Nome do Projeto
Arteiros do Cotidiano
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
09/03/2020 - 22/12/2023
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Linguística, Letras e Artes
Eixo Temático (Principal - Afim)
Educação / Cultura
Linha de Extensão
Artes visuais
Resumo
O ”Arteiros do Cotidiano” é um projeto de extensão vinculado às disciplinas de Artes Visuais na Educação II e III, do curso de Artes Visuais – Modalidade Licenciatura, do Centro de Artes, que contemplam conteúdos voltados para as possibilidades metodológicas do ensino de Artes Visuais na Educação Básica. Nesse sentido, é de fundamental importância o desenvolvimento de uma aprendizagem acadêmica no contexto da participação socialmente ativa, experimentando o mundo de forma significativa, e interpretando os fatos cotidianos articulados aos conteúdos disciplinares. Sendo assim, o referido projeto é uma complementação às atividades presenciais das duas disciplinas, elaborado com o intuito de estimular a relação dos acadêmicos com a realidade escolar do município de Pelotas, privilegiando processos (auto)formadores. Ele contempla a realização de atividades teóricas e práticas com estudantes da educação básica, explorando diferentes linguagens artísticas, assim como: o desenho, a colagem, a pintura, a gravura, a fotografia e o vídeo, dentre outras, oportunizando à comunidade escolar pelotense discussões poéticas acerca das relações do homem contemporâneo com o meio, e aos acadêmicos, práticas docentes em sintonia com a realidade escolar.

Objetivo Geral

O seu objetivo geral é o de criar um espaço de formação teórico/prática aos acadêmicos, com vistas ao desenvolvimento de práticas pedagógicas fundamentadas no contato direto com a realidade, também motivando estudantes do ensino fundamental a expressarem e representarem ideias, conceitos, emoções e sensações por meio de poéticas individuais e coletivas.

Justificativa

As ações desenvolvidas justificam-se, pois, além de ampliar as possibilidades de reflexão e prática do ensino das Artes Visuais, o projeto atua no sentido de atender demandas sociais. Enquanto os acadêmicos conhecem as comunidades e as escolas, eles interferem e entendem melhor os meandros do funcionamento das instituições escolares, o que possibilita a construção de um diálogo afinado com as necessidades comunitárias.

Metodologia

As ações são planejadas em acordo com uma metodologia qualitativa, cujos procedimentos compreendem: realização de entrevistas com a equipe diretiva e a professora da disciplina de Artes; observações em sala de aula; apresentação dos resultados das entrevistas e observações para a turma de acadêmicos; análise das necessidades da turma; definição do tema que norteará as ações; planejamento das oficinas pelos acadêmicos; elaboração da identidade visual; realização das práticas; elaboração de material áudio visual; apresentação dos resultados e distribuição do DVD para os escolares; avaliação do projeto junto à professora da turma; avaliação da equipe acadêmica sobre o impacto da proposta junto ao grupo de escolares; apresentação de exposição na escola; organização de um livro a partir de relatos de experiência e discussões teóricas sobre os temas abordados.

Indicadores, Metas e Resultados

A articulação da proposta com as disciplinas do curso de Artes Visuais – Licenciatura demonstra a sua relevância para os docentes em formação, além de uma retroalimentação com o ensino básico através das intersecções propostas entre ensino, pesquisa e extensão. Do ponto de vista dos escolares, os resultados atingidos até então demonstram que, além da ampliação dos repertórios expressivos, os sujeitos são estimulados em sua criticidade e percepção sensorial, descobrindo novos modos de perceber o cotidiano, o que instiga o desenvolvimento de um olhar sensível sobre o mundo ao redor. Para os acadêmicos, o contato direto com os problemas reais e cotidianos estimula discussões facilitadoras da construção de um conhecimento teórico e prático em consonância com a realidade. Ou seja, as ações contribuem para a promoção da cidadania, o desenvolvimento da auto-organização e autonomia de todos os envolvidos.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
Ana Beatriz Reinoso Rosse
BERENICE KNUTH BAILFUS
CLAUDIA MARIZA MATTOS BRANDAO8
DHARA FERNANDA NUNES CARRARA
WESLEY PADILHA BLANKE
Ítalo Franco Costa
Ítalo Franco Costa

Página gerada em 24/05/2024 19:33:43 (consulta levou 0.139261s)