Nome do Projeto
Estudo sobre a profundidade
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
16/03/2020 - 16/03/2028
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Linguística, Letras e Artes
Resumo
Este projeto de pesquisa de ordem prático-reflexiva pretende levar a cabo uma investigação no campo da arte através de produções pessoais. Para tanto, parto de minha própria produção plástica, bem como, da produção de cada aluno, participante envolvido. Neste trânsito de saberes, discutimos e reorientamos por meio das visualidades advindas da produção, o termo profundidade. Estas elaborações, práticas e conceituais, se colocam a partir deste lugar de troca e pesquisa, de reflexões e críticas, que é o ateliê. A partir das articulações com o trabalho de outros artistas, seus escritos, poesia e literatura, bem como de material audiovisual será construído um repertório visual e crítico que dê conta desta construção singular em que privilegiam-se os afastamentos do senso comum para tal palavra/ideia chave.

Objetivo Geral

Articular através das produções pessoais envolvidas (minha e dos participantes), uma construção poética (visual e conceitual) que amplie e ressignifique o termo profundidade.

Justificativa

O presente projeto se justifica pela necessidade de maior investigação nos processos que envolvem a produção em arte e a construção de sentidos a partir dela. Percepção confirmada nos dois anos (2018-2019) em que o projeto esteve em andamento.
Desta forma, neste momento de prorrogação, é possível visualizar a necessidade de um tempo elaborado para que haja uma troca direcionada dentro do espaço de ateliê, como lugar de produção e reflexão continuada. A pesquisa como o momento em que os pensamentos presentes no fazer podem ganhar consistência sob a forma escrita.
Partindo da especificidade de minha formação, professora-artista com ênfase em Poéticas Visuais e trabalhando com disciplinas de Processos Criativos e Ateliê, percebo e priorizo as discussões em torno de um tema/palavra/ideia chave, que é a profundidade. Assunto que tangencia minha produção pessoal, minha formação e experiências, mas que, ao mesmo tempo, abre-se a inclusão de outras produções (alunos, colegas professores e outros artistas) permitindo um projeto capaz de abarcar diferentes poéticas.
Nesse campo de leituras e práticas instala-se uma condição fundamental para a arte, que é a produção de sentido a partir de um contexto do qual ela faz parte e que por vezes não é explorado por falta de maturidade ou consciência por parte dos alunos em seu processo inicial de formação.
O presente projeto então propicia a partir de encontros semanais, produção prática, leituras, filmes, discussões conjuntas e textos autorais (textos de iniciação científica ou mesmo dentro das disciplinas ao longo do curso), o espaço e a maturidade para que se instale esse conhecimento próprio à pesquisa. Esse lugar da busca e da produção de encontros.

Metodologia

Esta pesquisa partiu de uma série de fotografias e desenhos configurados sob uma construção em camadas, denominada Estudo sobre a profundidade. Nesta série a transparência do papel vegetal que sobrepôs a imagem fotográfica articulou um contexto diferente para o corpo presente nela a partir do desenho que encobre certas áreas reorientando a percepção deste corpo na cena. No momento de sua apresentação, em 2014, este trabalho foi disposto na parte inferior de um móvel, sob ele, como pequenas pilhas de objetos sobre o chão, sinalizando um percurso que visava formas comprometidas para pensar a construção de uma percepção ligada a profundidade.
Além disso, minha formação em escultura me leva a crer que é a profundida que traz esse dado de um corpo no espaço, abrindo uma perspectiva poética que incrementa a presença das coisas no mundo, uma espessura que reserva outras compreensões.
Como metodologia para esta pesquisa reforça-se a necessidade de discussões continuadas. Encontros que permitam a partir da produção de cada um dos envolvidos, o contato crítico com outras obras (artísticas, cinematográficas, literárias, históricas...), adensando os referenciais e as reflexões possíveis. Busca-se uma perspectiva que modele o termo profundidade a partir do encontro com outras formas de percebê-lo, amparadas por uma sensibilidade criativa.

Indicadores, Metas e Resultados

Conforme foi possível constatar nos últimos dois anos, os indicadores de resultados são perceptíveis a partir da qualidade dos trabalhos publicados e da significativa elevação da produção dos alunos envolvidos com o projeto.
A repercussão ou os impactos dos resultados diz respeito à mobilização do processo de pesquisa em arte, estimulando o enriquecimento do meio acadêmico.
Uma vez que o mote da pesquisa passa por um termo existente, empregado em diversos contextos, é esta possibilidade de trânsito na arte que ele assume que torna a pesquisa tão valida a diversas áreas e linguagens. Nesta direção percebe-se a vontade em gerar um diálogo crítico que estimula uma discussão mais complexa.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ALEC SANDER PETER DEMARI
ALICE PORTO DOS SANTOS
ALLENDE DE CASTRO PERINI
ARYANE BARBADO LIMA
BRUNO ZEFERINO DA SILVA
GIAN RODRIGO SOARES OUTEIRO
GUILHERME TOLEDO FUENTES
HELENA RODRIGUES SILVA
HELENE GOMES SACCO
JESIEL ROCHA LOFHAGEN
JESSICA FERNANDES DA PORCIUNCULA
KATIANE LETICIA FERREIRA DA SILVA
KELLY WENDT
LIVEA LUZEIRO DO CARMO
LOREENA MORAES PADILHA
LUCAS ESPOLADORE
LUKA DE VARGAS ROSA
MAINÔ CLAUDIO CAETANO
MARIO HENRIQUE CODECO
MARTHA GOMES DE FREITAS
NADIA DA CRUZ SENNA
NATALI SANTOS TASCHETTI
NILTON FARIA DA SILVA JUNIOR
PAOLA WICKBOLDT FREDES
PATREZI CARVALHO DA SILVA
RAFAEL DA ROSA SCHAUN
RANGEL CARRARO TOLEDO BORGES
RENAN SOARES
RICARDO HENRIQUE AYRES ALVES
ROCHELE PERES BARROS
ROSANA PINTO XAVIER
STELA SOARES KUBIAKI
STELA SOARES KUBIAKI

Página gerada em 25/04/2024 01:05:44 (consulta levou 0.437434s)