Nome do Projeto
Aproveitamento de resíduos sólidos de madeira para produção de artefatos
Ênfase
Extensão
Data inicial - Data final
06/04/2020 - 29/12/2023
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Engenharias
Eixo Temático (Principal - Afim)
Tecnologia e Produção / Meio ambiente
Linha de Extensão
Desenvolvimento de produtos
Resumo
O desenvolvimento do projeto de extensão se embasa na concepção de produtos por meio do aproveitamento dos resíduos sólidos de empresas que beneficiam madeira no município de Pelotas sendo caracterizado pelo desenvolvimento de uma metodologia projetual diferenciada buscando os equipamentos mais adequados para se trabalhar com os variados tipos de resíduos sólidos. Gerando protótipos ou mesmo replicando o conhecimento empírico da comunidade em foco, para produção em escala artesanal de Artefatos em Madeira, tais como: artigos para escritório (porta materiais), souvenir (chaveiros entre outras peças), brinquedos (jogos didáticos e etc), mobiliário e materiais utilitários abrangendo desta forma uma grande diversidade de artefatos possíveis de serem produzidos. Posteriormente, será desenvolvido o processo de qualificação da mão de obra das comunidades atendidas por meio de oficinas com exposição dos artefatos e empregando-se a técnica artesanal para produção dos diferentes artefatos que serão gerados nos laboratórios do curso de Engenharia Industrial Madeireira da Universidade Federal de Pelotas. Os professores e alunos colaboradores participarão ativamente de cada etapa do projeto fomentando o desenvolvimento técnico-científico por meio das relações intrínsecas ao processo de ensino-aprendizagem, tanto da comunidade civil quanto a acadêmica por meio da troca de experiências e conhecimento de ambas as esferas de trabalho.

Objetivo Geral

Elaborar uma metodologia projetual diferenciada buscando os equipamentos mais adequados para se trabalhar com os resíduos sólidos;

Gerar novos protótipos ou mesmo replicar o conhecimento empírico da comunidade em foco, para produção em escala artesanal de Artefatos em Madeira;

Desenvolver o processo de qualificação da mão de obra das comunidades atendidas por meio de oficinas com exposição dos artefatos e empregando-se a técnica artesanal para produção dos diferentes artefatos.

Justificativa

Com relação ao uso da madeira em seus diferentes setores de produção, deve-se ressaltar a inevitável geração de resíduos durante o processo de transformação deste material em um produto final e que dependendo do processo empregado pode ser gerado uma grande variedade de dimensões e tipos de resíduos. A dificuldade relacionada ao descarte destes resíduos em ambientes inadequados em função de sua degradação e a possibilidade de poluição do meio por meio da queima ou encaminhamento a um aterro sanitário acarreta no direcionamento de novas alternativas tecnológicas para o aproveitamento deste material/resíduo por meio de outras maneiras que se apresentem ambientalmente mais adequada. Notou-se que alguns artesãos já buscavam trabalhar com material alternativo e reciclado, pois percebem como pode ser vantajoso ganhar ou arrematar, por baixo valor, peças que sirvam para criar partes e, até mesmo, objetos inteiros (ABREU et al., 2009).Não obstante já pode ser encontrado no mercado empresas que trabalham exclusivamente com resíduos à base de madeira para produção de pequenos artefatos, bem como de mobiliários, empregando muita criatividade no design diferenciado além do apelo ecológico em função do uso racional dos resíduos proporcionando a geração de produtos com maior valor agregado. Nesta realidade, a presente proposta se justifica em função da necessidade de emprego dos resíduos sólidos (madeira e seus painéis derivados), oriundos das atividades de processamento mecânico da madeira nas empresas da região, como fonte de matéria prima para produção de Artefatos em Madeira.

Metodologia

Desenvolvimento de uma metodologia projetual diferenciada buscando os equipamentos mais adequados para se trabalhar com os variados resíduos oriundos das empresas.

Gerando protótipos ou mesmo replicando o conhecimento empírico da comunidade em foco, para produção em escala artesanal de artefatos em madeira, tais como: artigos para escritório (porta materiais), souvenir (chaveiros entre outras peças), brinquedos (jogos didáticos e etc), mobiliários e objetos utilitários abrangendo desta forma uma grande diversidade de artefatos possíveis de serem produzidos.

Posteriormente, será desenvolvido o processo de qualificação da mão de obra das comunidades atendidas por meio de oficinas com exposição dos artefatos e empregando-se a técnica artesanal para produção dos diferentes artefatos que serão gerados nos laboratórios do curso de Engenharia Industrial Madeireira da Universidade Federal de Pelotas.

Os professores e alunos colaboradores participarão ativamente de cada etapa do projeto fomentando o desenvolvimento técnico-científico por meio das relações intrínsecas ao processo de ensino-aprendizagem, tanto da comunidade civil quanto a acadêmica por meio da troca de experiências e conhecimento de ambas as esferas de trabalho.

Indicadores, Metas e Resultados

Esse projeto é desenvolvido desde 2015, onde houve a possibilidade de desenvolver diferentes tipos de artefatos por meio do aproveitamento de resíduos sólidos de madeira sólida e reconstituída atendendo as necessidades da UFPel e comunidade. Bem como ocorreram oficinas de treinamento para capacitação de acadêmicos do curso de Engenharia Industrial Madeireira e comunidade local. Diferentes publicações foram geradas por meio do Congresso de Extensão e Cultura com apresentações orais e resumos expandidos referentes a cada ano de desenvolvimento do projeto. Como atividade em andamento sugere-se proporcionar a continuidade da parceria com o curso de Terapia Ocupacional - T.O da UFPel onde já foram produzidos quatro jogos didáticos vinculado ao projeto de extensão que deu origem ao atual intitulado: "Aproveitamento de Resíduos Sólidos em Marcenarias da Região Sul - RS para Produção de Pequenos Artefatos à Base de Madeira " o que possibilita o real trabalho com a comunidade atendida pela T.O.e o retorno relativo ao uso do produto. Bem como a elaboração e publicação de manuais de produção dos artefatos para que a comunidade em geral tenha acesso ao processo produtivo auxiliando na disseminação e alcance desse projeto de extensão.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ANDREY JANKE DOS SANTOS
CINTIA BOLDT SOUZA5
DANIELI MAEHLER NEJELISKI
ERIKA DA SILVA FERREIRA4
FERNANDO DEVANTIER KOBER
LEONARDO DA SILVA OLIVEIRA2
MATEUS FISS TIMM
NATHALIA FARIAS GOMES
PEDRO HENRIQUE DE MORAES KOLTON
VINICIUS REIS VASQUES

Página gerada em 23/01/2022 06:01:53 (consulta levou 0.095320s)