Nome do Projeto
À beira da extinção: memórias de trabalhadores cujos ofícios estão em vias de se extinguir
Ênfase
Pesquisa
Data inicial - Data final
02/03/2020 - 02/03/2024
Unidade de Origem
Coordenador Atual
Área CNPq
Ciências Humanas
Resumo
O projeto À beira da extinção: memórias de trabalhadores cujos ofícios estão em vias de desaparecer está em execução desde 2009 e já possui um banco de entrevistas de mais de 70 trabalhadores, além de material originário do Arquivo da Justiça do Trabalho, o qual está salvaguardado pelo NDH. A metodologia utilizada se baseia na história oral e também na análise documental. A intenção é a de observar as transformações no mundo do trabalho, percebendo de que forma alguns ofícios estão desaparecendo ou se modificando, com o intuito de permanecerem como necessários em um mundo a cada dia mais descartável.

Objetivo Geral

- Analisar a trajetória de trabalhadores cujos ofícios estão em vias de desaparecer;
- Observar as modificações no mundo do trabalho nos últimos tempos;
- Analisar processos trabalhistas que indiquem modificações nos modos de produzir e fazer;
- Recolher narrativas orais que abordem as transformações no mundo do trabalho;
- Formar um banco de dados sobre o material recolhido nos processos judiciais;
- Agregar as narrativas orais ao Laboratório de História Oral da UFPel.
- Discutir as questões de gênero, raça e classe relacionadas às profissões e ofícios.

Justificativa

O projeto iniciou no ano de 2009 e pretendia estudar alguns ofícios e profissões que estavam em vias de extinção como estivadores, sapateiros, parteiras, pescadores artesanais, dentre outros. O estudo precisa continuar já que nos últimos dez anos, tendo em vista o desenvolvimento tecnológico, novas profissões e ofícios se transformaram e correm o risco de não mais existirem nas próximas décadas. Vários trabalhos já foram feitos a partir do projeto e resultaram em trabalhos de conclusão de curso, dissertações e teses. Alguns materiais foram publicados em um livro homônimo ao projeto. A intenção será, portanto, incluir novas profissões como bancários, professores carteiros, dentre outros. As metodologias utilizadas são História Oral Temática e análise documental de processos trabalhistas.

Metodologia

Serão utilizadas duas metodologias principais: a história oral temática, a partir da qual se realiza entrevistas com trabalhadores cujos ofícios estão se transformando e/ou extinguindo e análise documental através da observação de processos da Justiça do Trabalho, os quais estão salvaguardados no Núcleo de Documentação Histórica da UFPel. São cerca de 100 mil processos, que estão sendo inseridos em um Banco de Dados, com acesso irrestrito.

Indicadores, Metas e Resultados

Decorrente do projeto já foi publicado um livro, conforme já destacado. Pretende-se continuar com a pesquisa visando tanto formar um "banco de memórias" a partir das entrevistas realizadas. Pretende-se também publicizar os resultados através da publicação de artigos e livros.

Equipe do Projeto

NomeCH SemanalData inicialData final
ARIANE REGINA BUENO DA CUNHA
BRUNA GABRIELLE SILVA ZANETTI
CAMILLA MENEGUEL ARENHART
Caroline Cardoso da Silva
ELISIANE MEDEIROS CHAVES
GABRIELLE GARCIA GOTUZZO
JOÃO MATHEUS SOARES MIRANDA
LORENA ALMEIDA GILL8
MÁXIMO ÍTALO D'ALMEIDA ATHAYDE ÁVILA
SILVANA DE ARAUJO MOREIRA
TAIANE MENDES TABORDA

Página gerada em 26/01/2021 20:09:36 (consulta levou 0.094922s)