Nome do Projeto
Cápsula do Tempo de Yolanda Pereira
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
07/06/2019 - 31/12/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Multidisciplinar
Eixo Temático (Principal - Afim)
Cultura / Comunicação
Linha de Extensão
Patrimônio cultural, histórico e natural
Resumo
A existência da Cápsula do Tempo de Yolanda Pereira por muito tempo fez parte do imaginário da cidade de Pelotas até o seu quase esquecimento. A confirmação do fato foi possível graças ao trabalho do pesquisador Guilherme Pinto de Almeida que conseguiu que a Prefeitura Municipal realiza-se a retirada da capsula do local, na tarde do dia de sete de maio de 2019, a empresa que realizava a obra de paisagismo na Praça Coronel Pedro Osório teve a incumbência de verificar se a cápsula estava no local indicado, e finalmente desenterrá-la, quase oitenta e oito anos após sua colocação. Este projeto visa a estabilização e restauração da capsula e de todos documentos que que se encontravam dentro dela; o acondicionamento da capsula e dos documentos; e ainda a exposição após ao tratamento no Museu da Baronesa.

Objetivo Geral

Objetivo geral do projeto é a recuperação, acondicionamento e exposição dos documentos encontrados dentro da capsula e a própria cápsula.

Justificativa

Justifica-se o projeto pela importância de Yolanda Pereira para comunidade Pelotense, personagem que faz parte do imaginário da cidade por ter sido a primeira MIss Universo.
Yolanda nasceu em 16 de outubro de 1910, e vivenciou a juventude em meio à chamada belle époque local. Moça de classe média, participou dos ritos sociais habituais, debutando pelo Clube Caixeiral.
Em 14 de abril de 1930 foi eleita Miss Pelotas, arrebanhando sequencialmente os títulos de Miss Rio Grande do Sul (18 de Maio), Miss Brasil (15 de julho) e, finalmente, Miss Universo (08 de setembro).
Para Pelotas, as vitórias de Yolanda constituíram especial ufanismo. Através de um decreto municipal, já havia sido destinado um quarteirão Praça Cel. Pedro Osório fronteiro ao Theatro Sete de Abril para a instalação do Roseiral e nele erguida uma coluna dedicada a miss foi projetada pelo engenheiro Sylvio Barbedo.
Segundo Almeida (2018) a caixa de ferro, esmaltada de azul e ouro, com chave adornada com fita nas cores gaúchas estaria presa fixada a caixa, estaria enterrada no referido quadrante do roseiral.
De acordo com as fontes pesquisadas por Almeida, no interior da cápsula estariam: um retrato autografado; clichês de uma moeda de prata com a efígie da miss; exemplares dos periódicos: O Libertador, Diário Popular, Correio Mercantil, Opinião Pública, A Luz, Diário de Notícias e A Noite, jornais que abordavam reportagens a respeito da campanha de Miss de Yolanda; um exemplar do anuário Almanaque de Pelotas com o resumo da campanha.
Portanto, o projeto de extensão colaborará para preservação da memória de Yolanda Pereira.

Metodologia

Trabalho de documentação do resgate da Cápsula;
Tratamento emergencial dos documentos encontrados dentro da capsula e da própria capsula;
Entrevistas com historiadores, conservadores de metais e de documentos;
Restauração dos documento e da cápsula;
Acondicionamento do material e da cápsula;
Projeto de vitrines para guarda dos objetos durante a exposição;
Planejamento da expografia;
Exposição.

Indicadores, Metas e Resultados

Restaurar os documentos e cápsula;
Realizar de relatórios e publicações sobre o projeto;
Expor o material restaurado.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANDREA LACERDA BACHETTINI2
BRUNO SOEIRO PODESTÁ SANTILLI
CAROLINA LETICIA NAGATA
FABIANE RODRIGUES MORAES
GUILHERME PINTO DE ALMEIDA
Giorgio Ronna
ISIS FÓFANO GAMA
KELI CRISTINA SCOLARI2
KERLLEN PERES CAVALHEIRO
MARCELO HANSEN MADAIL
OTAVIO OLIVEIRA BOSZCZOVSKI
SILVANA DE FATIMA BOJANOSKI2

Página gerada em 03/07/2022 06:08:07 (consulta levou 0.074949s)