Nome do Projeto
Geotecnologias como instrumentos de políticas públicas para cidades inteligentes
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
30/04/2019 - 30/04/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Multidisciplinar
Eixo Temático (Principal - Afim)
Tecnologia e Produção / Meio ambiente
Linha de Extensão
Desenvolvimento regional
Resumo
O conhecimento do uso e ocupação do solo de um município é de extrema importância para o planejamento municipal e ambiental, com o auxilio das geotecnologias pode-se ter mais segurança técnica nas tomadas de decisões referente aos processos a serem aprovados e também na elaboração de projetos para a própria gestão pública. O projeto visa promover atividades junto aos municípios para a implementação de soluções para a gestão e planejamento com o uso de geotecnologias, assim como a possibilidade de atividades de capacitação para servidores técnicos municipais, estaduais e federais.

Objetivo Geral

O projeto possui como objetivo principal desenvolver ações para a implementação de mecanismos que gerem soluções para os municípios na questão da gestão e planejamento com o uso de geotecnologias.

Justificativa

Quando se fala em gestão e planejamento publico é essencial se conhecer o município, entender a distribuição do uso do solo e fenômenos sociais e ambientais sobre essa região para a definição de ações e tomada de decisões. Esse entendimento permite que toda decisão aconteça de forma eficiente baseada em parâmetros reais de modo a minimizar custos, otimizar recursos humanos, financeiros e tecnológicos, minimizando dessa forma os erros nesse processo. É primordial considerar que o ambiente de decisão é dinâmico, tornando o processo complexo e continuo.
Dessa forma desenvolver tecnologia da informação espacial para a gestão desses ambiente físico é estratégico nos municípios, pois a ausência de conhecimento e um obstáculo para as políticas ambientais e fiscais, assim como para um planejamento urbano adequado.

Metodologia

1º Etapa: Contato com municípios para estabelecer interlocutores entre as prefeituras e a Universidade.

2º Etapa: Identificação dos instrumentos de Planejamento e Gestão Territorial existentes no município.

3º Etapa: Levantamento dos dados espaciais e alfanuméricos, assim como da tecnologia utilizada nas secretárias e sua correlação.

4º Etapa: Estabelecimento das demandas de informação para a tomada de decisão nas diversas secretárias nos municípios.

5º Etapa: Promover cursos de capacitação sobre geotecnologias e sua aplicação na gestão municipal.

6º Etapa: Preposição de soluções, ressaltando os aspectos técnicos envolvidos no desenvolvimento e na implementação dos sistemas cadastrais multifinalitários.

Indicadores, Metas e Resultados

Número de Prefeituras atendidas
Numero de participantes nos cursos de capacitação
Quantidade e qualidade de projetos implantados

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANDREA SOUZA CASTRO2
ARTHUR SPEROTTO PERUZZO
DANIEL BRITTO DOS SANTOS
DIULIANA LEANDRO2
LARISSA ALDRIGHI DA SILVA
LETICIA BRANDAO CALDAS
LISMARA CARVALHO MARQUES
LUCIARA BILHALVA CORREA2
MAURIZIO SILVEIRA QUADRO2
ROBSON ANDREAZZA2
SUELEN CRISTINA MOVIO HUINCA2
WILLIAN CEZAR NADALETI1

Página gerada em 19/10/2019 19:53:23 (consulta levou 0.095444s)