Nome do Projeto
Escola de Inverno do LELO
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
03/11/2019 - 31/12/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Linguística, Letras e Artes
Eixo Temático (Principal - Afim)
Comunicação / Tecnologia e Produção
Linha de Extensão
Divulgação científica e tecnológica
Resumo
A Escola de Inverno do LELO (Laboratório Emergência da Linguagem Oral) é anual e ocorre em diferentes momentos do inverno, podendo se estender à primavera. Durante o evento, diferentes ações são promovidas a fim de possibilitar, para graduandos e alunos de pós-graduação, uma iniciação ou um aprofundamento acerca da aquisição da linguagem (L1 e Línguas Adicionais), da fonética e da a fonologia das línguas, da descrição de sistemas dinâmicos e da análise de dados linguísticos. Para tanto, conta-se com pesquisadores convidados de outras instituições para que ministrem palestras ou proponham minicursos. Além disso, é durante a Escola que os membros do LELO propõem cursos e minicursos sobre temáticas que trabalharam - ou estão desenvolvendo - na iniciação científica, no mestrado e/ou no doutorado, O Laboratório "abre suas portas" para que a comunidade em geral possa se informar sobre suas atividades e ser iniciada a assuntos tratados por sua equipe como, por exemplo, a Fonologia Gestual, as relações entre linguagem e categorização, a análise acústica e articulatória da fala, a estatística aplicada a dados de linguagem, dentre outros.

Objetivo Geral

A Escola de Inverno objetiva (i) promover, para graduandos e pós-graduandos, palestras e cursos com foco na descrição e análise acústico-articulatória do Português Brasileiro (PB) e de línguas adicionais (LA); (ii) compartilhar, com a comunidade acadêmica, os trabalhos desenvolvidos no Laboratório Emergência da Linguagem Oral (LELO), (iii) fomentar trabalhos de extensão e pesquisa nas áreas de fonética e fonologia.

Justificativa

A Escola de Inverno estimula e divulga trabalhos descritivos e aquisicionistas acerca do português brasileiro e de línguas adicionais, contribuindo para a formação de graduandos e graduados em Letras e cursos afins. Como uma grande parte desses trabalhos envolvem o uso de novas ferramentas informáticas, que nem sempre são objeto de ensino e aprendizagem na graduação, a Escola proporciona a sua introdução. Trata-se, principalmente, da iniciação a softwares utilizados para análises acústica, articulatória, perceptiva, e estatística de dados de fala. O evento surgiu por meio de uma demanda acadêmica que reconhece, nesses tipos de procedimentos analíticos, uma tendência importante e fundamental nos estudos sobre a linguagem.

Metodologia

Os cursos promovidos envolvem uma parte teoria e outra prática. Os inscritos devem poder manipular diferentes ferramentas como, por exemplo, os softwares PRAAT, R, PSYCHOPY ou AAA, afim de que possam analisar dados acústicos, estatísticos ou articulatórios, por exemplo.

Indicadores, Metas e Resultados

Espera-se que os participantes possam ter uma boa introdução às ferramentas informáticas propostas para que sejam capazes de emprega-las em trabalhos de pesquisa individual ou desenvolvidos em parceria.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALINE ROSINSKI VIEIRA
BRUNA COSTA TEIXEIRA
BRUNA TEIXEIRA CORREA
FELIPE BILHARVA DA SILVA
GIOVANA FERREIRA GONCALVES27
LAÍS SILVA GARCIA
MIRIAN ROSE BRUM DE PAULA27
MISAEL KRÜGER LEMES
PATRÍCIA PEREIRA MELCHEQUE
RAQUEL GOMES CHAVES18

Página gerada em 20/01/2021 14:23:25 (consulta levou 0.113647s)