusão do conhecimento técnico e metodológico na área das Geotecnologias, por meio de aulas expositivas e práticas. Serão desenvolvidas atividades práticas com a comunidade escolar que proporcionem o contato com os equipamentos e documentos cartográficos, como GPS, nível laser, estereoscópio, teodolito, estação total, cartas topográficas e fotografias aéreas. Em seguida, serão realizados trabalhos de orientação e representação do espaço local, do seu cotidiano escolar, com o auxílio das Geotecnologias. Portanto, os escolares terão acesso aos equipamentos e softwares utilizados no processo de mapeamento, leitura e interpretação cartográfica, o que possibilita maior entendimento do espaço vivido e também a correlação com os conteúdos trabalhados pelo professor em sala de aula.

Indicadores, Metas e Resultados

O projeto, de caráter extensionista, promove a aproximação do acadêmico com a realidade e a transformação da teoria em prática pedagógica. Desta forma, anualmente busca contemplar escolas públicas do município de Pelotas tanto em nível fundamental, quanto médio, tendo como meta cerca de 200 alunos e 10 professores. Para a verificação dos indicadores de desenvolvimento do projeto serão realizados questionários com professores e alunos com o intuito de aperfeiçoar as práticas pedagógicas e analisar sua eficiência juntos aos envolvidos. Durante o projeto, o acadêmico se responsabilizará em elaborar um material de caráter teórico/prático juntamente com os professores das escolas atendidas, para auxiliar nas ações pedagógicas e adequar aos conteúdos curriculares. Por conseguinte, haverá a execução das atividades de extensão junto aos alunos da educação básica e a avaliação referente às dinâmicas pedagógicas. Estas atividades serão realizadas de maneira que venham despertar no aluno o interesse e a motivação pelos conteúdos curriculares e que os mesmos consigam relacionar os conhecimentos adquiridos com suas práticas diárias e sua realidade vivida.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALEXANDRE FELIPE BRUCH2
ANDRÉ DA COSTA CALDERIPE
ANGÉLICA CIROLINI5
ANTONIO CARLOS DA SILVA RAMOS2
DOUGLAS VICENTE ALCHIERI
ELISANDRA HERNANDES DA FONSECA
FERNANDA LUZ DE FREITAS
GUILHERME SCHIEFFERDECKER ROCHA
LETIANE BORGES PEREIRA
RAONI BRAGA AZEREDO
RICARDO GIUMELLI MARQUEZAN2
ROSANE VIEIRA DA SILVA
STÉPHANIE LEITZKE PRIETSCH
SUYANE GONCALVES DE CAMPOS
TACIANE VAZ DOS SANTOS
TAIANE DUARTE MORAES

Página gerada em 22/10/2019 21:13:30 (consulta levou 0.103634s)