Nome do Projeto
Interseccionalidades e tecnologias da informação: novas formas sociais, subjetivas e de identidade
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
03/02/2020 - 31/12/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas
Resumo
O presente projeto se propõe a analisar as consequências do espraiamento das tecnologias da informação em todas as dimensões da esfera da vida para as discussões no âmbito das questões associadas às interseccionalidades (gênero, raça, sexualidade, classe, etc) levando em consideração tanto a sua dimensão macroestrutural, com os respectivos marcos teóricos e conceituais, quanto a dimensão microestrutural, com questões diretamente vinculadas ao debate público, entre elas as que se situam na esfera moral, política e nas novas formas de identificação pessoal e social, incluindo, neste último caso, as teorias do pós e do transumanismo, além das perspectivas vinculadas aos estudos culturais e seus desdobramentos contemporâneos pós-coloniais, descoloniais, feministas e queer. Para isso ele foi dividido em 4 eixos de análise que possuem as suas respectivas interconexões: 1) Teórico e Metateórico, voltado para análise teórica e conceitual; 2) Dimensão subjetiva/identitária; 3) Esfera moral e ética; 4) Dimensão política. Estes três últimos eixos acompanham pesquisa de campo e trabalho empírico.

Objetivo Geral

Com o advento, consolidação e espraiamento das tecnologias da informação em todas as esferas da vida, houve um processo macroestrutural de redefinição da economia, da geopolítica e da cultura em âmbito global, além dos campos de saber, com a constituição ou redefinição das ciências em geral, incluindo a sociologia. Este processo, no entanto, é também de ordem microestrutural, atuando nos contextos de interação, das formas de subjetivação, da esfera da afetividade e da ação política. O nosso objetivo é fazer uma análise das consequências deste processo no âmbito de redefinições e tensões entre esfera jurídica e moral com as práticas de humilhação pública e linchamento virtual; no âmbito da política com questões como as da pós-verdade, das fake news e de movimentos sociais digitais e, por fim, no âmbito da esfera subjetiva e interpessoal, com as novas formas de interação afetiva, pertencimento social e (re) definição da identidade pessoal ou social, incluindo as teorias do pós e do transumanismo, tendo como base e referencial teórico principal as questões associadas à problemática das interseccionalidades. O projeto foi dividido em 4 eixos de análise. 1) Teórico e Metateórico; 2) Dimensão subjetiva/identitária; 3) Dimensão moral; 4) Dimensão política. No primeiro eixo de análise, o objetivo principal é contribuir para um processo de refinamento da análise e da conceituação das consequências mais propriamente epistêmicas do advento, consolidação e rotinização das tecnologias da informação, levando em consideração o referencial teórico próprio das questões interseccionais que geram um espaço de conexões e variações complexas entre raça, gênero e sexualidade, colocando em suspenso qualquer forma de essencialidade da identidade, pessoal ou social, ou mesmo dos campos de identificação e formas de pertencimento a coletividades.
Nos outros eixos de análise, já levando em consideração as suas interconexões, trata-se de contribuir, através da expertise acadêmica, para um refinamento do debate no âmbito da esfera pública já que tanto a dimensão moral, ética, política, quanto à dimensão no âmbito da subjetividade pessoal e social das consequências do espraiamento das tecnologias da informação em todos os âmbitos da esfera da vida são parte expressiva do debate público e de interesse para além da comunidade acadêmica.

Justificativa

O projeto, por trabalhar com a questão da construção da identidade nas redes sociais, dá continuidade as análises desenvolvidas pelo grupo pesquisa interseccionalidade de pesquisa em gênero, raça e sexualidade, centrando o seu empírico nas redes sociais. Nesse sentido, amplia o seu campo de pesquisa e busca ligar as construções das identidades a partir das relações de entre os atores que reivindicam identidades, como aqueles que também, as contestam, o que possibilita uma diversidade de possibilidades de observações quanto a construção, transformação e reconfiguração das mesmas.

Metodologia

Levando em consideração os propósitos e objetivos, o projeto foi dividido em 4 eixos de análise que vão informar a sua metodologia.


1) O primeiro, teórico e metateórico, voltado para a pesquisa, análise e discussão a respeito do quadro de referência conceitual que acompanha os debates a respeito das análises sociológicas das tecnologias da informação e das temáticas vinculadas às interseccionalidades. Em suma, trabalharemos aqui com uma literatura a respeito da sociedade informacional, da sociologia das tecnologias, do pós e do transumanismo e dos temas associados às interseccionalidades.

2) As tecnologias da informação e a internet vêm redefinindo, ou colocando em tensão, as formas de identidade, os campos de identificação pessoal e social, a própria esfera da afetividade e da sexualidade. Para além, inclusive, da própria questão da identidade pessoal ou social e suas formas de pertencimento, trazendo temas como o da indiferenciação entre humanos, animais não-humanos e objetos, com a constituição do Ciborgue, de dimensão maquínica e orgânica, pensado como referência do que seria uma espécie pós-humana, no sentido de além das divisões de gênero, raça, etnia e classe social. A investigação aqui envolve tanto o referencial bibliográfico, quanto o trabalho empírico e de campo.


3) As tecnologias da informação e a internet estão reestruturando, de forma profunda, a lógica da ação política em suas variações que vão desde a política institucional, a política partidária, as campanhas nas eleições até a própria constituição de novos movimentos sociais diretamente associados às questões da ambiência digital. A investigação aqui envolve tanto o referencial bibliográfico, quanto o trabalho empírico e de campo.

4) Assim como no âmbito das subjetividades e da esfera da ação política, as tecnologias da informação também vêm redefinindo as relações sociais no que diz respeito à esfera jurídica e moral. Uma das formas que tem gerado uma série de debates públicos tem relação com a questão da humilhação pública na internet e com os linchamentos virtuais como modo de “fazer justiça”, especialmente nas redes sociais digitais. A investigação aqui envolve tanto o referencial bibliográfico, quanto o trabalho empírico e de campo.

Indicadores, Metas e Resultados

Assim como a metodologia, os resultados esperados estão diretamente associados aos eixos de análise. No primeiro eixo de análise, o objetivo principal é contribuir para um processo de refinamento da análise e da conceituação das consequências mais propriamente epistêmicas do advento, consolidação e rotinização das tecnologias da informação, levando em consideração o referencial teórico próprio das questões interseccionais que geram um espaço de conexões e variações complexas entre raça, gênero e sexualidade, colocando em suspenso qualquer forma de essencialidade da identidade, pessoal ou social, ou mesmo dos campos de identificação e formas de pertencimento a coletividades.
Nos outros eixos de análise, já levando em consideração as suas interconexões, trata-se de contribuir, através da expertise acadêmica, para um refinamento do debate no âmbito da esfera pública já que tanto a dimensão moral, ética, política, quanto à dimensão no âmbito da subjetividade pessoal e social das consequências do espraiamento das tecnologias da informação em todos os âmbitos da esfera da vida são parte expressiva do debate público e de interesse para além da comunidade acadêmica.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
CAROLINA FREITAS DE OLIVEIRA SILVA
KALI BREDER E SOUZA
LEONARDO TAJES FERREIRA
LUANA COSTA BIDIGARAY
MABIELLE PEDRA FANTI
MARA BEATRIZ NUNES GOMES
MARCOS AURÉLIO LACERDA DA SILVA
MARCUS VINICIUS SPOLLE2
MARILIS LEMOS DE ALMEIDA16
MATHEUS LIRA BENTO
NIKOLAS YOSHITAKA DE OLIVEIRA KONISHI
PRISCILLA TEIXEIRA DA SILVA16
TAINÁ CARDOZO DE OLIVEIRA

Página gerada em 30/11/2021 19:07:54 (consulta levou 0.117463s)