Nome do Projeto
LABORATÓRIO DE EDUCAÇÃO GEOGRAFIA E AMBIENTAL LEGA
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
28/01/2019 - 23/12/2019
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas
Eixo Temático (Principal - Afim)
Educação / Educação
Linha de Extensão
Formação de professores
Resumo
O projeto de extensão LEGA (Laboratório de Educação Geográfica Ambiental) viabiliza a integração entre universidade e escola através da formação de um laboratório que propicie aos alunos do curso de Licenciatura em Geografia um espaço de discussão e planejamento das atividades desenvolvidas em dois projetos do curso que visam o incentivo, a formação docente e a permanência no curso de Licenciatura, são eles o PIBIDGeo e o NESG. O PIBIDGeo (Programa Institucional de Bolsas de Iniciação a Docência) consta atualmente com 28 bolsistas alunos do curso de Geografia Licenciatura e 6 professores de Geografia da 5 Coordenadoria de Educação de Pelotas e prevê ações de caráter disciplinar e interdisciplinar em 12 escolas públicas de Pelotas, além de oficinas itinerantes sobre temáticas atuais com os professores de Geografia e História do Município em destaque. O NESG (Núcleo de Estágio Supervisionado em Geografia) que viabiliza durante o estágio obrigatório o mapeamento de carências existentes na estrutura das escolas e também nos conteúdos e metodologias utilizados nas disciplinas de Geografia na educação básica, para que seja possível intervenções de caráter construtivo. Esse núcleo visa a articulação das disciplinas de estágio curricular (Pré-estágio, Estágio Supervisionado e Pós-estágio) a fim de oferecer uma formação significativa para os alunos do curso de Licenciatura em Geografia e viabilizar o trabalho em parceria entre universidade e escola, diminuindo a distância entre ambas além de possibilitar a troca de experiências entre professores da educação básica, alunos da licenciatura e professores do curso superior. Nesse sentido, o LEGA constitui-se no Laboratório do curso de Geografia que articular teoria e prática no currículo da Licenciatura e viabiliza a discussão de questões pertinentes sobre o ensino de Geografia implementando práticas significativas no curso e nas escolas contribuindo para a formação inicial e continuado do professor de Geografia.

Objetivo Geral

Objetivo Geral do projeto é viabilizar a integração entre universidade e escola através da consolidação do Laboratório de Educação Geográfica e Ambiental – LEGA que atende aos alunos do curso de Licenciatura em Geografia envolvidos com o ensino e a pesquisa referente a formação do professor, além de professores da educação básica parceiros do Laboratório. Visa-se criar um espaço de trabalho, pesquisa e discussão sobre o ensino de Geografia e a prática em sala de aula, além de possibilitar que os alunos do curso de licenciatura, desfrutem de um ambiente próprio para a elaboração de suas aulas, apoio dos professores responsáveis pela disciplina de Geografia na Educação básica e discussão das situações encontradas nas escolas. Assim, eles estarão aptos a desenvolverem trabalhos de qualidade nas escolas atendendo as especificidades das mesmas.

Justificativa

A ideia nasce da necessidade de articulação entre o ensino superior e a educação básica, uma vez que é na universidade, mas precisamente nos cursos de licenciatura que se inicia a construção da identidade docente, o que torna imprescindível a troca de experiência e a proximidade entre essas instâncias do saber. Acredita-se que é necessário valorizar o PIBID e o estágio supervisionado, uma vez que é nesse período que o aluno de licenciatura experimenta na prática os conhecimentos adquiridos durante sua formação. Sendo assim, tanto o PIBIDGeo como o NESG devem ser compreendidos não apenas como um cumprimento de horas exigidas, mas sim como um espaço de reflexão em que estão envolvidos todos os sujeitos do processo de ensino e aprendizagem, a fim de aprofundar conhecimentos e práticas em prol do coletivo.

Metodologia

Para alcançar os objetivos propostos no trabalho serão realizadas três frentes de ações:
- Primeira Ação: tanto os alunos do PIBID, quanto os alunos do NESG deverão realizar sondagens nas escolas - visitas levantando informações sobre as mesmas, como por exemplo: Como é a escola? Como eu a vejo? Como a escola se vê? Qual a maior necessidade da escola segundo os professores, para os pibidianos e para os estagiários? O que a escola espera da universidade?
Para que os professores da escola gostariam de retornar a universidade? Como a comunidade vê a escola e vice-versa? Essa observação tem como objetivo a análise e a compreensão das características do espaço escolar, na sua singularidade, para que os alunos possam informar-se sobre o seu funcionamento, suas deficiências e suas possibilidades e como a escola se organiza para resolver os conflitos, dificuldades e enfrentamentos.
- Segunda ação: posteriormente de posse desses dados será possível visualizar as carências das escolas parceiras do curso de Licenciatura e as necessidades apontadas pelos professores, que serão discutidas por grupos de trabalhos compostos por pibidianos, alunos em estágio e professores da educação básica no LEGA a fim de planejar estratégias de ação e reflexão propondo alternativas de intervenção (projetos, oferecimento de palestras, minicursos e, etc.).
E, por fim na terceira ação será realizado um seminário no LEGA com o intuito de avaliar a parceria entre a universidade e a escola e propor novas possibilidades de ações.

Indicadores, Metas e Resultados

A ação proposta no projeto pretende sanar a necessidade mais constante no curso de formação de professores de momentos de articulação entre a teoria e a prática. Refletir sobre a formação do professor significa repensar a importância dessa articulação no currículo das licenciaturas que só virá a contribuir e incentivar a profissão docente. Espera-se que esse projeto desperte para a importância de práticas que visem o aprimoramento e o incentivo a formação do professor como as ações realizadas pelo PIBIDGeo nas escolas parceiras de Pelotas e as ações propostas pelo NESG no período de estágio Supervisionado como merecedor de destaque no currículo e a importância da articulação entre universidade e escola. As discussões orientadas e realizadas, nas reuniões com o grupo de pibidianos - alunos e supervisores das escolas, em sala de aula e no LEGA durante os encontros da disciplina de estágio contribuem para o repensar das práticas, da escola, da universidade e do papel social do futuro professor.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALEX CAVALHEIRO MOREIRA
ANA ELISA MATTOSO FERREIRA
ANDRÉ QUANDT KLUG
ATHOS GARCIA DUTRA
Ana Paula Melo Da Silva
CAROLINA BORBA DOS SANTOS
FERNANDA DO AMARAL BURKERT
GABRIEL DA FONSECA GAZAL
IRES DE OLIVEIRA FURTADO
JEAN PIERRE MOREIRA DE MOURA
JULIANA COELHO RAMOS
José Luiz Lourenço Ribeiro
KELVIN VASCONCELLOS DA VARA
LETICIA FONSECA DA SILVA
LIGIA CARDOSO CARLOS1
LIZ CRISTIANE DIAS4
LUCIANO MARTINS DA ROSA
MAIARA MOREIRA BERDETE
MARIA ELISABETE LENZ
MATHEUS KLEINICKE ROSSALES
NELSON FONSECA PINTO
ODLANER TERRA PEREIRA
ROSANGELA LURDES SPIRONELLO2
Rodrigo Torres Westendorff1
TIARAJU SALINI DUARTE1
VANESSA PRESTES DUARTE
VITORIA UNGARETTI LUCAS

Página gerada em 15/12/2019 03:35:53 (consulta levou 0.208635s)