Nome do Projeto
A construção do conceito de movimento a partir de uma abordagem histórica.
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
01/07/2019 - 13/07/2019
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Exatas e da Terra
Eixo Temático (Principal - Afim)
Educação / Educação
Linha de Extensão
Divulgação científica e tecnológica
Resumo
Nas escolas de ensino médio, o estudo da Física tem seu início de uma forma pouco construtiva de abordar os conteúdos e tratar os problemas físicos, onde o professor apresenta o conteúdo da ciência já cristalizado e o aluno só tem o papel de absorver esse conhecimento. Esta abordagem causa no aluno a impressão de passividade diante de tudo o que lhe é apresentado, ignorando uma grande parte da construção histórica existente por trás de cada ideia da Física. A História da Física, quando discutida em sala de aula, muitas vezes faz com que ideias anteriores às de Isaac Newton pareçam tolas e sem nenhum sentido. Entretanto, com o estudo adequado da história desta disciplina, é possível compreender os principais pontos que tiveram grande importância na evolução das ideias da Física até a formulação da Mecânica Newtoniana. Examinando a evolução histórica dos conceitos, é possível estimular o pensamento científico e a natureza crítica deste, conseguindo estimular o aluno a estudar Física e compreender os porquês das teorias que hoje são tomadas como verdadeiras. Tal procedimento facilita seu entendimento ao colocar o aluno em contato com os problemas históricos que levaram à formulação das teorias hoje aceitas como verdadeiras. Portanto este projeto tem o intuito de aprofundar e enriquecer o ensino de Física, depositando seu foco na construção das ideias e leis que hoje são consideradas corretas, leis estas que são frutos de grandes revoluções científicas, modificações amplas da forma de entender o mundo e justificar os conhecimentos. Tais modificações no pensamento englobaram modificações em formas de raciocínio a sociedade para se tornar possível as conclusões que hoje são apresentadas de maneira superficial e limitada, visando como resultados alunos capazes de compreender de uma maneira mais crítica e ampla os conteúdos iniciais de um curso de Física, com a construção de conceitos e interiorização de ideias centrais para a resolução de problemas e aplicações da Física.

Objetivo Geral

Promover a formação dos conceitos básicos da Mecânica Newtoniana o a partir da compreensão do processo de construção do conceito de movimento ao longo da história, demonstrando as principais teorias estabelecidas na ex-plicação de tal fenômeno. Utilizando uma abordagem que vai além do conceito físico mas também de caráter social em cada ponto da história

Justificativa

Nas escolas de ensino médio, o estudo da Física tem seu início de uma forma pouco construtiva de abordar os conteúdos e tratar os problemas físicos, onde o professor apresenta o conteúdo da ciência já cristalizado e o aluno só tem o papel de absorver esse conhecimento. Esta abordagem causa no aluno a impressão de passividade diante de tudo o que lhe é apresentado, ignorando uma grande parte da construção histórica existente por trás de cada ideia da Física.

A falta da utilização de uma abordagem histórica cria nos livros-textos das disciplinas de Física uma ordem pouco coerente com o que de fato teve importância para sua evolução. Um exemplo disto é o entendimento das características dos movimentos antes da preocupação com o entendimento de suas causas, deixando de lado toda uma filosofia de extrema importância relaciona-da com a natureza dos movimentos e dos agentes que os causam.

A partir da utilização da História da Física, o aluno consegue acompanhar a evolução destas ideias, as quais foram desenvolvidas ao longo de anos e, assim, ter um melhor entendimento a respeito do que é a Física e de como ela pode ser utilizada para descrever o mundo.
A História da Física, quando discutida em sala de aula, muitas vezes faz com que ideias anteriores às de Isaac Newton pareçam tolas e sem nenhum sentido. Entretanto, com o estudo adequado da história desta disciplina, é possível compreender os principais pontos que tiveram grande importância na evolução das ideias da Física até a formulação da Mecânica Newtoniana. Examinando a evolução histórica dos conceitos, é possível estimular o pensamento científico e a natureza crítica deste, conseguindo estimular o aluno a estudar Física e compreender os porquês das teorias que hoje são tomadas como verdadeiras. Tal procedimento facilita seu entendimento ao colocar o aluno em contato com os problemas históricos que levaram à formulação das teorias hoje aceitas como verdadeiras.

Portanto este projeto tem o intuito de aprofundar e enriquecer o ensino de Física, depositando seu foco na construção das ideias e leis que hoje são consideradas corretas, leis estas que são frutos de grandes revoluções científicas, modificações amplas da forma de entender o mundo e justificar os conhecimentos. Tais modificações no pensamento englobaram modificações em formas de raciocínio a sociedade para se tornar possível as conclusões que hoje são apresentadas de maneira superficial e limitada, visando como resultados alunos capazes de compreender de uma maneira mais crítica e ampla os conteúdos iniciais de um curso de Física, com a construção de conceitos e interiorização de ideias centrais para a resolução de problemas e aplicações da Física.

Metodologia

O minicurso será focado no desenvolvimento conceitual do aluno, se-guindo as ideias propostas por Vygotsky. Utilizaremos, ao longo do minicurso, conceitos centrais para Vygotsky, como, por exemplo, a interação social do in-divíduo com o meio (seus colegas no momento da aula e seus familiares nas tarefas para casa). Estimularemos o uso da escrita como meio semiótico para auxiliar a memória e a construção dos conceitos científicos. Será utilizada a ideia de internalização, porém, esse objetivo é difícil de ser verificado em tão pouco tempo de relação aluno-professor.

Para o aprendizado acontecer necessitamos agir sobre a zona de desenvolvimento proximal (zdp), que é a “distância” entre o nível de desenvolvi-mento real e o nível de desenvolvimento potencial, de cada aluno. Pensando nisso e na dificuldade de mapear/agir na zdp, começaremos o minicurso em um nível historicamente básico de forma que seja compreensível para todos os estudantes, de maneira que se atribua uma evolução nas ideias da turma e o conteúdo avance de maneira proporcional.

Além destes aspectos, vamos dar ênfase à análise dos problemas históricos com os quais cientistas como Galileu e Newton se depararam e levaram estes ao desenvolvimento das leis do movimento que hoje constituem os fundamentos da Mecânica Newtoniana.
A metodologia a ser utilizada será tal que os alunos sejam sujeitos ati-vos no processo de construção de conhecimento, com aulas que instiguem a participação dos mesmos, que gerem comentários e perguntas que nos possibilite identificar dúvidas e o nível de conhecimento do assunto por parte dos alunos. A realização de atividades com as anotações dos alunos a respeito de cada tópico apresentado serão realizadas, sempre buscando acompanhar de maneira coletiva o desenvolvimento dos conceitos e das ideias por eles apre-sentadas. A utilização da escrita por parte dos alunos será de grande importância na busca do processo de interiorização das ideias utilizando-se da intervenção por parte do professor em pontos que parecem ainda estarem vagos por parte dos alunos.
Serão utilizados experimentos que caracterizem os conceitos apresentados levantando discussões sobre os resultados apresentados. Também serão utilizadas mídias que tratem de tal abordagem e que sejam coerentes com tudo que se foi dito, como por exemplo alguns trechos da série “universo mecânico”, no qual uma abordagem parecida é utilizada.

Indicadores, Metas e Resultados

Como trata-se de um minicurso onde serão desenvolvidos conceitos físicos e suas aplicações, as metas serão atingidas a medida que os estudantes aprenderem a articular os conceitos físicos para resolver problemas específicos. Neste caso, trata-se da compreensão da descrição de diversos tipos de movimentos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALEXANDRE VARGAS ILHA
ALVARO LEONARDI AYALA FILHO10
JOÃO PAULO CERQUEIRA DOS SANTOS FELIX
RAMON GOULART DA SILVA

Página gerada em 15/12/2019 03:38:53 (consulta levou 0.179638s)