Nome do Projeto
TICs - Tecnologias de Informação e Comunicação na Química
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
30/09/2019 - 26/02/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Exatas e da Terra
Eixo Temático (Principal - Afim)
Educação / Comunicação
Linha de Extensão
Formação de professores
Resumo
Neste ano de 2019, a ONU proclamou o ano internacional da tabela periódica dos elementos químicos, pois há exatos 150 anos o químico russo Dimitri Mendeleev propôs o primeiro esboço aceito da tabela periódica dos elementos químicos. Este projeto propões mostrar como a Tabela Periódica está inserida nas ferramentas atuais, então abordaremos as Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) e como podem auxiliar no aprendizado dos professores e como consequência de seus alunos. Foram selecionadas 6 propostas de sites e aplicativos com características informativas, lúdicas e memorísticas para a formação de professores. Após a formação, o público alvo responderá questões de um questionário fornecendo o feedback necessário à avaliação das ações propostas para futuros aperfeiçoamentos das ações do projeto. Assim, o primeiro tema a ser trabalhado na formação pelo uso das TICs será "Tabela Periódica dos Elementos Químicos". Com o desenvolvimento do projeto outros temas de química serão desenvolvidos através do uso de ferramentas on-line na formação de professores.

Objetivo Geral

Neste projeto a primeira proposta é mostrar como a Tabela Periódica está inserida nas ferramentas atuais, então abordaremos as Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) e como podem auxiliar no aprendizado dos professores e como consequencia de seus alunos. Mas antes disso é necessário que a mediação do professor da disciplina de química seja adequada a proporcionar o aprendizado dos alunos. Assim, este projeto visa a formação de professores no sentido de capacitar os professores da rede pública de Pelotas-RS no sentido de aprender a explorar as Tecnologias de Informação e Comunicação TICs com vistas ao estudo de temas de química.

Justificativa

A Tabela Periódica é uma ferramenta didática que está presente na vida de todos os estudantes, principalmente na vida dos químicos. Neste ano de 2019 a ONU (Organização das Nações Unidas) declarou oficialmente o dia internacional da Tabela Periódica. Não foi por acaso, pois justamente no ano de 2019  comemora-se o aniversário de 150 anos da Tabela Periódica, ou melhor, 150 anos da data em que Dmitri Mendeleev criou o sistema periódico para os  elementos químicos.
Os alunos consideram a disciplina de química um pouco complexa, devido aos obstáculos existentes enraizados pelas metodologias tradicionais, que não possibilitam um processo de ensino-aprendizagem mais atrativo. Para Tápia (2004)*:
“o aluno está motivado ou desmotivado em função do significado que tem para ele o trabalho escolar, ou seja, o seu interesse irá variar de acordo com as condições que esse ambiente oferece.”
Desta maneira, podemos nos beneficiar do uso das ferramentas interativas disponíveis na nossa sociedade, o que se torna importante assumindo que o ambiente irá fornecer um espaço favorável para o ensino-aprendizado. Assim, as ferramentas interativas como as Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) tornam a Tabela Periódica palpável, facilitando seu ensino-aprendizado.
Atualmente, depois de diversas mudanças podemos assumir que a mesma está completa. Neste projeto a proposta é mostrar como a Tabela Periódica está inserida nas ferramentas atuais, então abordaremos as Tecnologias da Informação e Comunicação (TICs) e como podem auxiliar no aprendizado dos professores e como consequencia de seus alunos.
O uso das TICs pode ser uma ferramenta que venha a apoiar as ações tradicionais de aprendizagem, o que corrobora para seu uso, sendo necessário o aprendizado para extrair da ferramenta on-line seu melhor uso. Com esta finalidade é proposta a formação de professores neste projeto com o intuito de mediar o melhor uso de TICs com vista a capacitá-los ao uso em suas aulas para os alunos de ensino médio.

*TAPIA, A. J. A motivação em sala de aula: o que é, e como se faz. 6 ed. São Paulo: Loyola, 1999.

Metodologia

Fialho e Matos (2010)* relatam que existem algumas maneiras de as TICs auxiliarem na educação, uma vez que um software pode ser considerado educacional quando é desenvolvido com o objetivo de colaborar com o ensino e a aprendizagem de um determinado conteúdo. Uma delas é através de animações, que possibilitam uma melhor compreensão do assunto explorado, o que auxilia os estudantes na representação simbólica dos conceitos relacionados à Química. Outros autores também descrevem a relevância da utilização das TICs, pois a tecnologia está inserida na cultura e no cotidiano do educando (FROZA; PASTORIZA, 2019)*.
Outro ponto a ser destacado é a importância do planejamento da utilização das TICs, pois são necessários educadores, gestores e alunos intelectual, emocional e eticamente maduros e de pessoas curiosas, entusiasmadas e abertas, que saibam motivar e dialogar, para que esta interação seja rica em experiências. São poucos os educadores que integram teoria e prática e que aproximam o pensar do viver (MORAN, 2005)*. Estas ideias nos levam a pensar que ainda existem docentes que não estão abertos às mudanças causadas pelas TICs na educação, sendo que um desses problemas pode ser a falta de conhecimento tecnológico por parte de professores e alunos (LOBO; MAIA, 2015)*.
De acordo com Koch (2013)*, informações adquiridas podem ser transformadas em conhecimento, para isso é necessário que o professor conduza seus alunos a construir esses conhecimentos. Seguindo esse pensamento, percebemos que essas ferramentas podem ser positivas no processo de ensino e aprendizagem, desde que o docente faça a mediação adequada no uso das TICs.
Partindo do objetivo de contextualizar tecnologia e ensino, procuramos por sites e aplicativos que abordassem uma forma diferenciada de ensino e aprendizagem para o tema Tabela Periódica. Assim, o Quadro 1 apresenta algumas ferramentas didáticas escolhidas dentre diversas existentes para o ensino de química. O mesmo será realizado quando outros temas de química forem abordados na formação de professores.

Quadro 1: TICs que foram utilizadas em nossa investigação.

Nome da ferramenta digital/Local de acesso/Característica

Atome Hotel/https://education.francetv.fr/atome-hotel/Lúdico
Ptable/https://www.ptable.com/?lang=pt./Informativo
Quiz da Tabela Periódica/Play store/Memorização
Tabela Periódica Educalabs/Play store/Informativo
Moder PTE/Play store/Informativo
Tabela Periódica 2019 Play store/Informativo

Os professores em formação serão guiados no uso das TICs s pelos graduandos de química e professores deste projeto.
Após os professores receberão um questionários contendo perguntas como as que seguem:
(i) você acreditava que o uso dessas ferramentas podem auxiliar no aprendizado do tema em questão?
(ii) qual ferramenta despertou seu interesse?
(iii) após o conhecimento dessas ferramentas você usará alguma delas em suas aulas ou em atividades didáticas sobre o tema? De que forma?
(iv) você indicará essas ferramentas para algum colega professor?
(v) você conhecia alguma dessas ferramentas ou conhecia alguma outra semelhante a essas? Fazia uso em suas aulas? De que maneira?

Para a realização da análise das TICs, utilizaremos o método qualitativo, que segundo André e Lüdke (1986, p. 45)* significa “trabalhar” todo o material obtido durante a pesquisa, ou seja, os relatos das observações, as transcrições de entrevistas, as análises de documentos e as demais informações disponíveis.

*FIALHO, N. N., MATOS, E. L. A arte de envolver o aluno na aprendizagem de ciências utilizando softwares educacionais. Educar em Revista, 2, 121-136, 2010.
*FROZA, E., PASTORIZA, B. S. Avaliação de software educacionais para o ensino da Química em nível superior. Revista Electrónica de Enseñanza de Las Ciencias, Vigo, v. 19, n. 1, p.1-23, 2019.
*KOCH, M.Z. As tecnologias no cotidiano escolar: Uma ferramenta facilitadora no processo ensino-aprendizagem. 2013. 36 f. Tese (Doutorado) - Curso de Gestão Educacional, Centro de Especialização, Universidade Federal de Santa Maria, Sarandi, 2013.
*LOBO, A.S.M., MAIA, L.C.G. O uso das TICs como ferramenta de ensino-aprendizagem no Ensino Superior. Caderno de Geografia, Belo Horizonte, v. 25, n. 44, p.16-26, 19 maio 2015.
*LUDKE, M., ANDRÉ, M.A análise de dados e algumas questões relacionas à objetividade e à validade nas abordagens qualitativas. In: LUDKE, Menga; ANDRÉ, Marli E.d.a.. Pesquisa em Educação: Abordagens qualitativas. São Paulo: E.p.u, 1986. p. 10-11.


Indicadores, Metas e Resultados

A avaliação da atividade através das respostas ao questionário, anotações da equipe, diálogos e vídeos produzidos servirá como avaliação e como auto-avaliação das ações do projeto.
À medida em que as ações forem sendo realizadas o projeto irá se adequando ao grupo de professores de cada escola, de acordo com suas demandas.
Os indicadores estarão diretamente relacionados com o feedback do público alvo após as ações realizadas.
Espera-se com este projeto capacitar professores da rede pública no sentido de usar as ferramentas on-line e TICs iniciando pelo tema Tabela Periódica. Após a qualificação dos professores espera-se a qualificação de seus alunos, pois os professores passariam a atuar como disseminadores e mediadores capacitados de conhecimento.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALINE JOANA ROLINA WOHLMUTH ALVES DOS SANTOS2
BRUNO DOS SANTOS PASTORIZA2
FERNANDA KAROLAINE DUTRA DA SILVA
MATHEUS DE LIMA RUFINO
ROGER BRUNO DE MENDONCA

Página gerada em 08/12/2019 19:41:58 (consulta levou 0.071984s)