Nome do Projeto
Conservação e Restauração de obras em papel: conceitos e práticas
Ênfase
Ensino
Data inicial - Data final
16/03/2020 - 15/12/2021
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Multidisciplinar
Resumo
Este projeto organiza atividades sobre bens culturais de suporte em papel a serem desenvolvidas no Laboratório de Conservação e Restauração de Papel do Curso de Graduação em Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis. Neste laboratório, sob a orientação de docentes e com a participação discente, abre-se a oportunidade para ações de ensino, pesquisas e extensão relacionadas com a preservação do patrimônio cultural, com ênfase nos acervos documentais, incluindo obras de arte em papel, documentos e livros. Oportuniza-se assim a prática da conservação e restauração, assim como a possibilidade de atendimento às demandas da comunidade para a realização de ações de conservação e restauração de obras em papel.

Objetivo Geral

Oportunizar aos discentes do Curso de Conservação e Restauração um espaço de aprendizado, onde estejam integradas as ações do ensino, pesquisa e extensão e que possibilite analisar, estudar, executar e divulgar as melhores práticas da Conservação, Restauração e Conservação Preventiva de bens culturais com suporte em papel.

Justificativa

Este projeto justifica-se inicialmente por uma função social ampla relacionada às questões conceituais, práticas e de divulgação da preservação do patrimônio cultural definido em um sentido mais amplo como documentação gráfica. Outro aspecto importante está na formação profissional do discente ingressantes no curso de Conservação e Restauração de Bens Culturais Móveis. Neste contexto de treinamento e formação profissional, considera-se ainda a possibilidade de atender às demandas da comunidade em relação à conservação e restauração dos bens culturais que possuam valor histórico, cultural, informacional, científico e até mesmo afetivo. As ações e atividades previstas poderão atender acervos institucionais (bibliotecas, arquivos, museus, escolas, igrejas, etc.), assim como pessoais (colecionadores, artistas, etc.). Ressalta-se ainda que os procedimentos que fazem parte da Conservação e Restauração estão necessariamente ancorados em pesquisas científicas e no treinamento prático, de forma metódica e contínua, dos profissionais em formação. Daí a necessidade de proporcionar aos discentes experiências que vinculem a pesquisa, a execução e divulgação dos procedimentos de conservação e restauração para a comunidade detentora ou responsável pelos bens culturais.

Metodologia

As atividades realizadas no Laboratório de Conservação e Restauração de Papel serão norteadas pela teoria, princípios, código de ética e metodologia da Área da Conservação e Restauração.
Sobre que metodologia, pontua-se os seguintes princípios e etapas a serem consideradas em cada ação:
1) Observação, identificação e análise do bem cultural a partir do seu contexto de uso e salvaguarda;
2) Tomadas de decisões a partir de leituras e discussões embasadas na bibliografia especializada;
3) Documentação, incluindo a elaboração dos documentos necessários para o controle das informações sobre os acervos ou objetos, e também a elaboração e preenchimento de formulários e execução de registros fotográficos;
4) Realização de testes e exames;
5) Pesquisa sobre os materiais constituintes do bem cultural;
6) Definição e execução de tratamentos, seja na área da conservação, conservação preventiva ou restauração, considerando os princípios éticos da profissão do Conservador-restaurador, os materiais e equipamentos disponíveis e ausência de riscos para os bens culturais.
7) Interlocução contínua entre docentes, discentes e os responsáveis pelo objeto ou acervo, sobre todas os tratamentos e etapas que foram realizadas.
8) Divulgação dos trabalhos realizados para as comunidade acadêmica e público em geral, como forma de valorizar a preservação do patrimônio cultural em todos os seus aspectos.

Indicadores, Metas e Resultados

Os indicadores estarão relacionados ao público atendido, ao número de objetos e acervos tratados ou ações de divulgação realizadas durante a vigência do projeto. Também serão considerados os trabalhos resultantes das atividades, como relatórios, TCCs, trabalhos apresentados em eventos ou publicações.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANA CAROLINA FERNANDES DA SILVA
BRUNA CRISTINA GENTIL DOS SANTOS
CARINA FARIAS FERREIRA
JAMILA LIMA MACEDO
JANAÍNA VERGAS DA SILVA RANGEL
LUIZA RIBEIRO SANTANA
OTAVIO OLIVEIRA BOSZCZOVSKI
Renata Almeida Teles
SILVANA DE FATIMA BOJANOSKI6

Página gerada em 03/07/2022 06:01:07 (consulta levou 0.056417s)